terça-feira, 21 de julho de 2015

OCUPAÇÃO PRETA leva programação de shows, desfile de moda, roda de conversa e oficinas para o Centro Cultural da Penha




Habitar, tomar posse de, dedicar-se a, encher um espaço de lugar e de tempo. São muitos os significados do verbo ocupar. Todos, porém, parecem convergir em um ponto comum: o estímulo à apropriação. E por que não a apropriação de um espaço público – que em teoria já nos pertence – estimulando nesse, e consequentemente no seu entorno, atividades que despertem o interesse da comunidade local e que dialoguem com as características do espaço que o cerca? Este é o foco central do projeto OCUPAÇÃO PRETA, que no próximo dia 25 de julho de 2015, a partir das 15h30, desembarca no Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20, zona Leste de São Paulo) com oficinas de turbantes, roda de conversa e show com a rapper Dory de Oliveira e a cantora e compositora de Hip Hop e R&B Tássia Reis. A programação da Ocupação Preta tem ENTRADA FRANCA.

Com o objetivo de problematizar as relações raciais no Brasil, realizar um trabalho de territorialização e apropriação dos espaços públicos com cunho étnico-racial, além de pautar uma programação mensal que estimula a comunidade local a se apropriar dos espaços públicos e ampliar as possibilidades de grupos culturais e artistas negros a terem seus trabalhos reconhecidos e prestigiados, o projeto Ocupação Preta também acompanha a pulsante produção realizada por artistas, coletivos, grupos e companhias de teatro e dança que produzem arte engajada, questionadora e que coloca em xeque o mito da democracia racial. Esse questionamento também é realizado pelos pesquisadores que participam das Rodas de Conversas promovidas pelo evento, que evidenciam as desigualdades marcadas pelo fator étnico-racial por intermédio de suas ideias e trabalhos no campo acadêmico.



PROGRAMAÇÃO

15h30 - RODA DE CONVERSA “TEMA: AFETIVIDADE”, com Flávia Mateus Rios e Cléria Rosane dos Santos Prestes (Mediação: Ana Caroline, da Terça Afro)

Flávia Mateus Rios: Doutorou-se na Universidade de São Paulo (USP), onde obteve os títulos de bacharelado(2005) e de licenciatura em Ciências Sociais(2006) e também de mestre em Sociologia(2009). Durante o estágio doutoral, foi Visiting Student Researcher Collaborator em Princeton University, com bolsa Sanduíche da FAPESP (2013). Atualmente é professora substituta de sociologia no Instituto Federal de São Paulo (IFSP).Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase nos estudos sobre ação coletiva, gênero, relações raciais e políticas de ação afirmativa no ensino superior. (Fonte: Currículo Lattes)

Clélia Rosane dos Santos Prestes: Doutoranda e Mestre em Psicologia Social (USP). Dissertação: "Feridas até o coração, erguem-se negras guerreiras. Resiliência em mulheres negras: transmissão psíquica e pertencimentos". Projeto de doutorado: "Estratégias psicossociais de potencialização de resiliência em mulheres negras". Psicóloga (UEL, 1998) e Especialista em Psicologia Clínica Psicanalítica (UEL, 2001). Pesquisadora do NEPAIDS-USP (Núcleo de Estudos para a Prevenção da Aids). Psicóloga do Instituto AMMA Psique e Negritude. Foi Consultora pela ONU Mulheres. Integra a Articulação Nacional de Psicólogas(os) Negras(os) e Pesquisadoras(es) (ANPSINEP). Coordenadora da Área de Psicologia da ABPN (Ass. Bras. Pesquisador@s Negr@s).

Ana Caroline - Terça Afro, Estudou na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). É graduanda em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo (USP) e uma das organizadoras da ‘Terça Afro’, projeto realizado no Centro Cultural da Juventude, na zona norte, e que propõe ao público um mergulho no universo das tradições culturais afro-brasileiras, por meio de um bate-papo com convidados a fim de resgatar a identificação e o reconhecimento do negro.

17h30 - ENCONTRO DE CRESPAS E CACHEADAS com Márcia Turbanista Encontro de Crespas e Cacheadas surgiu em 2013 com a 1ª Oficina de Turbantes com Márcia Turbanista e, hoje, tem como objetivo reunir pessoas com as mesmas ideias, a fim de

compartilharem suas dificuldades, dúvidas, experiências e conhecimentos com os que buscam assumir seu cabelo natural crespo.

18h - OFICINAS - TURBANTE, CABELO E MAQUIAGEM, com Márcia Turbanista

18h - SHOW "PENHAROL RAP a DUB" CONVIDA: Dory de Oliveira: Com alguns anos dedicados ao cenário do Rap Nacional, Dory de Oliveira é militante do Rap Feminino. Já se apresentou em vários lugares importantes como Teatro Elis Regina, SESC Pompéia, hip hop dj no clash ,Sesc Santo André, Studio SP, Céus, entre outros, além de apresentações em Brasília, Minas Gerais, Rio Grande do Sul. Gravou participações com os grupos e artistas de destaque no cenário nacional.

18h30 - DESFILE – Finalização das intervenções artísticas e oficinas com um grande desfile de mulheres pretas produzidas com turbantes, cabelo e maquiagem.

20h - SHOW DE ENCERRAMENTO COM A CANTORA TÁSSIA REIS: Mais conhecida como Tássia Reis, é natural de Jacareí e despertou ainda jovem seu gosto pelas artes, iniciando os primeiros passos num projeto de dança em sua cidade natal. Com uma doce e inconfundível voz, vem mostrando seu talento desde 2011 com participações em diversos trabalhos ao lado de cantores conhecidos principalmente no rap nacional como: Marcelo D2, Rashid, AXL, o grupo Mental Abstrato e foi backing vocal da cantora Clawdia Ejara. Em 2013, deu início a sua carreira solo, lançou o videoclipe da música ‘Meu Rapjazz’, que obteve uma ótima aceitação do público e de profissionais do ramo, dando mais visibilidade ao seu trabalho. Foi convidada pelo fotógrafo Rafael Kent a participar do projeto Studio62, um registro intimista de uma das mais novas composições, a música “Bêbada de Feriado”. Além disso, foi recentemente convidada para abrir a turnê em comemoração aos 25 anos do grupo Racionais Mc’s. Acaba de lançar seu primeiro trabalho intitulado "Tássia Reis", um EP de 07 faixas que revelam versatilidade e bom gosto, sendo aclamado pela mídia especializada, conquistando ainda mais seu público, e disseminando a novos ouvintes.

OCUPAÇÃO PRETA

Quando: dia 25 de julho de 2015, a partir das 15h30

Onde: Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20, zona Leste de São Paulo)

Quanto: ENTRADA FRANCA

Informações: (11) 2293-6630

Nenhum comentário:

Postar um comentário