terça-feira, 9 de julho de 2019

N-1 edições lança livro do filósofo Peter Pál Pelbart durante a segunda edição da Flipei


“Ensaios do Assombro” analisa as últimas reviravoltas políticas do país. Editora lança também a caixa de cordéis “Rexistir” e o livro “Esferas da Insurreição”, de Suely Rolnik

“O Brasil dos últimos anos transformou-se em um campo de batalha a céu aberto” (Peter Pál Pelbart)

A Flipei (Festa Literária Pirata das Editoras Independentes) está de volta. Evento paralelo à Flip (Festa Literária de Paraty) que acontece entre os dias 10 e 14 de julho, de quarta a domingo, a Flipei é formada por mais de 12 editoras independentes e, no melhor estilo pirata, realiza-se em um barco que, atracado junto ao evento oficial, realiza uma programação paralela, com debates, happy hours, saraus e performances.

Um dos destaques da programação é Peter Pál Pelbart, um dos fundadores da N-1 edições, filósofo pela Universidade Paris IV (Sorbonne). O atual professor titular na PUC-SP no Departamento de Filosofia, lança na Flipei o livro Ensaios do Assombro (editora N-1), uma obra que analisa as últimas reviravoltas políticas no país e suas implicações. Pelbart falará sobre seu livro no sábado, dia 13 de julho de 2019, às 13h no painel Biblioteca de motins: leituras para incendiar o País, mas também sobre outros livros da editora, tanto recém-lançados como no prelo, que tratam do momento atual.

“Nos últimos anos, em nosso país, fomos de sobressalto em sobressalto, de estupor em estupor. O pensamento e a afetividade não poderiam ficar imunes às reviravoltas políticas desse período. Foi essa a aposta dos textos reunidos neste volume: colocar por escrito os movimentos do pensamento, na sua tensão própria. Uma das questões que atravessam esta coletânea é a seguinte: sob fundo da guerra (civil) em curso, quais estratégias vitais foram despontando?”, explica Peter Pál Pelbart, que falará não só do seu livro, mas também de outros livros da N-1 – já lançados e os que estão por vir – que tratem do mesmo tema.

Além deste lançamento, a N-1 também leva sua caixa de cordéis “REXISTIR”. São 10 cordéis publicados em 2019, todos eles com capas estampadas manualmente através dos mais variados processos. Cada cordel é como um bacilo de pensamento, pronto para contaminar o entorno e abrir no mundo uma fresta singular. Os autores Eduardo Viveiros de Castro / Achille Mbembe / Carmem Silva / Antonio Negri / Cristina Ribas / Jean Tible / Tatiana Nascimento / Tiqqun / Eduardo Passos e Danichi Hausen Mizoguchi / Yuk Hui. Nestes textos, os autores soltam suas rajadas teóricas, políticas, ecológicas ou filosóficas contra os consensos vigentes e a paralisia do pensamento. Num estilo cortante ou incendiário, eles têm o mesmo objetivo: sondar as reviravoltas em curso, bem como as insurgências por vir.

A N-1 leva também uma novidade no mercado que é o livro de Suely Rolnik, “Esferas da Insurreição”. A escritora palestra ao lado de Ailton Krenak no dia 11 de julho, às 19h (Barco Pirata). Nesta obra, Suely consegue antever e descrever a nova modalidade de golpe que vem devastando a frágil paisagem democrática do Brasil e América Latina: as movimentações que culminaram na destituição de Fernando Lugo da presidência da República no Paraguai, em 2012, Dilma Rousseff no Brasil, em 2016 e, mais recentemente, as que culminaram na prisão espetacular e especulatória do ex-presidente Lula, em 2018.

Flipei – Lançamentos N-1 Edições

Ensaios do Assombro, de Peter Pál Pelbart, 299 páginas – dia 13 de julho, às 13h, painel “Biblioteca de Motins: leituras para incendiar o País”

Esferas da Insurreição, de Suely Rolnik, 208 páginas – dia 11 de julho, às 19h, painel “Cosmologias Indígenas, palavras que carregam mundos”

Caixa de Cordéis REXISTIR. (2019) – Conteúdo: 10 cordéis, stand da N-1

Local: Barco Pirata da Flipei em Paraty, Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário