sexta-feira, 18 de maio de 2018


Superbe lança seu primeiro trabalho no ano de 2018. Com um tema sensual. Surpreendendo, ao anunciar que o estilo R&B e Trap Soul, estará frequente nos lançamentos do artista este ano. 
Com uma produção de Bronca Filmes e participação especial da Modelo "Rachel Alves", conferimos uma bela produção, onde  a história desde o início traz um clima sensual e íntimo ao público, trazendo por hora uma sensação de interação com a modelo.

Assista:


"Estou definitivamente convicto de que, essa nova etapa musical que estou vivendo é muito meu espírito! Sem perder, claro, minha identidade. Mas pô, eu sempre fui romântico rs!" - conta

Superbe adiantou para nós que já está com mais um outro vídeoclipe romântico engatilhado, essa do acústico que é popular em seu bairro e no meio de seus fãs. 

"De Janeiro a Janeiro já está pronto. É minha música de trabalho e meu maior projeto. É o primeiro videoclipe da minha série musical "Ressurreição". É o primeiro episódio da história do meu primeiro álbum autoral que já está na rua desde o ano passado. Estou ansioso, pois, é uma parada criada por mim e o DJ Zakien, é originalmente nosso.. nunca alguém havia pensado nisso, faremos tipo Netflix, porém em música. rs.. dividido em 4 capítulos, em 4 músicas do álbum. Iremos ilustrar bastante, ficçao e tudo mais, porém entraremos em assuntos muito sério do nosso cotidiano, incluíndo a política.. na nossa visão, na nossa identidade!"

Sobre parcerias, o cantor do Jd.Angela adiantou:

"Tem alguns feats pra sair sim, um deles é com o Rapper Dguedz (Ex Integrante do All Star Brasil). É um cara que me espelho muito, nosso seguimento musical é bem parecido.. podem esperar um hit! Os muleque vão curtir! rs"

Acompanhe Superbe nas redes:

www.youtube.com/GustavoSuperbe
www.facebook.com/GustavoSuperbe
www.instagram.com/GustavoSuperbe
www.twiter.com/GustavoSuperbe

quinta-feira, 17 de maio de 2018


Renan Inquérito e Rashid fazem parte da programação e falam sobre
a influência literária no Hip-Hop

Renan e Rashid em show no Sesc Ribeirão Preto em maio (Foto: Márcio Salata)

Difícil dizer se primeiro veio o Ritmo ou a Poesia, mas a soma de batidas e palavras que faz do rap uma linguagem é também porta de entrada para o mundo literário e da escrita. Exemplo disso é a facilidade com que os rappers Renan Inquérito e Rashid escrevem por linhas a fio em poesia rimada ou articulando pensamentos.

Durante a 18ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, Renan e Rashid trazem ao público uma nova maneira de se falar sobre literatura e música, usando o rap como conexão e a escrita como arte transformadora.

Na sexta-feira (25), Renan Inquérito apresenta a sessão “Clássicos da Minha História” com  imersão em “De MANO para MANO(el)”, sarau que homenageia o legado de Manoel de Barros com a modernidade e informalidade da poesia de rua que Renan domina como ninguém. Autor de três livros, Renan é professor, compositor, poeta e MC. Fundou o grupo Inquérito,  atuante desde 1999 e referência do rap produzido no interior de São Paulo.

Renan, “De MANO para MANO(el)” (Foto: Márcio Salata)

No sábado (26), um salão de ideias reúne Renan e Rashid tratando sobre a influência que os livros têm em suas carreiras musicais e o quanto a literatura é fundamental para o Hip Hop. Em conversa sobre educação, sociedade e cultura, os dois mostram os paralelos e conexões entre escrita, leitura e música.

No mesmo dia, Rashid faz lançamento e tarde de autógrafos de seu primeiro livro, intitulado Ideias que rimam mais que palavras - Vol.1, obra biográfica em que conta a própria história através das letras de suas canções.

Rashid (Foto: Tiago Rocha)

A parceria de Renan e Rashid também pode ser conferida na faixa “Turbulência”, no novo álbum do Inquérito, Tungstênio, lançado em março.   

Serviço:

Sexta-feira, 25 de maio
Renan Inquérito em “Clássicos da Minha História”: “De MANO para MANO(el)”
10h30 | Auditório Meira Jr, Theatro Pedro II | Rua Álvares Cabral, 370

Sábado, 26 de maio
Renan Inquérito e Rashid no Salão de Ideias “Livrando com o Hip Hop”
Tarde de autógrafos com Rashid
16h30 | Auditório Meira Jr, Theatro Pedro II | Rua Álvares Cabral, 370

Atividades gratuitas. Retirada de senha com 1h de antecedência.

Siga Inquérito: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Spotify

Siga Rashid: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Spotify

O cantor Caio Moura se apresenta neste sábado dia 19/05 às 19h no Centro Cultural Butantã no evento Show Canta e Encanta promovido pelo próprio centro cultural. Caio Moura está prestes a lançar o seu primeiro trabalho intitulado "Coração Balança" e em breve iniciará as atividades desse aguardado disco.

O Noticiário Periférico indica esse grande show e ansiosamente, aguarda por essa obra prima.


James Gardin continua no corre e lança  um novo vídeo do seu single "Complaining".

O single funk inspirou a produção de Young Heat. "Complaining" apresenta um groove móvel com um estilo de dirigir apertado que visa abençoar os ouvintes em todo o mundo.
Gardin diz: "É tão fácil reclamar do que está errado e tudo o que achamos que está indo contra nós, mas se nos sentarmos e reconhecermos o poder que temos, podemos dar os passos para mudar nossas vidas".

O single teve uma ótima apresentação com uma estreia no Hot97, um recurso da NPR, e até mesmo sendo a música tema do First Take da ESPN no mês de dezembro.

Assista:

quarta-feira, 16 de maio de 2018


No dia 11 de maio, sexta feira foi lançado o clipe da música "Ouvindo Um Funk" do grupo de rap Idioma. Residentes da Zona sul de São Paulo no bairro do Jardim Ângela, os dois integrantes do grupo Maestro Androide e V-Rep estão divulgando a música que faz parte do album que vão lançar em breve intitulado "Batidas Riscos e Rimas". O clipe lançado fala sobre a musica Funk e as bandas que fizeram sucesso nos anos 70 e 80 e uma vertente musical do Brasil que com apoio da mídia se apropriou do mesmo nome causando assim uma cultura destorcida. A música "Ouvindo Um Funk" foi escrita e produzida pelo V-Rep e conta com riscos e colagens do seu irmão Maestro Androide, gravado, mixado e masterizado por Alanshark no estúdio Ponta de Lança, as imagens e edição do clipe foi feita por Geovanni Santana. 

O grupo IDIOMA surgiu em 2004 com o mesmo propósito até os dias atuais, que é fazer a música de acordo com o gosto dos integrantes independente de tendências do mercado musical.


Com seu r&b, a cantora pretende colocar todos para dançar

Após quase 2 anos de produção, a cantora NEGGA fez a estreia de “Rosas & perfumes”, o seu primeiro disco
oficial. Alicerçado no r&b, e repleto de suingue, o projeto é composto por 9 músicas que versam sobre o
empoderamento feminino, amor próprio, respeito e determinação.

“Rosas & Perfumes reflete tudo o que tive, perdi e conquistei”, diz ela. “A rosa, além de ser bonita, é frágil. Mas
também tem espinhos, que a defende das ameaças ao seu redor. E eu sou assim, como a maioria das
mulheres. O perfume representa o meu lado marcante e forte, sou a fragrância mais forte que fica. Assim,
mesmo seguindo meu caminho, deixo a minha marca na vida das pessoas”.

NEGGA é objetiva nas palavras. Eleva a autoestima das mulheres. Quer que todas se divirtam e dancem.
Apesar de ser combativa, não deixa de apresentar o seu romantismo. Ela também enaltece a relação conjugal,
é afetiva. Porém não está disposta a seguir regras. NEGGA mostra que é possível amar e ser amada, sem
precisar ser submissa.

“Rosas & Perfumes” é produzido por Frank Jay e recebe as participações do rapper Bruno Bruni (Inverso),
na música “Tranquilidade”, e Ryckko, em “Café”.

PLATAFORMAS DIGITAIS
Youtube:



Tracklisting:
1. Rosas e Perfumes
2. Chama
3. Seja Forte
4. Você não quis
5. Quando chego
6. Regras
7. Meu menino
8. Tranquilidade
9. Café

SOBRE A NEGGA
Natural de Poços de Caldas, MG, a NEGGA compõe desde os 12 anos de idade. Na igreja formou o grupo
"Ladies" e lambém fez parte do "The Best Off Life". Aos 20 anos, ela iniciou a carreira solo e participou de
diversos eventos em Minas Gerais. Em 2016, pensando em alçar vôos mais altos, NEGGA se mudou para
Campinas, SP, onde fecha parceria com a BDM Produções do Produtor/Beat Maker Frank Jay e o
Coletivo BMG Gang.

O terceiro ritual do EP Prólogo d'A Seita é nomeado de Amaterasu composto por: Bobby AUS, Smack, Melt & Lady Lay com produção musical de RVTX & Zaia. O nome Amaterasu é derivado de Amateru que significa "que brilha no céu", é parte da mitológia japonesa que significa deusa do sol na religião xintoísta. 

Assista:


terça-feira, 15 de maio de 2018


Mariana Soares é a Sistah Mari, nascida e criada na Zona Leste de São Paulo. Artista ímpar que reúne em sua natureza a força e o infinito que arte proporciona. Foi através da música que Sistah Mari deu vazão ao seu dom e compôs suas primeiras letras em 2008, dando 
assim inicio ao seu sonho, através do reggae. 

Dentre o decorrer de sua carreira teve passagem pela banda Raízes do Bem que integrava o projeto Raízes e Culturas, participou da 2º edição do Feminine hi fi, integrou a Crew Original Omega e dentre os trabalhos produzidos temos o single O Fogo lançando em Janeiro de 2018. Integrou a Omega Cypher que foi lançada em Março/2018 e atualmente integra a Crew Dawtas of Aya. 

Sua inspiração vem das mulheres que já estão no corre, lutando para mostrar sua identidade. Em toda sua trajetória e trabalho Sistah Mari nos mostra a sua luta, resistência e perseverança onde dissemina a cultura preta periférica e o papel da mulher em um todo, lutando pela liberdade Preta. Aguardem mais lançamentos e novidades de Sistah Mari em 2018. Sistah Mari chega na cena do Quebrada Groove convida e nos brinda com a música Somos todas Marias. 

Dá o play, curte, comenta e compartilha.