terça-feira, 23 de outubro de 2007

Beyonce faz show em dia de ataques na Etiópia


A cantora, porém, se viu longe de um conflito armado dentro do território etíope.
Movimento separatista diz ter matado mais de 140 soldados etíopes perto da Somália.

Horas após um show da cantora Beyonce, em Addis Abeba, capital do país, um movimento armado separatista da Etiópia assegurou neste domingo (21) ter matado mais de 140 soldados do Exército em um combate registrado no sábado na região de Ogaden, que faz fronteira com a Somália.

De acordo com um comunicado enviado para a agência de notícias "Efe" pela Frente Nacional para a Libertação de Ogaden (ONLF, em inglês), o choque armado aconteceu por volta das 6h (1h de Brasília) deste sábado num povoado próximo à cidade de Wardheer, a maior de Ogaden e situada mais de 600 quilômetros ao sudoeste da capital etíope.


O ONLF sustenta que participaram do ataque cerca de mil efetivos desse movimento armado separatista contra um contingente governamental liderado por Abay Tsehaye.


No comunicado do ONLF Tsehaye é mencionado como um "conselheiro próximo" ao primeiro-ministro etíope, Meles Zenawi, e como dirigente da Frente Popular para a Libertação de Tigray (TPLF), o principal grupo da coalizão governante.


Segundo a organização, Tshehaye consegiu escapar de helicóptero junto com outros responsáveis militares, depois de os efetivos armados do ONLF bloquearem todas as estradas.


Fonte::G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário