quarta-feira, 19 de agosto de 2020

#ANAINDICA | Ouça "Ambush Bahia", o primeiro álbum do baiano ISSA

 


Sendo alguém que ama música, mas acaba ouvindo muito mais Rap, é muito gostoso quando outras sonoridades chegam na gente. E essa sensação gostosa que gostaria de proporcionar com essa indicação. 

Ambush Bahia é o primeiro álbum do cantor, compositor e instrumentista baiano Issa. Em seu primeiro trabalho autoral, o artista assenta sua sonoridade na musicalidade nyahbinghi, reggae, dub, do samba e também do pagode, do rap e da música pop.

O primeiro som do álbum que ouvi, foi "Impostor", que conta com participação da da poeta e MC Má Reputação, e me deu vontade de ouvir o álbum todo. Faixa cheia de significados e uma sonoridade, que parece falar perto da gente num lugar de carinho, como alguém que tem afeto por nós e deseja nossa emancipação. 

O Ambush Bahia é um álbum que tem uma sonoridade muito diversa e ao mesmo tempo com marcas que deixam bem forte a presença baiana e jamaicana. Segundo o próprio artista, o álbum tem muitos elementos das cultura bantu, que ele prefere chamar de bantu-nyahbinghi.

"O ritmo é tanto conhecido e significado como a batida do coração, quanto denomina uma ordem Rastafari que foi formada por negros e negras levados de países como Rwanda e Uganda, onde a prática espiritual foi liderada pela matriarca Rainha Mumusa, símbolo da ancestralidade rastafari nyahbinghi" complementa ISSA. 

Em “Anunciação”, canção que abre o disco, o ritmo nyahbinghi sustenta a poesia que faz uma homenagem aos afoxés citando o clássico “Bahia Jamaica” de Chico Evangelista e Jorge Alfredo”. Entre outras citações ao decorrer do disco como Sine Calmon, Gilberto Gil e Raimundo Sodré, esse último em parceria com o rapper Marcola na faixa “Carrossel”. O disco conta com a participação também do sambador Shalom Adonai, da nova geração de violeiros da Bahia, além de um time de músicos que ajudaram a construir o mosaico do Ambush Bahia: Ejigbo (Baixo), Felipe Pires (Piano Elétrico), Bruno Torres (Sax e Flautas) com a produção musical da Aquahertz e co-produção e guitarras por Mayale Pitanga.

Confira nas principais plataformas digitais, clicando na imagem abaixo.




Nenhum comentário:

Postar um comentário