domingo, 17 de agosto de 2008

Milhares se despedem do ator Bernie Mac em Chicago


O funeral do ator e humorista Bernie Mac, que morreu na semana passada por complicações de uma pneumonia, fez com que milhares de pessoas ficassem horas em fila em Chicago para dar o último adeus ao americano.

Segundo o jornal "The Chicago Tribune", alguns fãs do ator permaneceram na rua durante toda a noite para conseguir um lugar ao presenciar a celebração do funeral na igreja The House of Hope, com capacidade para dez mil pessoas.

Entre as personalidades que discursaram no funeral para prestar homenagem ao humorista estavam o ator Samuel L. Jackson e o prefeito de Chicago, Richard Daley.

Também participaram os companheiros de Mac no documentário "The Original Kings of Comedy", Steve Harvey, D.L. Hughley e Cedric Antonio Kyles, conhecido como "Cedric The Entertainer".

A apresentadora de televisão Oprah Winfrey e o candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, assim como o ator Andy Garcia, com quem trabalhou no filme "Onze Homens e Um Segredo", foram algumas das personalidades que enviaram suas condolências.

O prefeito comentou no funeral o compromisso que o ator tinha com Chicago e sua disposição de lutar pela redução dos crimes com armas de fogo, assim como por apoiar que a candidatura da cidade a sediar os Jogos Olímpicos de 2016.

"Ele representava a cidade de Chicago como só alguém que conhece bem as ruas e a sua gente pode fazer", disse o político. "Sua alma nunca se desligou de Chicago", acrescentou.

Mac era uma das principais figuras do programa televisivo "The Kings of Comedy" e conhecido por filmes como "Onze Homens e Um Segredo" e pela última versão de "As Panteras".

O ator e comediante morreu no sábado passado aos 50 anos por causa de uma complicação da pneumonia. Nos últimos anos, Mac, cujo nome real era Bernard Jeffrey McCullough, sofria de uma séria doença inflamatória que afetou seus pulmões.

Rapevolusom

Nenhum comentário:

Postar um comentário