sexta-feira, 22 de abril de 2016

TIM RESCALA E ORQUESTRA SINFÔNICA HELIÓPOLIS ASSINAM A TRILHA INCIDENTAL E MÚSICA DE ABERTURA DA NOVELA “VELHO CHICO”




O maestro e os integrantes do principal núcleo musical do Instituto Baccarelli
gravaram o arranjo instrumental de “Tropicália”, tema de abertura 
interpretado por Caetano Veloso, e toda a trilha incidental da atração da Rede Globo


Da comunidade de Heliópolis diretamente para o horário nobre da Rede Globo. A trilha sonora da novela “Velho Chico”, obra de Benedito Ruy Barbosa exibida em horário nobre pela Rede Globo, leva a assinatura do Instituto Baccarelli. Convidada pela emissora, a instituição paulistana, por meio do maestro Tim Rescala, é responsável pelo arranjo instrumental do tema de abertura da trama, “Tropicália (interpretado por Caetano Veloso), e também por toda a trilha incidental da atração, ambas interpretadas pelos músicos da Orquestra Sinfônica Heliópolis (OSH).

Nesse trabalho, Rescala não apenas regeu a orquestra como fez todas as adaptações e compôs 25 trilhas incidentais para a obra. Além dos músicos da OSH, o maestro também contou com as participações do Coral da Gente (outro núcleo musical do Instituto), dos cantores Fortuna e Thiago Pinheiro e de alguns solistas, como Jether Garotti Jr (teclado), Toninho Ferraguti (acordeão), Ivan Vilela (viola caipira), Sole Yaya (harpa) e Ana de Oliveira (rabeca).

Esta não é a primeira vez, porém, que o Instituto participa de uma novela da Rede GloboTambém sob a batuta de Rescala, a OSH gravou a trilha de “Meu Pedacinho de Chão”, obra de Benedito Ruy Barbosa, exibida pela Rede Globo entre abril e agosto de 2014.

Mas, além de trilhas para novelas, parceria com artistas da música popular tornaram-se uma prática constate no Instituto. Desde 2007 é possível enumerar diversas participações em CD’s, DVD’s e shows de artistas como Bruno & Marrone, Rappin' Hood, Ivete Sangalo, Sandy (na apresentação do programa Criança Esperança), Faith No More, padre Fábio de Melo e Ivan Lins, para citar alguns, sem falar em visitas de personalidades, como o maestro Ennio Morricone (em 2008), entre outros.

Grande orgulho da equipe Baccarelli e dos moradores de Heliópolis é o filme “Tudo Que Aprendemos Juntos”, com Lázaro Ramos à frente do elenco. O longa, dirigido por Sérgio Machado, é inspirado na história real dos primeiros passos da criação da sinfônica. A produção, que encerrou o 68º Festival de Locarno (Suíça) – em uma sessão ao ar livre que reuniu cerca de 10 mil pessoas –, estreou, no Brasil, na 39ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (novembro de 2015), tendo sido escolhido pela votação popular como “melhor filme nacional”.

FICHA TÉCNICA SOBRE AS MÚSICAS INCIDENTAIS DA NOVELA “VELHO CHICO”
Músicas com orquestra
Águas Cristalinas (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; harpa, Sole Yaya; viola caipira, Ivan Vilela; acordeon, Toninho Ferragutti.
Alegria no Vilarejo (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; regência; Orquestra Sinfônica Heliópolis.
Batalha 1 (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis.
Bento e Beatriz (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; harpa, Sole Yaya; viola caipira, Ivan Vilela; acordeon, Toninho Ferragutti.
Coronéis (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; viola caipira, Ivan Vilela; acordeon, Toninho Ferragutti.
Chico Criatura Tagarelando (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; viola caipira, Ivan Vilela; acordeon, Toninho Ferragutti.
Desafio agalopado (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; rabeca, Ana de Oliveira.
Desolação (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis*; rabeca, Ana de Oliveira.
Despertar do Velho Chico (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; harpa, Sole Yaya.
Elegia Agreste (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis.
Encantamento (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis, Coral da Gente; teclado, Jether Garotti Jr; harpa, Sole Yaya.
Esperança e Luta (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; Coral da Gente.
Felicidade e Fartura (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; acordeon, Toninho Ferragutti.
Miguel e Olívia (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; harpa, Sole Yaya.
No Bar do Chico Criatura (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; viola caipira, Ivan Vilela; acordeon, Toninho Ferragutti.
O Poder (Tim Rescala): regência e efeitos sonoros, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis.
O Velho Chico com Águas Claras (Tim Rescala): regência,Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; harpa, Sole Yaya.
O Velho Chico com Águas Turvas (Tim Rescala): regência,Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; acordeon,Toninho Ferragutti.
Oração (Tim Rescala): regência e efeitos sonoros,Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; Coral da Gente; vozes, Fortuna e Thiago Pinheiro; viola caipira, Ivan Vilela; acordeon, Toninho Ferragutti.
Oração de São Francisco (domínio público/adaptação Tim Rescala): regência,Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; viola caipira, Ivan Vilela; acordeon, Toninho Ferragutti; harpa,  Sole Yaya.
Santo e Maria Tereza (Tim Rescala): regência e efeitos sonoros, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; viola caipira, Ivan Vilela; harpa, Sole Yaya.
Segundo Encantamento (Tim Rescala): regência e efeitos sonoros; Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; Coral da Gente; teclado, Jether Garotti Jr; harpa, Sole Yaya.
Solidão e Remorso (Tim Rescala): regência e efeitos sonoros, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis*.
Sombras do Passado (Tim Rescala): regência e efeitos sonoros, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis*; teclado, Jether Garotti Jr.
Tensão no Vilarejo (Tim Rescala): regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis.
Tropicália (Caetano Veloso): arranjo e regência, Tim Rescala; Orquestra Sinfônica Heliópolis; teclado, Jether Garotti Jr.


VÍDEOS COM PARTICIPAÇÕES DE ARTISTAS
Bruno &Marrone (2007): https://youtu.be/iIP2AeThL0M (Coral da Gente)
Rappin' Hood (2010)https://youtu.be/OVenv_OK6kQ (Orquestra Sinfônica Heliópolis)
Ivete Sangalo (2011): https://youtu.be/Ni3NXX1Q4Hc / no sorteio das eliminatórias da Copa de 2014 (Orquestra Sinfônica Heliópolis)
Sandy (2011): https://youtu.be/npGqGOCtUcU / no ‘Criança Esperança’ (Coral da Gente), com todas os integrantes do Coral da Gente dançando
Faith No More (2011): https://youtu.be/4VcL9aMt9PQ (Coral da Gente)
Mike Patton (2011): https://youtu.be/rIZlLju3-ig  no Rock in Rio (Orquestra Sinfônica Heliópolis)
Padre Fábio de Melo (2013): https://youtu.be/KL92Ze4J_5s (Orquestra Sinfônica Heliópolis e Coral da Gente)
Ivan Lins (2013): https://youtu.be/BLTr2mSNfXg (Orquestra Sinfônica Heliópolis)

SOBRE O INSTITUTO BACCARELLI

Em 1996, sensibilizado por um incêndio de grandes proporções em Heliópolis, o maestro Silvio Baccarelli prontificou-se a ensinar música para 36 crianças e jovens da comunidade, como forma de diminuir o sofrimento das famílias atingidas e contribuir para a autoestima e possibilidade de educação desses menores. Como o bairro da zona sul paulistana não dispunha de local apropriado para as atividades, o maestro cedeu o próprio imóvel, o Auditório Baccarelli (localizado na Vila Clementino), para dar início às aulas.
Surgia, assim, o Instituto Baccarelli, uma organização sem fins lucrativos que, hoje, já em sede própria, atende cerca de 1.300 crianças e adolescentes por meio de seus programas socioculturais, os quais têm como premissa pedagógica proporcionar uma formação musical e artística de excelência, contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento pessoal e criando oportunidades de profissionalização na música erudita.
Para essas atividades, o Instituto dispõe de ampla estrutura, distribuída em dois prédios, onde ocorrem práticas de conjunto de 5 orquestras, 20 corais e 6 grupos de câmara, além de aulas em grupo e individuais sob a responsabilidade de 6 regentes e 60 professores.
A Orquestra Sinfônica Heliópolis (OSH), principal formação da casa, é reconhecida internacionalmente por sua qualidade artística. Composta por 65 músicos, promove o nome do bairro em todo o Brasil, impactando positivamente na identidade da comunidade e na vida dos moradores. Com direção artística de seu maestro titular, Isaac Karabtchevsky (81), a orquestra tem como patrono o maestro indiano Zubin Mehta, que visitou a instituição em 2005 e se encantou com o poder da música enquanto ferramenta de transformação social. Até hoje, a OSH é a única orquestra de toda a América do Sul que teve a oportunidade - e orgulho - de ser regida por Mehta.
Para a manutenção de suas atividades, o Instituto Baccarelli conta com os seguintes patrocinadores, distribuídos por categorias. Master: Petrobras; Ouro: BNDES, Vivo e Volkswagen; Prata: Banco Volkswagen, Bradesco, Grupo Segurador BB e Mapfre; e Bronze: Instituto Votorantim, Magazine Luiza e Pernambucanas.

Instituto Baccarelli
Endereço: Estrada das Lágrimas, 2.317 – Heliópolis, São Paulo/SP
Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 20h30; sábados, das 8h às 15h30.
Contatos: (11) 3506-4646 ou pelo email contato@institutobaccarelli.org.br

Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top