terça-feira, 8 de outubro de 2019

Rap Plus Size anuncia participações e divulga capa de seu álbum novo


RAP PLUS SIZE DIVULGA CAPA E PARTICIPAÇÕES DO ÁLBUM “A GRANDIOSA IMERSÃO EM BUSCA DO NOVO MUNDO”

Segundo álbum do duo formado por Sara Donato e Jupi77er tem participações de Djonga, Monna Brutal, Mulamba, Danna Lisboa, entre outros


“A Grandiosa Imersão em Busca do Novo Mundo” é o segundo álbum do Rap Plus Size, que será lançado dia 18 de outubro. O duo formado por Sara Donato e Jupi77er convidou nomes de peso para participarem do projeto: os rappers Djonga (“Pipeline”), Monna Brutal (“Submarino”), Kamau e Cris SNJ (“Nascente”), a banda Mulamba (“Cardume”), a cantora Danna Lisboa (“Espelho”) e as slammers Ingrid Martins (“Fôlego”) e Luz Ribeiro (“Aquário”).


Os beats foram produzidos pelo produtor e criador do selo TEIAinc.: Vibox (Victor Machado), que mergulhou visceralmente nas referências musicais sugeridas por Jupi77er e Sara e juntos construíram a identidade musical da obra. Vibox também assume a mixagem. A masterização é assinada pela Malka, travesti, produtora musical, dona do selo TravaBizness.

A arte da capa, que ilustra essa imersão, é de Raquel Tomé.


“A ideia é de aprofundar mais os temas que já havíamos abordado anteriormente no primeiro disco. Diferente de tudo que já fizemos, esse é um álbum conceitual. Pensamos em mergulho, imersão, estudamos muito sobre mergulho livre, pesquisamos sobre o oceano, para que seja de fato um mergulho profundo nas questões da gordofobia, de gênero e de opressão que já denunciamos e, para além disso, um mergulho em nós mesmes em direção a uma nova realidade”, explica Jupi77er.


As faixas são: “Aquário”, “Pipeline”, “Quebra Mental”, “Fôlego”, “Espelho”, “Baleia 52”, “Cardume”, “Submarino”,“Abissal”, “Nascente” e “Novo Mundo”.

SOBRE RAP PLUS SIZE

Rap Plus Size, formado por Sara Donato e Jupi77er, é um duo de Rap, Hip Hop e Funk que, desde 2016, se juntou na música como forma de expressão para combater a gordofobia, o machismo, o racismo, a LGBTfobia e todo tipo de opressão. No início, deveria ser apenas um projeto paralelo à carreira de Sara e Jupi77er, porém após o lançamento do primeiro álbum, homônimo, o projeto se solidificou em grupo de RAP, realizando inúmeras apresentações e diversas parcerias musicais que levaram a dupla ao grande destaque da cena do RAP nacional. Em 2018 firmaram parceria com a festa Toda Grandona, uma festa para empoderamento gordo com foco no body positive e criaram a música de mesmo nome da festa, que viralizou nas redes sociais. trazendo enorme visibilidade não só para a festa, mas para a causa principal do Rap Plus Size, de empoderamento e desconstrução do padrão de beleza. Em 2019, Rap Plus Size trabalha no novo álbum: “A Grandiosa Imersão em Busca do Novo Mundo” e viaja o Brasil levando sua arte e sua militância em prol do empoderamento de corpos dissidentes desconstruindo os padrões de beleza e cobrando respeito, empatia e diversidade no RAP e na música brasileira.


Integrantes


Sara Donato, original de São Carlos, canta RAP desde os 14 anos e em 2014 lançou seu primeiro álbum, de nome “Made In Roça também a xenofobia da capital paulista com as pessoas do movimento no interior do Estado.

Jupi77er rima desde os 12 anos e em 2015 lançou seu primeiro álbum, “A Arte da Refutação”. Em 2019 se assumiu trans não binário e a partir de então realizou a troca de seu nome artístico e social trazendo visibilidade para a causa trans e acolhendo essa pauta nos trabalhos do Rap Plus Size, que com a modificação alterou seu logo também, com a bigorna transfeminista.



Redes Sociais:



Streaming: Spotify | Deezer | iTunes

Conteúdo produzido por Alets Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário