sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Django Livre #DicadeFilme


Django Unchained (no Brasil, Django Livre; em Portugal, Django Libertado) é um filme de aventura de faroeste estadunidense de 2012 escrito e dirigido por Quentin Tarantino. O filme é estrelado Jamie Foxx, Christoph Waltz, Leonardo DiCaprio, Kerry Washington e Samuel L. Jackson. O filme foi lançado em 25 de dezembro de 2012 (Dia de Natal), na América do Norte.5 6
Situado na era antes da guerra do Deep South e Velho Oeste, o filme acompanha um escravo liberto (Foxx), que caminha por todo os Estados Unidos com um caçador de recompensas (Waltz) em uma missão para resgatar sua esposa (Washington) de um fazendeiro cruel (DiCaprio).
O filme recebeu críticas muito positivas dos críticos e foi nomeado para cinco prêmios no Oscar 2013, incluindo Melhor Filme. Christoph Waltz recebeu vários prêmios por sua atuação, e ganhou o Globo de Ouro, BAFTA e seu segundo Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Seu primeiro Oscar foi para outro filme de Tarantino de 2009, Inglourious Basterds, poucos atores ganharam mais de uma vez nesta categoria.7 Tarantino ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original, seu segundo Oscar nesta categoria para a qual ele venceu pela primeira vez em 1995. para co-escrever Pulp Fiction, assim como o Globo de Ouro e o BAFTA. O filme arrecadou mais de $425 milhões de dólares nos cinemas em todo o mundo, tornando-o filme de maior bilheteria de Tarantino até hoje.


Enredo

Django (Jamie Foxx) é um escravo que tem seu destino completamente alterado quando é comprado pelo Dr. King Schultz (Christoph Waltz), alemão caçador de recompensas que se esconde atrás de um disfarce de dentista. A aquisição feita por Schultz, no entanto, não é aleatória: ele precisa da ajuda de Django para identificar seus próximos alvos.
Em contrapartida, Schultz promete libertar Django assim que a missão for cumprida. Depois de ser tornar um homem livre, Django continua na estrada com Schultz, de quem agora é parceiro, até que é chegada a hora do grande desafio: enfrentar o poderoso Calvin Candie (Leonardo DiCaprio) para libertar sua esposa, Broomhilda (Kerry Washington).
O filme é um clássico ‘tarantinesco’: mistura faroeste, lendas alemãs, referências pop, cenas divertidas e litros de sangue para contar a história de um homem que já passou uma temporada no inferno e que agora quer reencontrar seu grande amor e se vingar dos seus opressores.
Durante a longa jornada de Django, vemos sua transformação de escravo submisso, assustado e compassivo em um homem seguro, frio e, muitas vezes, cruel, que faz o que tem que ser feito para alcançar seus objetivos. Uma peça crucial dessa metamorfose é, sem dúvida, Schultz, um cara impiedoso com bandidos, mas que, no fundo, era um coração mole que não suportava ver inocentes sofrendo e que tinha nojo da escravidão.
A amizade de Django e Schultz é incrivelmente sólida e verdadeira. Vale destacar as atuações inspiradas do sempre ótimo Christoph Waltz, do fazendeiro arrogante vivido por DiCaprio e do escravo racista e invejoso interpretado por Samuel L. Jackson.8

Nenhum comentário:

Postar um comentário