sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Entrevista T.I. (Fevereiro de 2008)


21-Fev-2008
Desde que foi preso por posse de armas, sendo mantido em prisão
domiciliar, o rapper T.I. está compreensivelmente quieto na imprensa. Mas
agora, em uma recente entrevista para a revista Rolling Stone, Tip quebrou
seu silêncio.

O rapper falou sobre como foi atuar no filme American Gangster e sobre o
que achou do álbum que Jay-Z fez inspirado no filme, além de confirmar
vários detalhes de seu álbum Paper Trail, que está sendo gravado em seu
estúdio caseiro. Confira abaixo:

RS: Seu personagem em American Gangster é como você, do Sul. Você sentiu
que poderia ser relacionado a ele?

T.I.: De algumas formas eu posso. Eu tinha um tio que se parecia comigo
quando era mais novo, mas eu não quis seguir os passos dele, você sabe. E
eu não era tão selvagem como o meu personagem era. Eu tinha um pouco mais
de compreensão da circunstância.

RS: Certo. Seu tio era uma espécie de vigarista?

T.I.: Sim, ele fez muitas coisas (risos). Ele não era o Frank Lucas, mas
foi um Frank Lucas.

RS: Jay-Z disse que a cena com você e Denzel, onde você diz que abrirá mão
do baseball para seguir os passos dele foi o tipo de cena que inspirou o
álbum dele. Esta cena fez você refletir mais sobre você e seu tio?

T.I.: Absolutamente. Experiência de vida é uma das coisas mais importantes
para um ator, poder retirar alguma experiência real e aplicá-la em uma
cena é provavelmente a coisa mais preciosa que você pode ter como ator.
Depois da cena, Denzel disse: ‘Hey cara, sabe de uma coisa? você é um ator
de verdade,’ e isso me deu asas. Foi notável.

RS: O que você achou da interpretação do filme feita por Jay-Z?

T.I.: Eu sou fã do Jay-Z e acho que foi um de seus melhores álbuns desde
The Black Album. Seu melhor álbum foi, certamente, The Black Album, e
muitas pessoas diziam que Jay não poderia fazer aquilo novamente. Eles
achavam que ele não era capaz de fazer a mesma música de outrora. Eu acho
que ele provou que pode. Estou orgulhoso dele.

RS: Você pensou em fazer algumas músicas para o filme?

T.I.: Eu falei com o Jay sobre fazer músicas para o filme, mas acho que
ele já estava um passo a frente preparando o álbum dele.

RS: Você continua trabalhando em seu álbum?

T.I.: Absolutamente. Ele se chama Paper Trail e será ótimo.

RS: Quantas faixas você já fez?

T.I.: Tenho cerca de trinta e algumas concluídas, mas estou apaixonado por
dezesseis delas e ainda estou trabalhando no álbum. Depois que você tem
essas dezesseis, acaba tentando fazer mais dezesseis melhores e escolhe a
melhor.

RS: Com quem você está trabalhando?

T.I.: Eu tenho músicas com Danja, tenho uma faixa de DJ Toomp. Tenho
faixas de Little C e Keith Mack da Grand Hustle Productions e músicas de
J.R. Rotem e Jay Rock. Poucas pessoas.

RS: Você tem a sensação de que este álbum será diferente do último?

T.I.: Eu não sei se posso dizer como este será diferente do último, mas
sei que você certamente será capaz de notar a diferença. As pessoas para
quem mostrei as músicas disseram que o material lembra muito meus álbuns
anteriores, I’m Serious e Trap Muzik. O trabalho se chama Paper Trail
porque pela primeira vez, desde o meu primeiro álbum, estou escrevendo as
letras tipo caneta e bloco, estilo old school. Eu apenas ouvia a batida e
já mandava o rap. Agora que estou escrevendo, acho que o trabalho será um
pouco mais eloquente.

RS: O que fez com que decidisse fazer isso?

T.I.: As pessoas estavam falando o quanto sentiam falta dos meus sons
antigos, eles sentiam falta do T.I. do I’m Serious.

RS: Você está trabalhando em seu estúdio caseiro estes dias, eu suponho.
Você tem tudo que precisa lá?

T.I.: Absolutamente cara. Mais do que preciso.






Agradecimentos : Central Do Rap

Nenhum comentário:

Postar um comentário