quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Ocupação Preta de novembro traz como tema a tradição dos Bailes Black



Os bailes black foram um verdadeiro sucesso de público durante a década de 1970 no Rio de Janeiro e em São Paulo. O valor cultural desse movimento era tanto que artistas de qualidade ganharam notoriedade nacional por conta dos bailes, como o cantor Tim Maia. O OCUPAÇÃO PRETA deste mês de novembro traz como tema os “Bailes Blacks – Sociedade, articulação e resistência da população negra”. O evento acontece no próximo sábado, dia 28 de novembro, a partir das 16h, no Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20, Zona Leste de São Paulo). O Ocupação Preta tem ENTRADA FRANCA.

Cada vez mais, o mito da democracia racial brasileira tem sido questionado pelos mais diversos atores sociais. E especialmente a partir dos anos 2000, acompanhamos uma pulsante produção realizada por artistas, coletivos, grupos e companhias de teatro e dança que produzem uma arte engajada, questionadora e que coloca em xeque essa ideia. Além disso, o mito da democracia racial e o racismo também têm sido questionados por pesquisadores do campo acadêmico que, a partir de seus trabalhos, têm evidenciado as desigualdades marcadas pelo fator étnico-racial. Nesse sentido, o projeto Ocupação Preta realiza uma vez por mês uma programação que discute as relações raciais no Brasil através, tanto da produção acadêmica sobre a problemática, como das diversas manifestações artísticas realizadas pela população negra de São Paulo.

PROGRAMAÇÃO

16h Roda de Conversa

Bailes Blacks – Sociabilidade, articulação e resistência da população negra

Sharylaine

Sharylaine é Rapper, Compositora, Cantora. Advinda dos bailes blacks, inicia como MC em 1986 através da gang de break "Nação Zulu", onde funda ao lado de City Lee o grupo "Rap Girls".Realiza sua primeira gravação solo na coletânea "Consciência Black" em 89. Atuante na Cultura Hip Hop e do Samba é uma ativista cultural, social e política.

Willian Santiago(Ziwbabue)

Produtor musical apresentador de programa e radio.o som da massa pela Bandeirantes e 105 FM ,diretor presidente da Zimbabwe e presidente da apeesp.associação dos promotores de eventos.

Márcio Macedo confirmado

Márcio Macedo é graduado e Mestre em Sociologia pela USP. Atualmente trabalha como professor do FIAM FAAM Centro Universitário e é doutorando em Sociologia pela The New School For Social Research, em Nova York. Tem pesquisado e escrito sobre movimento negro no Brasil, relações raciais e formas de sociabilidade da população negra paulista. Sua pesquisa de doutorado centra-se em uma reconstrução histórica do movimento hip-hop em São Paulo.

18h Penharol

19h Intervenção

Soul Sirters

O grupo nasceu no ano de 1999 através das oficinas culturais na casa do Hip Hop em Diadema, seu principal intuito é difundir alguns dos estilos da dança de rua mas priorizando sempre a base para todos esses estilos que é o Funk Soul

Através de coreografias próprias dos estilos Funk ,Locking e Breaking o grupo mostra que é possível a evolução dos passos sem perder o essencial sua base ou seja sua raiz. Coreografias essa que sempre resgatam grandes nomes da musica Black, tanto brasileira como americana. O grupo já participou de vários shows dentro e fora da cidade de são Paulo

Dance +

19h Samba Rock na Veia

Samba Rock na Veia é conhecido pela luta e difusão da cultura samba rock. Neste mês de novembro o projeto completa oito anos de atuação, desenvolvendo atividades para difundir a cultura samba rock para o Brasil inteiro com ações sócio-culturais e de produção concentradas no estado de São Paulo e sua capital. Foi em 2007 que nasceu o blog Samba Rock Na Veia, com o objetivo de preencher a falta de informação sobre o assunto na internet, atendendo um público que tinha dificuldade de encontrar informações sobre artistas, lugares para dançar, fazer aula ou simplesmente ouvir o estilo musical. Samba Rock Di Quebrada dentre outros. Mais informações

20h- Bafafa

O Coletivo BAFAFÁ começou a partir do desejo em comum de um grupo de amigos, criar na noite paulistana uma festa, um encontro de amigos músicos, artistas e dançarinos para celebrar e apresentar suas pesquisas em volta da cultura africana. Desde o início a característica principal do coletivo é a de uma plataforma, onde seja experimentado, mostrado e criado projetos, pelo coletivo e também de próximos. Além de arranjados musicais sempre com participações de Thiago França, Kiko Dinucci,

Felipe Roseno nas Gigs, e discotecagens sempre especiais oferecidas por Bruno Buarque, Lucas Martins, Eduardo Brechó, dentre outros.

_____________________________________________________________________

OCUPAÇÃO PRETA

Quando: dia 28 de Novembro de 2015, a partir das 16h00

Onde: Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20, - ZL - São Paulo)

Quanto: ENTRADA FRANCA

Informações: (11) 2293-6630
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top