sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

A rapper angolana Eva Rapdiva lança o clipe "Um Assobio Meu" com part. do Gari Sinedima


Novo Video Clip de Eva Rapdiva com uma produção cinematográfica, conta com a participação de um elenco de atores angolanos de renome como Tania Burity, Meirinho Mendes, Daniel Nascimento e muitos mais...
 Eva Rapdiva ignora a tendência musical atual seguida pela maior parte dos artistas do seu estilo e trás uma proposta extremamente arrojada com uma musica que toca na alma pela excelente produção, composição, videoclipe e verdade.  Apresenta assim um verdadeiro clássico que alimenta a alma dos amantes de boa musica!!!



"Um Assobio Meu"

Por que é importante ter esperança em um contexto de tantas desigualdades? O que nos faz acreditar que um dia as coisas irão mudar? A música "Um assobio meu", de EvaRapDiva, traz uma mensagem sobre a realidade do povo angolano, demostrando que é possível trabalhar criticidade, emoção e esperança no mesmo projeto.

Uma realidade traduzida em versos que mobilizam os sentimentos dos ouvintes para olhar o cenário que, de tão batido, acaba sendo naturalizado. Nela, a MC faz do cidadão mais comum ao mais privilegiado se ver e refletir sobre qual sua posição e papel para o país estar onde está. 
A música traz as diferentes dimensões e identidades presentes no emaranhado de contradições que é Angola. Aborda temas como como o caos na saúde pública, a violência, o trabalho precário, a corrupção, o acesso à educação, a invisibilidade, o esquecimento e a prostituição. "Eu sou neta da zungueira que eles batem sem dó/
Como é que eu posso aceitar que batam na minha avó/
Eu sou a filha do soldado que lutou pela paz/
Que hoje vê a sociedade a deixá-lo pra trás/
Eu sou o estudante com o ensino mutilado/
Porquê o professor ensina com o diploma que é comprado/
A culpa é minha, a culpa é tua, da polícia e do bandido/
A culpa é de quem corrompe, não é só do corrompido/" Esses versos colocam todos os cidadãos angolanos no mesmo barco porque, embora tenham condições diferentes, são herdeiros da mesma história. Você pode ser um angolano rico, mas em contexto pós-colonial tão recente não há como não ver sua identidade refletida em um desses versos. O preço das desigualdades  é um cenário difícil de encarar, mas que sobrecai sobre todos.

O vídeo da música "Um assobio meu" explora várias posições e contextos que faz Angola ser marcada pela injustiça social. Está tudo diante dos nossos olhos, mas este trabalho junta olhares, posições e histórias e, ao tocar na sua alma, te faz sentir parte, te faz se responsabilizar.

Vai sair da zona de conforto e começar a mudança por você mesmo? A música é um alerta, um chamado e um apelo.

Texto de Jaqueline Lima Santos, graduada e mestre em Ciências Sociais, doutoranda em Antropologia Social


Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top