quarta-feira, 22 de abril de 2020

O rapper Eddieman lança o álbum 'Afro Moname, capitulo I'

Foto: Divulgação


O “original” e o contemporâneo se somam para apresentar o “Afro Moname, capítulo I”, álbum de estreia do rapper, compositor e produtor Eddieman também conhecido como Afro Moname. Com batidas que rementem ao bom e velho boombap dos anos 2000, compostas em parceria com o rapper e produtor Angolano Intelektu e, com o produtor paulistano Mess, o álbum se distribui em 15 faixas dentre elas interlúdios (onde chamadas de Afrolúdio e Afrolúdico), e com participações especiais da cantora e compositora Kirya, do paulistano DJ Sid e do escritor, diretor e poeta Akins Kintê. 

Numa viagem histórica e ancestral, Afro Moname traça elementos do cotidiano preto em um país do qual é regido por uma estrutura historicamente racista e exclusiva. Suas linhas, algumas escritas desde seu início no rap em 2007, demonstram o quão é atemporal e contemporâneo este tema, e foram somadas às ideias e visões atuais do rapper. “Afro Moname, capítulo I” resgata uma essência quilombola de luta contra às desigualdades raciais do nosso país, em conjunto com o autocuidado sobre estima do povo preto. 


A arte de capa do álbum é de autoria dos Estúdios Pesads, e tenta traduzir um pouco das referidas visões. Todas a gravações foram realizadas nos estúdios da Gravadora Experimental da Fatec – Tatuí, sob produção musical de Mess e Kirya.




2 comentários: