sexta-feira, 4 de março de 2016

Mês da Mulher nas Fábricas de Cultura, destaque para os shows da Issa Paz, Sara Donato e Tati Botelho




O Dia Internacional da Mulher é comemorado em 8 de março. Mas as Fábricas de Cultura das zonas norte e sul – da Secretaria de Cultura do Estado, gerenciadas pela POIESIS – terão programação especial durante todo o mês! Haverá exposições, shows, bate-papos, palestras, workshops e muito mais! 

As atrações começam no dia 8, no Jaçanã, com o evento “O cotidiano da mulher na periferia”, uma roda de conversa com Roberta Melo, coordenadora do Centro de Juventude Helena Portugal Albuquerque e gestora de projetos da Associação Frida Kahlo. No mesmo dia, na Brasilândia, o bate-papo “A Mulher na Sociedade”, serão abordados temas como a solidão, o empoderamento, relacionamento e poder de decisão da mulher sobre o seu corpo. Até o dia 13, no Jaçanã, a Exposição “Cotidianas” apresenta os trabalhos de três jovens artistas visuais e grafiteiras (Dinha, Caluz e Cléo Loreira) que se inspiram nas mulheres da periferia e em seu cotidiano para a construção de suas identidades estéticas. “A mulher nas artes”, a partir do dia 8, na Vila Nova Cachoeirinha é um bate-papo sobre os diferentes papeis da mulher na sociedade atual, desde conquistas de direitos até realizações profissionais. 


No Capão Redondo, a Roda de Conversa “Mulher e Periferia”, com o coletivo Fala Guerreira, discutirá questões que permeiam as jovens mulheres da periferia. No dia 10, na Brasilândia, será realizada a Oficina de Lambe-Lambe para meninas, que pretende discutir e expor formas de opressão às meninas por meio da arte, dando voz a elas. Soul Sul Girl Fest Dance, no dia 12, movimentará a Fábrica de Cultura Jardim São Luís, com grupos de dança femininos da zona sul, com workshops e batalhas. As atividades incluem apresentações de dancehall, afrodance e abertura da DJ Khally.


No segmento de música, o show “Issa Paz, Sara Donato e convidadas”, no Jaçanã, marcará o lançamento do cd Rap Plus Size de Issa Paz & Sara Donato, com participações de Luana Hansen, Souto MC, Rubia RPW, Gabi Niaray, Tássia Reis, Banda Davi Dariloco e DJ Vivian Marques. O “Show de Tati Botelho”, dia 16, no Capão Redondo, celebra o mês da mulher, a rapper e comunicadora social apresenta seu show e realiza um bate-papo com o público sobre a mulher e a cena do rap.  


Confira mais detalhes da programação:

O cotidiano da mulher na periferia

Dia 08, terça-feira, às 15h
Local: Fábrica de Cultura Jaçanã



Roda de conversa sobre o cotidiano da mulher na periferia. Com Roberta Melo, coordenadora do Centro da Juventude Helena Portugal Albuquerque e gestora de projetos da Associação Frida Kahlo. 

Roda de Conversa “A Mulher na Sociedade” 

Dia 08, terça-feira, às 15h 
Local: Fábrica de Cultura Brasilândia

Serão abordados temas como a solidão, o empoderamento, relacionamento e poder de decisão da mulher sobre o seu corpo.

Exposição Cotidianas

Dias 08 a 13, terça a domingo
Local: Fábrica de Cultura Jaçanã

A exposição apresenta os trabalhos de três jovens artistas visuais e grafiteiras (Dinha, Caluz e Cléo Loreira) que se inspiram nas mulheres da periferia e em seu cotidiano para a construção de suas identidades estéticas. 


A mulher nas artes
Dia 08, terça-feira, às 10h / Dia 16, quarta-feira, às 15h

Local: Fábrica Vila Nova Cachoeirinha

O projeto visa um bate-papo sobre os diferentes papeis da mulher na sociedade atual, desde conquistas de direitos até realizações profissionais. 

No dia 8, as palestrantes serão Rita Tatiana Gualberto de Almeida (dança contemporânea), Carolina Camargo Duarte (violinista), Karine de Carvalho Barroso (circo) e Mônica Cristina Cardim (fotografia). 


No dia 16 as palestrantes serão: Verônica Pereira Pinto (atriz), Alexsandra Xavier do Egito (bibliotecária), Glaucea Helena Britto (artista plástica) e Luciana Helena Fandinho (produtora cultural).


Roda de Conversa “Mulher e Periferia” com o coletivo Fala Guerreira!
Dias 09 e 10, quarta e quinta-feira, às 14h30

Local: Fábrica de Cultura Capão Redondo

O evento será um espaço de compartilhamento de questões que permeiam as jovens mulheres da quebrada. O Coletivo Fala Guerreira! é formado por mulheres residentes na periferia e busca dar voz e visibilidade às mulheres a partir das vivências e histórias que carregam. 


Oficina de Lambe-Lambe para meninas 
Dia 10, quinta-feira, às 15h 

Local: Fábrica de Cultura Brasilândia

A oficina tem como objetivo discutir e expor as formas de opressão às meninas por meio da arte, dando voz a elas.


Soul Sul Girl Fest Dance
Dia 12, sábado, às 13h
Fábrica de Cultura Jardim São Luís



O encontro reúne grupos de dança femininos da zona sul para apresentar workshops e batalhas. Com apresentações de dancehall, afrodance e abertura da DJ Khally, o evento pretende dialogar sobre a participação feminina na dança e o impacto desse crescimento na cena hip-hop. Parceria com o Coletivo Freestyle D.S (ONG Fábrica de Criatividade).





Issa Paz, Sara Donato e convidadas
Dia 13, domingo, às 16h

Local: Fábrica de Cultura Jaçanã

Lançamento do cd Rap Plus Size de Issa Paz & Sara Donato, com participações de Luana Hansen, Souto MC, Rubia RPW, Gabi Niaray, Tássia Reis, Banda Davi Dariloco e DJ Vivian Marques. 




Show de Tati Botelho
Dia 16, quarta-feira, às 19h

Local: Fábrica de Cultura Capão Redondo

Celebrando o mês da mulher, a rapper e comunicadora social apresenta seu show e realiza um bate-papo com o público sobre a mulher e a cena do rap.  

Roda de Leitura 

Dia 22, terça-feira, 10h e 15h
Local: Fábrica de Cultura Brasilândia

Neste mês, a roda de leitura abordará o papel da mulher na literatura, por meio dos textos de Carolina Maria de Jesus, Alice Ruiz, Chimamanda Adichie, Esmeralda Ortis, Simone de Beauvoir, entre outras.

Quintal da Fábrica 

Dia 23 – quarta-feira – 14h
Local: Fábrica de Cultura Capão Redondo

Em sua 14ª edição, o Quintal da Fábrica homenageia as mulheres. Todos os poemas da cesta poética serão apenas realizados com poetas mulheres. Um “saiaço” vai acontecer no dia, como uma possibilidade de todos vivenciarem o uso da saia, uma provocação contra o machismo, com intuito de levantar uma reflexão a respeito das peças de roupas sempre diferenciadas por gênero. 

(Mais informações podem ser obtidas pelo site www.fabricasdecultura.org.br).

Serviço: Fábricas de Cultura

Fábrica de Cultura Brasilândia

Entrada 1: Av. General Penha Brasil, 2508. 
Entrada 2: Av. Inajar de Souza, 7001.
Tel: (11) 3859-2300  
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h. 

Sábados e domingos: variável de acordo com a programação. 

Fábrica de Cultura Capão Redondo 

Entrada 1: Rua Bacia de São Francisco, S/N 
Entrada 2: Rua Algard, 82 
Tel: (11) 5822-5240. 
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h.

Sábados e domingos: variável de acordo com a programação. 

Fábrica de Cultura Jaçanã 

Entrada 1: Rua Raimundo Eduardo da Silva, 138 
Entrada 2: Rua Albuquerque de Almeida, 360
Tel: (11) 2249-8010. 
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h. 

Sábados e domingos: variável de acordo com a programação. 

Fábrica de Cultura Jardim São Luís 

Rua Antônio Ramos Rosa, 651. Tel: (11) 5510-5530. 
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h. 
Sábados e domingos: variável de acordo com a programação. 

Fábrica de Cultura Vila Nova Cachoeirinha 
Rua Franklin do Amaral, 1575. Tel: (11) 2233-9270. 
Horário de funcionamento: terça a sexta das 9h às 20h.
Sábados e domingos: variável de acordo com a programação. 
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top