sábado, 2 de janeiro de 2016

Festa "Meu Black é Assim" destaca somente pessoas brancas em suas fotos, apropriação cultural sim ou claro.

Antes de emitir sua opinião confira estes artigos sobre apropriação cultural

A supervalorização de rappers brancos






Estou aqui mais uma vez falando sobre apropriação cultural, sim APROPRIAÇÃO CULTURAL!, e primeiro quero escurecer as ideias ou clarear depende do seu ponto de vista, branco cantar rap não é apropriação cultural ok..? a questão não é esta, sempre teve brancos na cultural Hip Hop, o problema esta em tirar o negro do protagonismo de algo que ele mesmo criou, porque é muito fácil gostar de nossa cultura ir la dança, beber, botar uma bombeta com uma foto de um cara de black power, e nos comentários no facebook, dizer que somos vitimistas, usando memes de internet com a foto de um negro com uma mala e dizer que "nego viaja"

Mas vamos ao fato, existe uma festa chamada "Meu Black é assim" cujo o logo é um cara negro com Black Power, a festa não é voltado para o publico negro e sim para brancos de poder aquisitivo médio alto que gosta de black music, nem as mulheres de capa do facebook da pagina são negras de black power de black a festa não tem nada.

Existe varias festas de black music voltada ao publico de poder aquisitivo alto, ninguém é contra a festa e sim o nome e o logo da festa, e eu nem vou entrar no mérito que até os DJ são brancos, esta na cara que a festa não é voltada para o publico negro, isto é sim apropriação cultural, la dentro da festa todos brincam de ser preto, fazem os passinhos mas quando sai fica na internet compartilhando coisas racistas!!!

São aqueles que desconsideravam o rap
Que hoje tão brincando de ser preto em festa black
Sem essa de querer ser meu representante
Na minha história eu não serei coadjuvante



Este fato me lembrou do filme "Dear White People" numa parte do filme Alunos brancos de faculdade fazem uma festa com a temática negra onde ele se vestem de "nigga" se pintam de preto (Black Face), se vestem como mulheres e homens negros ouvem rap se divertem ao som de preto.

Alguém lembra do Procura o Wally..? então Procure o Preto!


Bruno Contrino - Fotografia / Sand Filmes
Posted by Meu Black É Assim on Terça, 29 de dezembro de 2015




Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top