sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Priscilla Fenics lança o som "Meia Quatro" com participação de Suh Menezes

BeiLLi, Priscilla Fenics e Suh Menezes na música Meia Quatro. 

Foto: Fridas Comunica e Fotógrafa


Quem vai tapar os buracos das balas?

A nova música da Priscilla Fenics, “Meia Quatro”, conta com a participação de Suh Menezes e aborda a fragilidade da política brasileira e constante ameaça de direitos conquistados por movimentos sociais.

O lyric vídeo, produzido por Policeno, traz referências de um dos períodos de grande ruptura no país, a ditadura militar, fazendo um paralelo com as condições atuais nas periferias brasileiras, que é alvo constante do militarismo.

“Pulsos pretos, antes correntes, hoje algemas... Comecei a escrever essa música na abordagem de trazer reflexão sobre um período tortuoso para a população preta e periférica, que nunca foi considerada como ‘cidadãos de bem’, nem ontem, nem hoje”, comenta Priscilla Fenics.

Novas eleições estão próximas, e “para trilharmos novos caminhos é preciso reconstituir nossa história com atenção à memória que nos ensina. O Brasil é um projeto. Do Ocidente, é claro. A história contada pelo opressor nunca será a mesma que a nossa”. E para isso, é importante atentar para produções pretas e periféricas e seus olhares reais.

A faixa foi produzida por BeiLLi no estúdio do Duck Jam, duas referências no rap nacional. A música é a última prévia do 2º álbum da Priscilla Fenics, chamado #arbocaura, com lançamento previsto para abril de 2021.

Em agosto, foi lançada a música Brilha e Queima, com participação de Ryane Leão. O álbum ainda reúne o time: Nerie Bento, Brisa Flow e Vanessa Jackson, além de Suh Menezes. A proposta do álbum é que o ouvinte mergulhe em duas sessions, surpreendendo com os beats, trazendo várias temáticas que despertem conexões e sentidos com a juventude preta e periférica.


Confira:


Um comentário: