quarta-feira, 15 de julho de 2020

Grupo cria ciclo de formações acerca de espetáculo de dança sobre masculinidades negras.


Coletivo Fragmento Urbano realiza oficinas virtuais para compartilhar os saberes, processos e dúvidas a partir do espetáculo de dança “Esquina”. 

“Esquina” é o espetáculo de dança do grupo Fragmento Urbano. Composto por seis homens negros com faixas etárias que variam de 30 a 63 anos, a obra propõe discutir o universo do homem negro, a partir de suas subjetividades e contradições.
Com o intuito de ampliar a mensagem que o espetáculo traz, o coletivo Fragmento Urbano promove um ciclo de formações que visam compartilhar os processos de construção do “Esquina” e as questões acerca da masculinidade negra e periférica. ⠀
Os encontros virtuais acontecem entre os dias 20 a 25 de julho, das 10h às 12h, através da plataforma zoom. 
Para participar é necessário se inscrever nesse link: https://bit.ly/2Zo4Gpe

Confira a agenda de oficinas: 

20/07 | segunda-feira
“Se tocar é preciso” com Douglas Iesus
•Nesta oficina Douglas Iesus trará para a prática o autocuidado, o cuidado do corpo negro como necessidade diária e a dança como caminho de cura para uma masculinidade preta sensível.

21/07 | terça-feira
“Sombra e luz para dançar” com Cic Morais
•Nesta oficina Cic Morais nos convida a pensar as sombras e luzes para dançar da esquina à encruzilhada a partir dos recursos naturais e de materiais disponíveis, destacando sombra ou luz para envolver todos olhares.

22/07 | quarta-feira
“COR-POR-IDADE: sexagenários em movimento ancestral” com Mestre Ivamar 
•Nesta oficina Mestre Ivamar dos Santos traz a sensação de (bem estar e o prazer) com os relaxamentos na intencionalidade do fortalecimento corpo e mente .no enfrentamento de novos dias.

23/07 | quinta-feira
“Gambiarra” com Eduardo Dialético
•Improviso feito na hora é algo que faz parte da afrodiáspora. "Quem é bamba não bambeia" e reconhece a necessidade de cura. Nesta oficina, a partir do Partido Alto Eduardo Dialético convida participantes para a gambiarra do corpo.

24/07 | sexta-feira
“Percepções rítmicas e seus desdobramentos na dança” com Thiago Sonho
•Nessa formação, Thiago Sonho vai provocar participantes em refletir, de uma forma prática, como aumentar sua percepção de ritmo, ajudando a facilitar a sua musicalidade, e mostrando formas de aplicar conceitos rítmicos no corpo.

25/07 | sábado
“Ponto de partida” com Melvin Santhana
•Análise e discussão sobre a integração e
compreensão social a partir da vivência artística, tendo a rua como território referencial. Exercícios de estímulos para o desenvolvimento do processo criativo e a produção integra de música.

Fonte: Assessoria de Impressa 

Nenhum comentário:

Postar um comentário