quarta-feira, 1 de maio de 2019

“Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe...” do Emicida completa 10 anos



Na Faixa E.M.I.C.I.D.A, o Emicida rima assim: “Em um ano eu viro rei, em dois anos lenda, em três passado!”. 10 anos após o lançamento do seu primeiro trabalho, a mixtape “Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu Cheguei Longe...”, sabemos que o Emicida acertou parte deste verso, pois ele nunca vai ser passado.  

Gravada entre o final de janeiro e o início de abril de 2009 nos estúdios Maria Fumaça por Filipe Tixaman e Bruno Pompeo, exceto “É necessário voltar ao começo”, gravada nos estúdios timbre. Mixada por Felipe Vassão e Thiago Brancallião na Loud Produções. Arte por Emicida e Marcelo Lima.



É certo dizer que o rap depois de “Pra quem já mordeu um cachorro por comida, até que eu cheguei longe..." é outro. Não pelo conceito do trampo gravado e rimado, pois ele é bem simples,cru e direto. Mas trampo feito para que o máximo de pessoas tivessem acesso a este trampo. Esta mixtape lançada em 2009, é fruto total de um trabalho artesanal do Emicida e sua família. Cada cd era gravado em sua casa em seu PC, a capa era feito com papel pardo e carimbado pelo Emicida ou o Fioti, tudo isto para baratear os custos do produto, pois a mixtape era vendida por 2 reais. A mixtape foi lançada em 2009 e em 2010 o Emicida já havia vendido cerca de 10 mil copias feitas a mão e de mão em mão. 

Eu não sou o tipo de pessoa que faz analise/review de álbum, Ep ou Mixtape, até porque não tenho esta capacidade. 
Mas o que eu tenho pra falar deste trampo é como ele falou e ainda fala comigo. Este trampo do Emicida fala muito sobre corre, possibilidade, sentimentos como: solidão e amor ao mesmo tempo. 


As faixas: “Sozin”, “Só isso” e “Preciso", são musicas bem intimistas em que o Emicida põe pra fora toda sua angustia, decepção e ao mesmo tempo razão pra viver e acreditar no seu sonho, no seu corre. Estas faixas botaram meus pensamento no lugar em diversos momentos da minha vida. O Emicida é rei, vai ser lenda e nunca será passado, pois suas letras são atemporais.



O Emicida usou muito bem tudo o que estava ao seu redor para escrever às 25 faixas desta mixtape, que está no meu TOP10 de discos do rap nacional.  



Melhor do que eu falar sobre este trampo, o melhor é você ouvir e prestar atenção em todos os nuances deste projeto.



Ouça:



Faixas

  1. Intro (É Necessário Voltar ao Começo)
  2. E.M.I.C.I.D.A
  3. Sozim
  4. Rotina
  5. Pra Mim… (Isso É Viver)
  6. Ainda Ontem
  7. Pra Não Ter Tempo Ruim
  8. Só Isso
  9. Vô Busca Minha Fulô
  10. Ela Diz
  11. Por Deus Por Favor
  12. Preciso (Melô do Mundiko)
  13. A Cada Vento
  14. Sei Lá…(Emicida/Rael)
  15. Cidadão(Emicida/Leo Cunha Casa 1)
  16. Soldado Sem Bandeira(Emicida)
  17. Vai Ser Rimando(Emicida)
  18. Um, Dois, Três, Quatro(Emicida)
  19. Fica Mais Um Pouco Amor(Emicida/Nave)
  20. Outras Palavras(Emicida/Rael/MC Marechal, Damien Seth)
  21. Hey Rap(Emicida/Dario)
  22. Essa É pra Você Primo…(Emicida)
  23. Triunfo(Emicida/Felipe Vassão)
  24. Eu Tô Bem(Emicida/DJ Nayck/Daniel Cohen)
  25. Ooorra…(A Que Deu Nome a Mix Tape)(Emicida/Nave)

Nenhum comentário:

Postar um comentário