quarta-feira, 9 de dezembro de 2020

Hot e Oreia lançam clipe impactante inspirado em Bacurau | Domingo & Presença

As faixas "Presença" e "Domingo" ganharam filme dirigido por Belle de Melo com duras críticas ao cenário sociopolítico brasileiro 


O longa-metragem Bacurau é a maior referência para Hot e Oreia no seu mais novo clipe que une as faixas "Domingo e Presença". Dirigido por Belle de Melo e com produção da Cave, o filme traz ainda alusões às artes plásticas - mais especificamente aos quadros “Antropofagia”, de Tarsila do Amaral, “A Sereia”, de Alfredo Volpi, “Exu Black Power”, de Abdias do Nascimento e "A Última Ceia" de Leonardo da Vinci - e cita a história da música popular brasileira, reproduzindo parte do discurso de Caetano Veloso no Festival Internacional da Canção em 1968. Tudo isso, floreado por rimas e cenas impactantes com duras críticas ao atual cenário sociopolítico brasileiro.


Aliás, a voz de Caetano Veloso se faz presente na faixa "Presença", assim como a do cantor e compositor Nelson Ned em "Domingo". Ambas as músicas fazem parte do elogiado álbum "Crianças Selvagens", que o duo mais autêntico do hip hop nacional lançou em setembro deste ano. O clipe endossa o estilo de Hot e Oreia acostumados a usarem versos e o audiovisual para bradar com doses de humor por suas causas e contra injustiças sociais. 


"Escolhemos Bacurau como pano de fundo porque traz essa representação do que é ser brasileiro e como as figuras em cargos de poder não nos representam enquanto coletivo", explica Hot. "Mostra uma visão nossa sobre como esses políticos de hoje são ainda tão coloniais quanto os que chegaram aqui há mais de 500 anos", acrescenta. 


Para Oreia, o processo de produção do filme foi revolucionário. “Como nos nossos outros clipes, queríamos provocar uma reflexão sobre a diferença de classes e a supremacia branca que rolam no país. A referência a Bacurau veio disso. De certa forma, durante as filmagens, essa diversidade também surgiu, nos servindo como um processo de aprendizagem profundo”, afirma.


Nenhum comentário:

Postar um comentário