sexta-feira, 13 de março de 2020

Djonga mostra que um raio pode cair no mesmo lugar mais de uma vez em álbum novo | Histórias da minha área



Seguindo fielmente como nos ultimo 3 álbuns, o rapper mineiro lançou seu quarto álbum no dia 13 de março às 18 horas. 

Como time que está ganhando não se mexe, o Djonga se manteve em sua zona de conforto e rima sobre coisas que ele já está acostumado. Mas mesmo assim, o rapper consegue entregar um ótimo álbum, tá ligado? Não é um critica negativa, pois se os problemas ainda são os mesmos, se as suas inquietações ainda são as mesmas, porque não continuar falando sobre algo que você está acostumado a rimar? 


A capa do álbum é bem emblemática, e muita gente só reparou na parte violenta. E pode ter ficado com a impressão que o álbum ia ser só sangue e tristeza. Mas fazendo jus ao nome do álbum, que é ‘História da minha área’, o Djonga entrega ótimas punchilnes e ideias. Djonga prova que um raio pode cair no mesmo lugar mais de uma vez! 

O álbum é do Djonga, mas quero dar destaque a jovem mc gaúcha, Cristal. Pra mim ela roubou a cena na faixa “Deus dará”. Ela chegou e deitou no beat e mandou só ideia quente! A mina não desperdiçou nenhuma linha! 


“Pelas irmãs que tiveram que desistir, nós tira o chão, nois cria asa, fé não vai tirar de mim
Abençoada por meus ancestrais, o que eu tiver eu devo a eles, divido com meus iguais
(...)
Antes de escolher comprar Nike ou Adidas, certificar que tem banquete pra gente encher a barriga” 

Quando eu ouvi ela soltar essas linhas eu arrepiei e fiz aquela famosa careta de célokooo! Isso é papo de preto pra preto, tio! 

O álbum tem 10 faixas, 9 produzidas pelo Coyote e uma pela Renan Samam e participações de: NGC Borges, FBC, Bia Nogueira, Cristal e Mc Don Juan. 

Ouça:



Nenhum comentário:

Postar um comentário