terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

FÁBRICAS DE CULTURA APRESENTAM O CICLO DE PALESTRAS: “VESTIR O CORPO COM PALAVRAS: A RELAÇÃO ENTRE A LITERATURA E A MODA”


Os encontros com Brunno de Almeida Maia, gratuitos, ocorrem em cinco bairros de São Paulo e abordam, pelo viés da Filosofia, o
vestuário em personagens de autores como José de Alencar, Virginia Woolf, Baudelaire, Marcel Proust e Marina Colasanti


Brunno Almeida Maia
(crédito: Guilherme Alonso)


Nos dias 19, 23, 24, 25 e 26 de fevereiro, sempre às 15h, as Fábricas de Cultura, em São Paulo, e o pesquisador em Filosofia Brunno Almeida Maia apresentam o Ciclo de Palestras “Vestir o Corpo Com Palavras: a Relação entre a Literatura e a Moda”. Com entrada gratuita, as cinco unidades – Jardim São Luís, Capão Redondo, Vila Nova Cachoeirinha, Jaçanã e Brasilândia – recebem, cada uma, temas específicos do projeto desenvolvido por Almeida Maia desde 2012.

Para resgatar a tradição entre o pontilhado da agulha no tecido e da tinta de caneta no papel, o palestrante passará por um “guarda-roupas” de escritores, filósofos e pensadores que se debruçaram sobre a questão, como Virginia Woolf, Honoré de Balzac, Gustave Flaubert, Walter Benjamin, Marcel Proust, Oscar Wilde, Marina Colasanti, Platão, Ovídio, Roland Barthes, Charles Perrault, Charles Dickens, Peter Stallybrass e Homero, por exemplo. Destaque especial para a análise, na literatura brasileira, do romance “Lucíola” (1862), de José de Alencar.

O projeto de pesquisa “A Literatura e a Moda” surgiu em 2012 com Almeida Maia e o estilista brasileiro Walter Rodrigues e, a partir de 2014, com o chapeleiro Eduardo Laurino (Faculdade Santa Marcelina). Durante a sua itinerância, o projeto – que prevê cursos, palestras, oficinas e workshops – passou por locais diversos, como as unidades do SESC Consolação e Pompeia, Centro de Pesquisa e Formação Sesc SP (CPF), Escola São Paulo, Oficinas Culturais Oswald de Andrade, Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, Oficina Cultural Hilda Hilst, em Campinas (SP), e na Casa da Palavra Mário Quintana, em Santo André (SP). A convite da Editora Estação das Letras e Cores, Almeida Maia integrou o grupo de pesquisadores do livro “Moda, Vestimenta e Corpo” (2015), com um capítulo dedicado à analise da relação entre a literatura e a moda no romance “Lucíola”.

Destinada a todos que desejam pensar e estudar a moda ou a apreciam como manifestação cultural, histórica e estética, os encontros deste Ciclo de Palestras integram a programação de fevereiro de 2016 das Fábricas de Cultura, coordenada pela Poiesis e pela Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo. Para participar não é necessário fazer inscrição. As atividades são gratuitas e acontecem sempre às 15h, nas bibliotecas de cada unidade.

SOBRE O MINISTRANTE

Brunno Almeida Maia em São Paulo, em 25 de janeiro de 1987. Filho da “geração pós-MTV” – como o definiu o crítico teatral Alberto Guzik –, transita pelas linguagens híbridas e pelas epistemologias nômades. Como estudante de Filosofia na Unifesp, dedicou-se à pesquisa sobre o autor francês Georges Bataille (1897-1962), ao estudo de gênero, sexualidade e diferenças no grupo INANNA (da PUC-SP) e ministrou aulas sobre a relação entre literatura e moda ao lado do estilista brasileiro Walter Rodrigues e do chapeleiro Eduardo Laurino. Ministrou diversas palestras em 2015, entre elas “Moda e Modernidade: As Roupas na Literatura – de Charles Baudelaire a Walter Benjamin”. A convite da Prefeitura Municipal de São Paulo, abordou “A Literatura e a Moda: a Estranha Relação Entre as Palavras e as Roupas”, na Biblioteca Pública Pedro Nava. Integra a equipe de pesquisadores do volume que discute a temática “Corpo, Vestuário e Roupa”, da coletânea “Moda Brasileira”, a ser lançada neste ano pela Editora Estação Letras & Cores.

SERVIÇO:

Encontro com autor
Ciclo de Palestras: “Vestir o Corpo com Palavras: a Relação entre a Literatura e a Moda”, com Brunno Almeida Maia, pesquisador em Filosofia pela Universidade Federal de São Paulo.
Local: unidades das Fábricas de Cultura em Jardim São Luís, Capão Redondo, Vila Nova Cachoeirinha, Jaçanã e Brasilândia. Entrada Gratuita. Não é necessário fazer inscrição.


Unidade Capão Redondo
“Literatura e Moda: as Palavras e as Roupas na Modernidade do Século XIX”
Data: 19/2 (sexta-feira)
Horário: 15h
Local: Rua Algard, 82, Capão Redondo – São Paulo
Telefone: 5822-5240

Unidade Jardim São Luís
“Talvez Num Tempo da Delicadeza: as Roupas Como Memória; a Moda como Narrativa”
Data: 23/2 (terça-feira)
Horário: 15h
Local: Rua Antônio Ramos Rosa, 651, Jardim São Luís – São Paulo
Telefone: 5510-5530

Unidade Vila Nova Cachoeirinha
“Dramaturgia da Roupa e Dramaturgia do Corpo: o Vestuário Como Construção de Identidade”
Data: 24/2 (quarta-feira)
Horário: 15h
Local: Rua Franklin do Amaral, 1.575, Vila Nova Cachoeirinha – São Paulo
Telefone: 2233-9270

Unidade Brasilândia
“O Mito da Gata Borralheira – ‘Lucíola’, de José de Alencar, e as Roupas na Corte do Segundo Império”
Data: 25/2 (quinta-feira)
Horário: 15h
Local: Entrada 1: Avenida General Penha Brasil, 2.508; Entrada 2: Avenida Inajar de Souza, 7.001, Brasilândia – São Paulo
Telefone: 3859-2300

Unidade Jaçanã
“’Não se Nasce Mulher: Torna-se Mulher’ – A Moda, os Gêneros e as Sexualidades em ‘Orlando’, de Virginia Woolf”
Data: 26/2 (sexta-feira)
Horário: 15h
Local: Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138; Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360, Jaçanã – São Paulo
Telefone: 2249-8010
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top