quarta-feira, 21 de setembro de 2016

3ª MOSTRA DE FILMES HIP HOP - de 28/09 a 04/10, no CineSesc (SP) AC



* Abertura: DJ Q-Bert faz apresentação inédita e exclusiva + exibição do filme "Wave Twisters", que  completa 15 anos

** Homenagem a Bobbito Garcia, um dos expoentes do Hip Hop de NY

** Clássicos do Hip Hop como Breakin' e Beat Street exibidos em 35mm +  New Jack City, Krush Groove e Os Saqueadores (Trespass)

** Show dos Beastie Boys gravado no Madison Square Garden (NY) + exibição de Gunnin' For That s #1 Spot, em 35mm, ambos de Adam Yauch (MCA)

** entrada gratuita


No mês em que o Sesc comemora 70 anos, a Mostra de Filmes Hip Hop chega à sua 3ª edição e acontece de 28/09 a 04/10, no Cinesesc, em São Paulo, com uma homenagem ao premiado diretor Bobbito Garcia, um dos expoentes do Hip Hop de Nova York.
Com a curadoria de Rodrigo Brandão (conhecido também como Gorila Urbano), a mostra reúne diversos títulos que celebram a cultura Hip Hop,​ entre longas e curtas, ficções ​e​ documentário​s, divididos nos programas: Old School, Raiz de Rua, DJ, Original Gangsta e Obra Inacabada. Toda programação com entrada gratuita.

A mostra abre no dia 28 de setembro, às 20h30, com uma cerimônia para convidados e também para o público, com a exibição do filme Wave Twisters, de Syd Garon e Eric Henry, inédito no Brasil e que completa 15 anos em 2016. A sessão especial contará com a presença do DJ Q-BERT - considerado o melhor de todos os tempos pelos próprios DJs -  que fará uma apresentação inédita e exclusiva. O filme, que é o primeiro musical do gênero feito todo em animação, foi construído com base no disco homônimo do DJ Q-Bert.

Considerado uma lenda urbana em Nova York, Bobbito Garcia - conhecido também como Kool Bob Love -  ajudou a difundir artistas de rap como Wu- Tang Clan, Jay-Z, Notorious B.I.G e Nas, através do programa de rádio que apresentava, junto com o DJ Stretch Armstrong, nos anos 90. A história pode ser conferida no documentário Stretch and Bobbito: Radio That Changed Lives, inédito no Brasil.

Bobbito também é DJ, guru dos sneaker-maníacos, colecionador de discos e jogador de pick up basketball, assunto sobre o qual dirigiu um documentário junto com Kevin Couliau, intitulado Doin’ It In The Park: Pick-up Basketball, NYC, exibido pela primeira vez no país,  que explora a história, cultura e impacto social dos praticantes de basquete de rua.

Já em ​We Like It Like That​ - The Story of Latin Boogaloo, o homenageado
​é o narrador
  do documentário sobre o Latin Boogaloo, gênero de música e dança latina que foi muito popular em Nova York no final dos anos 1960. O filme será exibido pela primeira vez no Brasil.


No programa Old School, uma seleção com três clássicos que até hoje são referências não só no movimento Hip Hop, mas também em outros universos. São eles: Krush Groove (1985), dirigido por Michael Schultz, baseado na ascensão da gravadora Def Jam, primeiro império empresarial da história da cultura de rua que lançou nomes como Beastie Boys, LL Coll J, e Public Enemy, entre outros.

Já os longas Beat Street - A Loucura Do Ritmo, de Stan Lathan (1984), grande responsável por propagar a cultura hip hop no Brasil nos anos 80, conta com aparições e trilha sonora de nomes como Grandmaster Flash & The Furious Five, Afrika Bambaataa e Kool Moe Dee; e Breakin', do diretor Joel Silberg (1984), que também ajudou a popularizar a dança de rua e os elementos do hip hop, com Lucinda Dickey e os estreantes Ice-T e Jean-Claude Van Damme, serão exibidos em película (35mm)uma rara experiência para qualquer pessoa interessada por arte e cultura urbana.

No programa Original Gangsta, dois títulos que retratam o realismo das gangues dos anos 90. São eles: New Jack City -  A Gangue Brutal, de Mario Van Peebles (1991), sobre um traficante de crack que é perseguido por policiais e um ex-viciado; e Os Saqueadores (Trespass), de Walter Hill (1992), sobre dois bombeiros que topam com uma perigosa gangue executando um rival. Em ambos os filmes, a trilha sonora é assinada por grandes nomes do rap como Ice-T, Ice Cube, Public Enemy, entre outros.

Dois documentários dirigidos pelo rapper, músico, e produtor Adam Yauch, o MCA dos Beastie Boys, falecido em 2012, estão no programa Beastie Boys. Para quem perdeu as duas passagens históricas da banda no Brasil ou quer matar saudade, não pode perder a exibição do documentário Awesome; I Fuckin' Shot That!, ​​registro do show de 2004,  feito por fãs e uma equipe de filmagem. Na apresentação, a banda fez uma releitura de sua carreira, mesclando músicas novas e antigas como "Pass the Mic", "Brass Monkey", "Sabotage", "Intergalactic", "Paul Revere" e "So What'cha Want".

Já em Gunnin’ For That #1 Spot, o diretor mostra a carreira de jogadores profissionais de basquete, desde a passagem pela faculdade até o estrelato na NBA, com depoimentos de Michael Beasley, do Kansas State, Kevin Love, da UCLA, Jerryd Bayless, Tyreke Evans, Donte Greene, Brandon Jennings, Kyle Singler e Lance Stephenson.

No programa Raiz de Rua, serão exibidos Pixadores, de Amir Escandari, que mostra a história dos pichadores Djan, William, Ricardo e Biscoito, que atacaram o mundo das artes durante anos e participaram da Bienal de Berlin, evento que mudou a vida deles; e Hip Rap Hop, que resgata a história do primeiro disco de rap do Brasil, do grupo Região Abissal.

programa DJ mostra a criatividade e paixão pela música dos DJs PG, Kefing, Tamenpi e Sleep no curta Record Store Day, de André Almeida, e suas experiências pessoais com os vinis, desde seus primeiros contatos até a preferência; e o já o citado Wave Twisters, de Syd Garron e Eric Henry, totalmente baseado na obra homônima do DJ Q-Bert.

Para completar a programação, a mostra promove ainda um debate sobre a construção de um documentário de hip hop, no programa Obra Inacabada. O evento, que acontece no sábado, 01/10, às 17h, exibe pela 1ª vez o teaser do doc Poesia Concreta  (ainda em fase de produção), que conta a história do rap underground de SP, através de artistas como Espião, Ascendência Mista, Elo da Corrente, Academia Brasileira de Rimas, Nitro, Ogi, Mamelo Sound System, e outros. Após a exibição, os diretores do filme convidam o público para um bate-papo.


Serviço:

3ª MOSTRA  DE FILMES HIP HOP
Quando: de 28/09 a 04/10
Onde: CineSesc (Rua Augusta, 2.075)
Grátis – Retirada de ingressos 1h antes.

Sessão de Abertura:
Exibição do filme Wave Twisters + apresentação DJ Q-BERT
28/09 - quarta, às 20h30 (Retirada de ingresso 1 hora antes, sujeito à lotação da sala).




PROGRAMAÇÃO

28/09 - QUARTA

20H30- WAVE TWISTERS (SYD GARON, ERIC HENRY | 2001 | EUA|  DIGITAL | 46')
+   COM A PRESENÇA DO DJ Q-BERT (AO VIVO)

29/09 - QUINTA

17H - WE LIKE IT LIKE THAT - THE STORY OF LATIN BOOGALOO (MATHEW WARREN | 2015 | DIGITAL | 82')

19H - DOIN' IT IN THE PARK: PICK-UP BASKETBALL, NYC (BOBBITO GARCIA E KEVIN COULIAU | 2012 | DIGITAL |  83')

21H - NEW JACK CITY - A GANG BRUTAL  (MARIO VAN PEEBLES | 1991 | DIGITAL | 97')
                                                                                                                                                                                                    

30/09 - SEXTA

17H - STRETCH AND BOBBITO: RADIO THAT CHANGED LIVES (BOBBITO GARCIA E STRETCH ARMSTRONG | 2015 | DIGITAL | 98')

19H  -  OS SAQUEADORES  | TRESPASS (WALTER HILL | 1992 |  DIGITAL | 101')

21H - BEAT STREET - A LOUCURA DO RITMO (STAN LATHAN  | 1984 | 35MM |  97')


01/10 - SÁBADO

17H - PROGRAMA OBRA INACABADA -  EXIBIÇÃO DO TEASER DO DOC POESIA CONCRETA + DEBATE COM OS DIRETORES + CURADOR DA MOSTRA

19H - KRUSH GROOVE (MICHAEL SCHULTZ | 1985 |  DIGITAL | 97')

21H - GUNNIN’ FOR THAT #1 SPOT (ADAM YAUCH |  2008 |  35MM | 97')


02/10 - DOMINGO

17H - AWESOME; I FUCKIN' SHOT THAT! (NATHANIEL HÖRNBLOWÉR | 2006 |  DIGITAL | 92')

19H - BEAT STREET - A LOUCURA DO RITMO (STAN LATHAN  | 1984 |  35MM | 97')

21H - BREAKIN' (JOEL SILBERG | 1984 | 35MM | 90')


03/10 - SEGUNDA

17H - CURTAS: HIP RAP HOP (RED BULL MEDIA HOUSE E NOIZE | 2016 | 17') +  RECORD STORE DAY (ANDRÉ ALMEIDA | 2016 | 12')  + WAVE TWISTERS (SYD GARON, ERIC HENRY | 2001  | DIGITAL | 46')
  
19H - DOIN' IT IN THE PARK: PICK-UP BASKETBALL,NYC  (BOBBITO GARCIA E KEVIN COULIAU | 2012 |  DIGITAL | 83')

21H - STRETCH AND BOBBITO: RADIO THAT CHANGED LIVES (BOBBITO GARCIA E STRETCH ARMSTRONG | 2015 | DIGITAL |  98')


04/10 - TERÇA

17H - PIXADORES (AMIR ESCANDARI | 2014 |  DIGITAL | 93')

19H - BREAKIN' (JOEL SILBERG | 1984 |  DIGITAL | 90')

21H - AWESOME; I FUCKIN' SHOT THAT! (NATHANIEL HÖRNBLOWÉR | 2006 |  DIGITAL | 92')


SINOPSES:

HOMENAGEM A BOBBITO GARCIA

STRETCH AND BOBBITO: RADIO THAT CHANGED LIVES
DIR.: BOBBITO GARCIA
2015 | EUA | 98' | DIGITAL
Durante os anos 1990, Bobbito Garcia e Stretch Armstrong apresentaram ao mundo artistas então pouco conhecidos, como Nas, Notorious B.I.G., Wu-Tang Clan, e também os desconhecidos Jay-Z, Fugees e Eminem, através de um programa de rádio apresentado pela dupla.

O documentário resgata um importante capítulo da história do hip hop, com depoimentos desses artistas, que hoje em dia constam no topo da mitologia do rap mundial.

WE LIKE IT LIKE THAT: THE STORY OF LATIN BOOGALOO
DIR.: MATHEW RAMIREZ WARREN
2015 | EUA | 82' | DIGITAL

Da mistura entre o mambo e o son montuno, próprios de Cuba, o R&B e a soul music surgiu o Latin boogaloo, estilo que influenciou toda uma geração e contribuiu na gênese da cultura hip hop.

O Latin boogaloo, o R&B latino dos anos 1960, tomou conta das ruas de Nova York, principalmente em regiões como Brooklyn e El Barrio (como é conhecido o “Spanish Harlem” pelos locais).

O documentário, narrado por Bobbito Garcia, explora esse momento histórico da música latina com um raro arquivo de entrevistas, danças, canções e apresentações. No elenco, lendas do Latin boogaloo, como Joe Bataan, Johnny Colón e Pete Rodriguez.

DOIN’ IT IN THE PARK: PICK-UP BASKETBALL, NYC
DIR.: KEVIN COULIAU, BOBBITO GARCIA
2012 | EUA | 83' | DIGITAL
Nos EUA, a cultura de rua e a prática do basquete se misturam. Não tem como separar as duas coisas. Na cidade de Nova York, são mais de 700 quadras e por volta de 500 mil jogadores que seguem o jogo como religião.

Através de depoimentos de atletas que saíram das ruas para as quadras da NBA, e outros personagens, os diretores Kevin Couliau e Bobbito Garcia mostram a história, a cultura e o impacto social da cena do basquete de rua, o tal pick-up basketball.

PROGRAMA BEASTIE BOYS

GUNNIN’ FOR THAT #1 SPOT
DIR.: ADAM YAUCH
2008 | EUA | 97' | 35 mm

O fundador do lendário trio de hip hop Beastie Boys, Adam Yauch, falecido em 2012, dirigiu esse filme que segue oito jogadores de basquete pelos quatro cantos do país. Desde a trajetória na escola até a chegada na NBA, o diretor mostra como eles são idolatrados pelos fãs, endeusados pelos estudantes e seguidos pelas empresas de tênis e marcas.

Jerryd Bayless, Michael Beasley, Tyreke Evans, Donte Greene, Brandon Jennings, Kevin Love, Kyle Singler e Lance Stephenson são alguns dos astros da quadra que aparecem no filme.

AWESOME; I FUCKIN’ SHOT THAT!
DIR.: NATHANIEL HÖRNBLOWÉR
2006 | EUA | 90' | DIGITAL

Dirigido por Adam Yauch usando codinome Nathaniel Hörnblowér, é o registro do show do grupo Beastie Boys no Madison Square Garden, em Nova York, em outubro de 2004. Os produtores do filme deram câmeras a 50 fãs que foram incumbidos de fazer um registro do show da banda. Além do material produzido por eles, uma equipe profissional cuidou de gravar tudo da forma tradicional.

Na apresentação, os Beastie Boys, que estavam divulgando To the 5 Boroughs, sexto álbum de estúdio da banda, também fizeram uma releitura de sua carreira. No repertório, músicas novas e antigas, como “Pass the Mic”, “Brass Monkey”, “Intergalactic” e “Sabotage”.

PROGRAMA ORIGINAL GANGSTA

TRESPASS | OS SAQUEADORES
DIR.: WALTER HILL
1992 | EUA | 101' | DIGITAL

Dois bombeiros que procuram peças de ouro topam com uma perigosa gangue executando um rival. Em resposta, os criminosos começam a persegui-los, e a única saída dos bombeiros é tornar refém o irmão do líder da gangue.

No elenco, Ice-T, Ice Cube, Bill Paxton e William Sadler. Na trilha sonora, músicas de ambos os astros além de Public Enemy, Sir Mix-a-Lot, Gangstarr, Black Sheep e outros.

NEW JACK CITY – A GANGUE BRUTAL
DIR.: MARIO VAN PEEBLES
1991 | EUA |97' | DIGITAL

Nino Brown é um traficante que acumulou dinheiro, poder e um verdadeiro império graças ao crack. Ele se considera intocável e invencível, mas está enganado. Para detê-lo, surgem Scotty Appleton e Nick Peretti, dois policiais disfarçados, além de Pookie, um ex-viciado que também quer derrubar Nino.

Um filme que retrata com realismo o mundo das gangues, das drogas, e do racismo, com grandes estrelas como Wesley Snipes, Ice-T, Judd Nelson e Chris Rock. A trilha sonora conta com músicas de Ice-T, Queen Latifah, 2 Live Crew e muitos outros rappers.

PROGRAMA OLD SCHOOL

BREAKIN’
DIR.: JOEL SILBERG
1984 | EUA | 90' | 35 mm

Uma jovem e dedicada dançarina de jazz junta-se a dois praticantes do break para uma apresentação de street dance. Entre disputas de gangues, Ozone e Turbo ajudam a garota a superar as suas dificuldades e conquistar seu estrelato.

O filme auxiliou a popularizar a dança de rua e os elementos do hip hop, no Brasil inclusive. No elenco, Ben Lokey, Phineas Newborn III, Lucinda Dickey, Adolfo ‘Shabba-Doo’ Quinones, Michael ‘Boogaloo Shrimp’ Chambers e os então muito jovens Ice-T e Jean-Claude Van Damme.

KRUSH GROOVE
DIR.: MICHAEL SCHULTZ
1985 | EUA | 97' | 35 mm

Russell Walker é um produtor musical que, junto com o gênio de estúdio Rick Rubin, sonha em expandir sua gravadora, Krush Groove Records. Quando o grupo Run-D.M.C. estoura nas paradas de sucesso com o hit “King of Rock”, Russell precisa arrumar dinheiro para investir na produção de mais discos.
Baseado na ascensão da gravadora Def Jam, primeiro império empresarial da história da cultura de rua,Krush Groove é considerado um dos maiores clássicos do rap. No elenco, Sheila E., Kurtis Blow, Run-D.M.C., LL Cool J, Beastie Boys, entre outros.

BEAT STREET – A LOUCURA DO RITMO
DIR.: STAN LATHAN
1984 | EUA | 97' | 35 mm

Controverso, Beat Street é considerado um truque comercial pelos artistas da escola original nos EUA, que julgam títulos como Wild Style e Style Wars como mais autênticos. No entanto, para os brasileiros, ele se coloca num contexto especial. Justamente por contar com a chancela de Hollywood, esse filme ganhou o subtítulo A Loucura do Ritmo e foi exibido aqui na época do lançamento, ao contrário das outras produções citadas. Assim, esse filme foi o grande responsável por propagar a cultura hip hop no Brasil dos anos 1980.
Ele tem aparições e trilha sonora de nomes como Grandmaster Flash & The Furious Five, Afrika Bambaataa e Kool Moe Dee.

PROGRAMA RAIZ DE RUA

PIXADORES
DIR.: AMIR ESCANDARI
2014 | FINLÂNDIA, DINAMARCA, SUÉCIA, ESTÔNIA | 93' | DIGITAL

Os pichadores Djan, William, Ricardo e Biscoito escrevem suas mensagens em prédios altos e muros da cidade, mostrando sua revolta contra a sociedade. Um surpreendente convite para que o grupo participe da Bienal de Berlim muda as vidas deles. Eles decidem ir, mesmo tendo atacado o mundo das artes durante anos com seu trabalho. Quando voltam a São Paulo, nada é como antes.

HIP RAP HOP
DIR.: RED BULL MEDIA HOUSE E NOIZE
2016 | BRASIL | 17' | DIGITAL

Hip Rap Hop, primeiro disco do grupo Região Abissal, é um marco histórico do rap nacional. O documentário mostra como o grupo foi pioneiro na produção de seus próprios beats e melodias, lidou com a resistência da gravadora em entender o som do rap, e especula as razões que levaram um disco tão importante a ficar muitas vezes de lado na história do gênero.

O documentário conta com alguns integrantes do grupo, além das participações de Eliane Dias (empresária dos Racionais), e Sharylaine, Thaíde, KL Jay, Nelson Triunfo, Rodrigo Ogi, entre outros artistas.

PROGRAMA DJ

WAVE TWISTERS
DIR.: SYD GARON, ERIC HENRY
2001 | EUA | 46' | DIGITAL

Única animação feita totalmente sobre essa cultura. No filme, um grupo de heróis está determinado a salvar as artes perdidas do hip hop da extinção total, e o wave twister é a única arma poderosa o suficiente para derrotar os inimigos.

Dirigido por Syd Garon e Eric Henry, a história é baseada no álbum de mesmo nome do DJ Q-Bert. No elenco, além do próprio, D-Styles, Flare e Buckethead. (Filme abre o festival no dia 28/09)

RECORD STORE DAY
DIR.: ANDRÉ ALMEIDA
2016 | BRASIL | 12' | DIGITAL

A paixão pelo vinil é o tema principal desse míni-documentário, que apresenta os DJs PG, Kefing, Tamenpi e Sleep contando suas experiências pessoais com os vinis, desde os primeiros contatos com a música até a preferência em continuar discotecando com eles, mesmo depois de tanta tecnologia apresentada para o segmento.

O que se vê é que manter esses discos vivos faz com que o cenário musical, mesmo com toda a digitalização da prática do discotecar, mantenha-se genuíno, sem deixar de lado a qualidade e a história musical que só os vinis carregam.

PROGRAMA OBRA INACABADA

Poesia concreta é um projeto que traz um elo perdido na história do rap de São Paulo, o movimento conhecido como underground, que teve como destaques os artistas Espião, Ascendência Mista, Elo da Corrente, Academia Brasileira de Rimas, Nitro, Ogi, Mamelo Sound System e muitos outros que se tornaram referência para a ascensão do rap atual.

Duração do teaser: 10 minutos.

Diretores Convidados:

Del: já dirigiu clipes para Tom Jones, Criolo, Capital Inicial e Ogi. Além disso, é diretor de filmes publicitários e curtas metragens.

Hooligans Collective: coletivo de criação/direção formada por Drunk (beatmaker que vivenciou a cena em questão e produziu para vários artistas) e Zorack (integrante do grupo Ascendência Mista, que fez parte dessa fase contada do projeto).



Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top