terça-feira, 19 de maio de 2015

Guilherme Mendonça "Coxinha" #RasgandooVerbo






Coxinha
quem me dera viver num mundo
onde coxinha fosse só um prato da culinária
mas coxinha é o ser oriundo
da filosofia reacionária
um monte de babaca com tom de pele um pouco claro
que se diz branco, mas biko dizia mais pra rosado
vive num mundo de ilusão onde o dito branco é discriminado.
mas seu povo não foi colonizado, escravisado humilhado e segregado
e pela sua ótica vcs que são injustiçados?
Não, não consigo entender essa visão nazista
kkk de araque contra o negro cotista
acha que a cota não se limita
na porra da meritocracia
o playboy que ganhou carro com 18 anos
empregadinha, comidinha quente, os pano.
papai que dá, vem reclamar, que os nego tão passando
no vestibular.
não dá pra confiar em negro médico, piloto de avião
se foi cotista não teve mérito ou foi fraude contratação.
ignora toda história e não gosta de lembrar
mas o passado ta presente toda hora se raciocinar
maioria nos guetos, maioria dos assassinados
maioria dos presos, maioria dos marginalizados
tratados com descaso, a cada vidro fechado no farol um montro foi criado, 
protesta na paulista, quando um branco morre 
Se um preto toma um tiro ele não socorre
deve ter merecido o tiro esse macaco
menos um preto no mundo mais um que foi pro saco
enquanto isso tamo sendo exterminados
e o protesto do coxinha é não ser ainda mais privilegiado
Simón bolívar, Fidel, CHE, Amílcar e Samora
Tiranos comunistas de outrora
Que mataram friamente quando atacados
Antieróis culpados pelo crime de não aceitar calados
A tirania branca colonizadora, 
Até hoje vêem honra nessa porra toda
Chegaram aqui tomaram, arco e flexa contra espingarda
Honra tá na vitória. não importa qual covardia foi usada
Quantas tribos foram exterminadas, quantas crianças e mulheres estupradas.
pelo bem da família hétero e branca, seu espelho não valia nossa janta
Fi de mãe solteira, isso não é família, se for fi de gay, ou gay, vai segurando a ira. 
Se não for cristão é macumbeiro ou espírita
não tem nenhum direito aqui nem na outra vida.
o coxinha é a direita, é a guerra
quer ditar regra tomar a força toda terra
Eu não conheço uma família burguesa
que não fez riqueza em cima da dor alheia
que não desmatou, desapossou terra de índio
que não escravisou e agora quer pintar um mundo lindo
onde por mérito que se consegue, mas só os seus tem mérito, o resto é plebe, o resto é resto, o resto é na bala, não fez por merecer, não nasceu com olho azul e com pele clara.

Guilherme Mendonça

Nenhum comentário:

Postar um comentário