domingo, 1 de setembro de 2019

Jay-z diz que brutalidade policial contra negros se deve pela falta da figura paterna



O rapper da cidade de Nova York, Jay-Z, entrou numa grande polêmica ao declarar que a ausência paterna é um catalisador da brutalidade policial no Estados Unidos. 

Em uma entrevista falando sobre sua nova parceria com a NFL como parte de sua campanha de justiça social, o rapper falou sobre crescer em uma casa monoparental. 

Jay-Z disse que, ao crescer naquele ambiente, você tem um sentimento adverso em relação à autoridade, com pensamentos como "Eu odeio meu pai, ninguém me diz o que fazer. Eu sou o homem da casa". 

E então, quando você chega às ruas e se depara com um policial, sua primeira reação depois que eles pedem para você levantar as mãos é dizer a eles "foda-se". 

Esta declaração gerou uma grande revolta entre os negros estadunidense. 

Uns tentam minimizar dizendo que ele não quis dizer isso, que foi mal interpretado e tal... 

Mas a fala dele é bem problemática, porque ele dá a entender que homens negros não respeitam a autoridade a autoridade feminina. O Jay-z é um dos homens negros mais influentes do mundo, quando ele diz que homens negros não respeitam autoridades (policiais) porque eles não têm uma figura paterna, ele esquece que a polícia hostilizou negros durante a escravidão e no pós escravidão.O homem negro é marginalizado por ser negro, e não porque ele não respeita uma autoridade porque ele não tem um espelho paterno. Martim Luther King, Malcolm X, Huey Newton e outros lutaram a favor dos direitos civis contra a opressão polícia porque não tinha figuras paternas? 


A polícia hostilizou pessoas negras desde o momento em que a escravidão terminou. Brutalizando nosso povo mesmo quando estávamos indo à igreja todos os domingos. Mencionar até as famílias monoparentais em relação à brutalidade policial é de uma inocência gigante! Disse o Bae Guevara☭ em seu twitter




Fonte: IOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário