quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Com álbum “Lógos”, niLL se reinventa e cria sua própria loja de brinquedos




O lançamento será dia 22 de agosto a partir da meia noite e conta com participações de BK,Callister, Mano Will e Melk

“É tudo sobre escolhas e o que fazer”, essa é a frase que está na primeira faixa do álbum “Lógos”, que ajuda a entrar nesse novo universo criado pelo artista, o niLL. Para além das telas de LCD e plataformas digitais, onde estará disponível a partir do dia 22 de agosto, pelo selo da Sound Food Gang, o artista dá continuidade a saga do personagem, que no álbum “Regina”, tanto se questionava e agora ganha vida e percepções sobre tempo e espaço. A capa foi desenvolvida pelo ilustrador Wagner Loud, o responsável por transformar ícones do rap nacional em heróis de quadrinhos. A produção fica por conta do Adotado - seu alter ego -, com instrumentais de Nave, Crimenow, Tan Beats e Yung Buda e tem participações de BK, Callister, Mano Will e Melk.

O personagem saindo da caixa e ganhando vida, remete a essa continuidade e evolução do próprio artista. niLL constrói uma nova narrativa e experimenta uma sonoridade diferente. Criando um universo sonoro regado de elementos cyberpunk e que te remete a filmes como Blade Runner e um pouco de Miami Vice, por conta do vaporwave, Lógos te leva a uma dimensão em que cada música parece uma fase de um jogo.

O álbum fala de tempo - o conceito Lógos -, e ao mesmo tempo se passa em uma loja de brinquedos, onde os sentimentos e percepções tornam-se comuns a todos. “Uma loja de brinquedo é uma fábrica de sonhos e mesmo sendo adulto, quando entra você volta a sonhar”, explica niLL sobre a escolha do tema. O título é baseado na filosofia do pensador grego Heráclito, que fala sobre o fogo e vem falar sobre a fé inconsciente.

niLL demorou cerca de um ano para produzir seu terceiro trabalho de estúdio e espera atingir um público fora do circuito de rap e pretende explorar outros talentos além da música, como a criação de animações. Sempre buscando expandir, este trabalho demonstra mais maturidade e novas percepções do artista. As referências vieram por meio de vivências pessoais e busca por conhecimento interior.




Conteúdo produzido por Mari Paulino

Nenhum comentário:

Postar um comentário