terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Arnaldo Tifu lança o EP "Dias que Resolvi Cantar"



“Dias que Resolvi Cantar” o lúdico rap de Arnaldo Tifu.

Depois de “A Rima não Para” (2009) e “A Rima Nunca Para: A Minha Versão da História” (2013), o nome “Arnaldo” volta para a sua assinatura: uma visão mais pessoal e envolvida com a rotina da sua região.
O novo disco conta encontros marcantes das idas e vindas da Vila Maracanã, o bairro que ensinou o valor do hip-hop e da simplicidade.
O EP possui 6 faixas, que mostram um trabalho surpreendente para quem acompanha a carreira do MC e está disponível no site do artista(http://arnaldotifu.com/), para compra no iTunes e para ouvir online noSpotify, Rdio, Deezer, Google Play, SoundCloud e YouTube.

Cheio de metáforas, Arnaldo se diverte fazendo uma colcha de retalhos com gestos e exemplos que cresceu vendo por ali e formaram seu caráter.
São fotografias mentais, anotações em cadernos antigos, observações recentes que criam jogos de rimas de “Dias que Resolvi Cantar”.
As composições estão mais livres de barreiras, maduras e mostram a Vila Maracanã não só como seus movimentos ou endereço físico, mas como o ambiente emocional que baseia sua visão de vida.
São fotografias mentais, anotações em cadernos antigos, observações recentes que criam jogos de rimas de “Dias que Resolvi Cantar”.
As composições estão mais livres de barreiras, maduras e mostram a Vila Maracanã não só como seus movimentos ou endereço físico, mas como o ambiente emocional que baseia sua visão de vida.
As participações do disco também estão cheias de novidade. Já na segunda faixa “Rito”, o mestre KL Jay dos Racionais MC’s chega nos scratches. Eles já tinham se encontrado no programa Roda de Rima e em diversos eventos da sua caminhada do rap, mas nunca tinham produzido um material juntos.
Arnaldo Tifu apresentando “Dias que Resolvi Cantar” pela primeira vez
Os grandes nomes continuam com Ieda Hills, Carlus Avonts e DJ B8(Projetonave), Red Lion (J*Z Sounds/Microdub), Stefanie Roberta e Beto Malfatti (Nômade Orquestra). Velha e nova escola.
Fizeram parte também Dudu das Rimas e André Mendes, que apesar de pouca idade, também chegaram inabaláveis nos refrões da quarta faixa do disco, “Firme de pé”.

A ludicidade também invadiu a produção dos beats e Arnaldo Tifu convida produtores que não haviam feito parte de seus projetos anteriores, além de participar compondo, trocando samplers e ideias. Os beatmakers também, feras:
Bolin (Santo André), Nixon Silva (São Paulo) Scott Beats (Santos).

FONTE: https://medium.com/@coletivomarte
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top