quinta-feira, 7 de julho de 2016

Beyoncé escreve carta aberta sobre assassinato de negros por policiais nos EUA: 'Parem de nos matar'




 Um homem negro foi morto a tiros pela polícia no estado de Minnesota na quarta-feira, um dia após a morte de outro negro pelas forças de seguraça americanas em Louisiana.
A namorada de Philando Castile fez um vídeo ao vivo do incidente transmitido no Facebook, mostrando o corpo da vítima coberto de sangue enquanto um policial aponta a arma para ele.
Castile foi baleado enquanto estava dentro de um carro com a mulher e um menor. Segundo a namorada, ele havia acabado de pegar a carteira de motorista.
O incidente vem depois da morte de Alton Sterling, de 37 anos, morto a tiros pela polícia durante um incidente em Baton Rouge na terça-feira.

CARTA ESCRITA PELA BEYONCÉ

"Depende de nós a mobilização para que a gente exija o fim da violência racial e que parem de nos matar. Não precisamos de simpatia. Precisamos que respeitem nossas vidas", escreve Beyoncé, apontando que esta é uma "luta humana", independentemente de "raça, gênero ou orientação sexual". "Medo não é uma desculpa. O ódio não vai vencer", pontua.
Ela também pede para que as pessoas se mobilizem com suas bases políticas locais, permitindo que, no pé da página, seus fãs insiram links de contato direto com deputados e senadores. "Todos nós temos o poder de canalizar a nossa raiva e frustração em ações. Devemos usar nossas vozes para entrar em contato com os políticos e legisladores nos nossos distritos e exigir mudanças sociais e judiciais", analisa a cantora.
"Este não é um apelo apenas aos agentes da polícia, mas a qualquer ser humano que não valoriza a vida. A guerra contra as pessoas de cor e todas as minorias precisa acabar", clama Beyoncé.

FONTE: SITE EXTRA
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top