domingo, 3 de novembro de 2019

T(Rap) | A mc moçambicana Iveth fala para não segregarem o rap, afinal somos todos Hip Hop em som novo



T(Rap) é a nova música da rapper moçambicana Iveth que traz a a controvérsia em torno das novas tendências do ritmo arte e poesia versus os seus estilos mais tradicionais.
Iveth apelida a música de T(Rap) - diálogos, representando duas vozes que dialogam e personificam os preconceitos espalhados sobre cada um dos estilos. O novo Trap e o Underground. Por um lado o Trap com as características peculiares na sua métrica, flow mais constante, dicção mais acentuada, onomatopeias permanentes , um liricismo menos trabalhado; por outro lado encontramos o underground com os seus dogmas métricos bastante arranjados, um flow variado, eventualmente dicção em desvantagem e uma lírica complexa e por vezes pouco acessível.

O mais notável na música é ver a rainha do underground verbalizar as suas rimas numa roupagem Trap sem perder a essência, ciência e coerência. Acentuando a sua já conhecida versatilidade. Que mensagem a reter? Diz Iveth que ao dilema do apontar-se um ao outro em defeitos, em mitos e em crenças de uma tendência lírica hegemônica; junta-se a intolerância, a estereotipia, a violência verbalizada entre alas da mesma cultura Hip-Hop, com consequente destruição de um tecido social jovem ou quase isso.
A mensagem final que Iveth traz após o debate, é de tolerância pelo outro, amor e respeito.
Afinal, “Somos todos Hip-Hop… não segreguem demais Somos todos diferentes, mas iguais!!!”

Ouça:


Ouça o som pelo Soundcload ou baixe o som pelo Mediafire

Nenhum comentário:

Postar um comentário