sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Zero Meia lança seu primeiro álbum solo: Rimas Que Preciso Por Perto



Há 17 anos presente na cena da cidade, rapper ponta-grossense traz o melhor da essência boombap em novo álbum


Nascido e criado em Ponta Grossa - PR, Alex Januário também conhecido como Zero Meia lançou seu primeiro álbum solo “Rimas Que Preciso Por Perto”. Iniciou sua trajetória no rap paranaense em 2003 com o grupo Federação Repúbli-k, participou do coletivo Produto Nosso e atualmente faz parte do coletivo Salve Salve Mic On. O lançamento é o seu primeiro trabalho solo e conta com pelo menos sete produtores diferentes, assim como a participação de outros artistas.


A elaboração do álbum começou a tomar forma no final de 2018, como algumas rimas já haviam sido gravadas, Zero Meia conta que o que levou mais tempo foi o processo de construção das músicas: “Como eu já tinha a maioria das letras escritas, a minha maior preocupação foi encontrar os instrumentais que tivessem uma boa qualidade e que casassem com a ideia das letras.” conta o rapper.


O álbum possui 10 faixas com produções assinadas por Léo Casa 1, Scooby, Galdino Beats, Gean Brasil, Luis Cilho, Hal Dom e Mestre Gu Beatmaker, bem como participações de DJ Banga, Gafanhoto, Will No Control, Souz, Stanley, Banks e Perdidão em diferentes tracks. Carregando a essência boombap com alguns beats de trap o álbum une a atualidade característica do hip-hop com a vivência e referências do rapper, mantendo-se fiel a realidade de uma longa caminhada dentro do rap nacional independente.

“Rimas Que Preciso Por Perto” é mais um lançamento do selo Piá de Vila, Zero Meia que é um dos produtores do selo conta a importância desse trabalho em conjunto para este e os próximos lançamentos: “Nosso foco na Piá de Vila é ter uma estrutura mínima para dar vazão aos trabalhos e expandir a nossa cena a nível nacional. Somos eternos aprendizes da música e quem faz música sabe que nada é fácil, nada vem de graça, tudo exige muito esforço. A música muda a todo instante, o que funciona hoje amanhã pode não funcionar.” conta o rapper ao explicar a importância de se manter atualizado e alinhado ao selo.

Ouça: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário