domingo, 1 de setembro de 2019

Maestro do Canão | História do Sabotage vai ser contada no cinema


Sabotage figura diversas listas como um dos grandes rappers da história do rap brasileiro. Sua simpatia conquistou tanto o público do rap como o de fora. 

O rapper já ganhou um documentário chamado “O Maestro do Canão", um álbum póstumo, livro biográfico e agora sua história de vida vai ser levada para as telas dos cinemas. 

O jornalista Flávio Ricco noticiou em sua coluna no site UOL, que a produtora Zazen, de José Padilha, diretor de Tropa de Elite, vai rodar um filme sobre a vida de Mauro Mateus dos Santos filho, vulgo Sabotage. O filme é orçado em 9 milhões de reais, o longa é previsto para estar nos cinemas em 2020, ano que marca 17 anos da morte do rapper. 

Sabotage foi morto com quatro tiros, após deixar sua esposa em seu local de trabalho. O rapper deixou esposa e dois filhos. 
Sabota deixou o mundo do crime, para fazer rap sobre suas vivencias na periferia e a violência policial. O Sabota inspirava e ainda inspira muitos jovens e maioria negros. Além do filme Invasor, dirigido por Beto Brant, o rapper participou do filme Carandiru, dirigido por Héctor Babenco.

Um comentário: