terça-feira, 27 de junho de 2017

Kendrick Lamar lança o clipe da musica "ELEMENT"


"Element" é mais um som do tão aclamado álbum DAMN. Confira o clipe!


read more...

Di Jorge lança o som "MariaMa"


Sou o Di Jorge, compositor e cantor das ruas de Santo Andre (ABC), curtidor de rap e estou preparando um Ep que está em processo de finalização e em breve estarei lançando o mesmo. Por hora soltei um single, a música Mariama, pra começar a divulgar o trabalho, para que as pessoas possam começar a conhecer e receber a energia que foi posta nesse trampo em forma de música.

Mariama vem com o beat assinado por Pedro Simples, produzida no estúdio Mazmorra records, captação de voz no QG Bloco 133 e conta com as vozes adicionais de Nego Iego do Tramando Ideia Rap, percussão feita por Nikolas Chacon, mixado e masterizado no QG Tramando.
 
A música Mariama fala sobre amizade, parceira e companheirismo entre duas pessoas que cresceram juntos na mesma vila, fala também sobre a luta da mulher negra, de como ela tem que se impor, de como ela precisa ser forte, determinada e orgulhosa de si própria. Mariama e um exemplo de auto-estima e positividade, tudo isso foi o que me inspirou a fazer essa música em homenagem a ela e a todas as mulheres negras que enfrentam de cabeça erguida todas as lutas e batalhas do dia a dia.

read more...

TP084 EM PARCERIA COM JEFF LUI E SH TORRES LANÇAM A MÚSICA “CRIMINAL”.


A dupla TP084 se une com Jeff Lui e SH TORRES, numa conexão Natal-Paraíba para lançar sua nova música, intitulada “CRIMINAL”.

A faixa relata 4 diferentes visões de como é viver entre a guerra das facções e a opressão policial nas periferias nordestinas.

A faixa foi gravada no CB Studio e mixada e masterizada por Pitota Undersound.

read more...

Neste DOMINGO- Feira do Vinil homenagea MARCOS VALLE em Laranjeiras


Feira do Vinil do Rio faz sua primeira edição do ano em Laranjeiras e homenageando Marcos Valle, no domingo, 02 de julho, em novo ambiente e área de alimentação

Com entrada franca e cerca de 2000 frequentadores por edição, evento se despede do Flamengo, após cinco anos, e aporta no Clube Hebraica, oferecendo melhor infraestrutura e se estabelecendo como um programa para toda a família

A Feira do Vinil do Rio de Janeiro chega à sua 19º edição, no dia 02  de julho, domingo, buscando renovação, incluindo novos ares. Assim, aos 5 anos realizando suas edições no Flamengo, o evento vai estrear, neste ano, no Clube Hebraica, em Laranjeiras, com o pé direito: será homenageado, no dia, o cantor e compositor Marcos Valle, que comparecerá ao evento para receber um troféu exclusivo confeccionado pela artista plástica Norma Gantert. A edição vai oferecer, também, uma área de alimentação, com cervejarias artesanais. A Feira do Vinil do Rio - são duas edições anuais na Zona Sul e duas na Barra –é produzida por Marcello Maldonado e pelo produtor artístico Marcello MBGroove (coletivo Vinil É Arte), e tem o apoio da Satisfaction Discos. Assim como as edições anteriores, será cobrada como entrada simbólica 1 kg de alimento, a ser doado para instituições de caridade.
Ao longo do dia, vários DJs apresentarão seus sets em vinil, especialistas nos mais variados estilos; MPB, Black Music, Rock, Eletronic. Cerca de 60 expositores de todo o Brasil estarão presentes com discos e CDs Do Rio, como a Tropicália Discos, a Sempre Música, a Arquivo Musical, além da Livraria Baratos da Ribeiro e da Satisfaction. Os paulistas serão representados pela Locomotiva, Neves Record, Groovnet rec, Mafer Discos, Sensorial e Zóyd, só para citar algumas. A feira terá também estandes de venda de CDs, equipamentos de áudio, marcas de roupas e acessórios com esta temática.


SERVIÇO: 19° Feira de Discos de Vinil do Rio de Janeiro
Dia: 02 de julho, domingo
Horário: 11h às 20h
Local: Clube Hebraica
Endereço:  R. das Laranjeiras, 336 - Laranjeiras
Entrada: 1 kg de alimento não perecível
Classificação: livre
Informações: 21-2557-4455
read more...

Ladji - Pedras De Gelo Ft. Absinto e Rutphord


Pedras de Gelo é a mais recente musica de Ladji, também conhecido como Ladilson. Conta com participação de Absinto (Projecto Ascensão) e RutPhord (Equilíbrio Recordz)



MEDIAFIRE // DOWNLOAD
read more...

Mano GR - Meu plano (2017)


01 - Mano GR -  Intro Esse é o começo Prod. Mano GR
02 - Mano GR - Verdade oculta - part.Gor-flow e Esze de Doins prod. Esze de doins
03 - Mano GR - Fica a Critério Prod. Alp Lirico
04 - Mano GR - Poder AntiMaterialista Feat. KNC (Colombia) e GuslaRime (Camaroes) Prod.MauCriado
05- Intervalo 1 Dj Ton Mc Douglas risca o disco
06 - Mano GR -Poeira em alto mar Prod. Esze de Doins
07 - Mano GR - Meu Plano Prod. Said no Beat
08 - Mano GR - Um vazio Prod Mano GR
09 - Mano GR - Ponto de Vista part. Mary Duarte [prod. Gor-Flow]
10 - Mano GR e Cito Mc - Mano GR e Cito Mc - Esse é meu jeito Prod. Esze de Doins Scraths Dj Wagnão
11 - Mano GR - Poeira em alto mar (Remix) Prod. Gor-Flow

DOWNLOAD
read more...

Cia. Sansacroma apresenta mostra de processos do 1º Fórum de Criação Convivial: A Dança da Indignação



Durante a mostra, que acontece nos dias 28 e 29 de junho, na Casa Popular de Cultura do M'Boi Mirim, e nos dias Dia 30 de Junho e 1º de julho, no Espaço Cultural A Próxima Companhia, 14 artistas independentes irão compartilhar seus processos na metodologia de criação intitulada “Dança da Indignação”  

De 29 de junho a 1º de julho, a Cia. Sansacroma vai realizar uma mostra de processos criativos com 14 artistas independentes que participaram, ao longo do primeiro semestre deste ano, do 1º Fórum de Criação Convivial, no qual a cia paulistana de dança apresentou e desenvolveu sua metodologia própria intitulada de “Dança da Indignação”.

As apresentações ocorrem nos dias 28 e 29 de junho, na Casa Popular de Cultura M’Boi Mirim, na zona sul paulistana; e nos dias 30 de junho e 1º de julho no Espaço Cultural A Próxima Companhia, na zona oeste da capital.

Durante o primeiro semestre de 2017, a Cia. Sansacroma abriu seu espaço, corpo e poros para receber 14 artistas de várias regiões e periferias da grande selva de pedra paulistana com o intuito de compartilhar seus processos e metodologia de criação intitulada “Dança da Indignação”.

A proposta da Cia. foi de encontrar estratégias de aproximar esses artistas; entre eles jovens, acadêmicos, docentes, bailarinos e atores, mulheres, homens, negros, brancas, bichas, lésbicas e héteros, à metodologia que permeia as criações artístico-políticas e sociais enquanto (re)existência no cenário da dança negra paulistana.

Neste momento, compartilhar estas criações com o público se faz necessário na medida em que os artistas se tornam protagonistas de seus processos e precisam compreender na troca e na relação com o outro os impactos, as transformações, fragilidades e potências do que foi construído.

“O corpo está calejado, mas a alma não fica não”, comenta a diretora da Sansacroma, Gal Martins. “O que desejamos aqui é a subversão dos modos de existência, se anteriormente desejávamos o afago para gerar um espaço seguro entre as parcerias, dessa vez o desejo é de gerar energia vital para combatermos os medos, as ameaças, as invisibilidades e os silenciamentos com danças urgentes, furiosas e indignadas”, explica.


Sobre a Cia. Sansacroma – Criada em 2002 pela atriz e artista da dança Gal Martins, a Cia. Sansacroma tem se dedicado a desenvolver trabalhos baseados no hibridismo característico às criações coreográficas na contemporaneidade. O ponto de partida das criações são as poéticas do corpo negro e como ele está inserido na sociedade.  Focaliza temas pertinentes à sociedade atual, no modo em que chegam e afetam a todos diretamente, seja no cotidiano das ruas, nas relações sociais e interpessoais, na mídia ou na própria arte. A Dança da Indignação, conceito criado pela artista, norteia a pesquisa de linguagem estética da companhia, que pretende reverberar no ato dançante as indignações coletivas, numa abordagem política-poética que aponta para as intersecções entre arte e vida. Tendo feito uma escolha singular ao atuar diretamente na periferia sul de São Paulo, este território influencia diretamente o seu processo artístico.

SERVIÇO:

Mostra de processos do 1º Fórum de Criação Convivial
A Dança da Indignação
Realização: Cia. Sansacroma
Direção e curadoria: Gal Martins
Assistente de Direção: Djalma Moura

Onde:
Casa Popular de Cultura do M'Boi Mirim, à Avenida Inácio Dias da Silva, s/n, Piraporinha, São Paulo - SP.
Quando:
Quarta-feira, dia 28 de Junho, às 20h
Processos de: Conrado Carmven, Aysha Nascimento, Bruno Coelho, Wellington All, Inessa Silva, Piu Dominó e Paula Salles
Quinta-feira, dia 29 de Junho às 20h.
Processos de: Luiza Meira, Kako Arancibia, Malu Avelar, Urubatan Miranda, Jo Pereira e Deise de Brito
Capacidade: 120 lugares
Entrada: Pague quanto puder
Telefone: (11) 5514-3408.


Onde:
Espaço Cultural A Próxima Companhia, à Rua Barão de Campinas, 529, Campos Elíseos (próximo à estação de metrô Santa Cecília).
Quando:
Sexta-feira, dia 30 de Junho às 20h
Processos de: Conrado Carmven, Aysha Nascimento, Bruno Coelho, Wellington All, Inessa Silva, Piu Dominó e Paula Salles
Sábado, dia 01 de Julho, às 20h
Processos de: Luiza Meira, Kako Arancibia, Malu Avelar, Urubatan Miranda, Jô Pereira e Deise de Brito
Capacidade: 90 lugares
Entrada: Pague quanto puder
Telefone: (11) 3331-0653.

Duração: 70 minutos
Classificação etária: 12 anos
Essa ação compõem o projeto “A Dança da Indignação – 15 anos da Cia Sansacroma” aprovado pela 20ª Edição do Programa de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo

Mais informações:


read more...

segunda-feira, 26 de junho de 2017

O 7º single do álbum 'Coligações Expressivas' 4 do DJ CAIQUE tem part. do rapper moçambicano AZAGAIA


Sim isto mesmo que você leu, 7º single do álbum Coligações Expressivas 4.

O MC e produtor DJ CAIQUE vai lançar neste ano de 2017 a 4º edição da sua renomada coletânea "Coligações Expressivas", já temos confirmados nomes como Froid, Mv Bill, Kmilla CDD, NGA, Menestrel, ADL, 1Kilo, Primeiramente, The Gust, Xamã e outras.
O escolhido desta vez foi o rapper moçambicano AZAGAIA, a musica se chama "No ano da fome" que tem participação do cantor MACAIA


CONFIRA OS OUTROS SINGLE NO CANAL DO DJ CAIQUE: https://www.youtube.com/channel/UCWji2J8aEAR4S6JAUpvgHDQ


read more...

Conheça o trampo do rapper JOKER


Amigo Íntimo da Superação

Felype Kayode é o MC Joker e manifesta afinidade pela música desde pequeno. Aos 8 anos de idade teve seu primeiro contato com instrumentos musicais como trompete e caixa, quando entrou para a banda musical de sua escola.

Há três anos trabalhando como Rapper, Joker iniciou sua caminhada no funk, produzindo conteúdos de sucesso em parcerias com grandes nomes como MC Kelvinho e MC Neguinho do Kaxeta.

Conhecido entre seus próximos como uma máquina de produção artística, com sua simultaneidade de estilos, flows e tons, Joker se demonstra um MC autêntico e desbocado. Ciente de seu potencial, ele acredita realmente na capacidade de transmitir em suas músicas as suas vivências, suas lutas e seus aprendizados de uma vida dura e sofrida. Em letras com teor emocional e pessoal, é notável perceber a sinceridade que aplica em cada verso.

Sem economizar sua criatividade e vocabulário,sua pretensão é derrubar padrões a cerca da cena do Rap Nacional, conquistando respeito ao seu trabalho com dignidade e merecimento.

Hoje com 23 anos, morador do Jardim Macedônia na zona sul de São Paulo, Joker têm lançado nas ruas o EP “Evoluz” (2015) com 7 faixas e o CD “Terremoto” (2016), com 12 faixas, além de diversos ‘singles’.

Em parceria com a produtora de shows Freak House Family, realizou a abertura do show do Seu Jorge em Goiânia, no dia 13 de maio, e tem outras três apresentações marcadas com o músico para o mês de julho, em Santos (01.07), Curitiba (07.07) e em Jundiaí (08.07).

O próximo grande passo de Joker é o lançamento da intitulada ‘Mixtape 8’, prevista para o dia 7 de julho. Seu novo trabalho conta com participações de peso, como Leal do grupo PrimeiraMente, presente na faixa “Sangue Vermelho” e Chayco do grupo Família Madá, que também somou em uma faixa da mixtape. O vídeoclipe de Sangue Vermelho será lançado no dia 28 de junho, como prévia da mixtape. A obra totaliza 8 faixas e promete impressionar a todos os admiradores da cultura.

Cena da gravação do vídeo clipe “Sangue Vermelho”

Sempre se esquivando das tentações ilusórias oferecidas, Joker é apaixonado por sua arte e é constituído de uma personalidade intensa e real, fruto de uma vivência difícil e carente onde conseguiu transformar todas as suas angústias e sentimentos,em poesia.




read more...

Rapper Alagoano Nelzin lança novo single "Mina foda"


 O rapper Nelzin, de Maceió-AL, 28 anos, vem de lançamento, soltando o primeiro single de um EP lindo que está por vir.
 Com um Beat produzidor por NegosujO, edição e maxterização do mesmo.
 Nelzin vem falando de amor num trap love pesadissímo, retratando um pouco das suas vivências.
 Novo na cena do rap, já é musico há muito tempo e já passou por algumas bandas do Estado fazendo muitos shows.
 Era fã de rap desde pequeno e sempre teve vontade de fazer algo de rap, e com o rap, dessa vez mergulhou de vez e  lançou a musica "Mina foda".

read more...

O rapper Dendê lança o clipe "64"


É um Rap de cunho político, um Rap de protesto e seu videoclipe foi produzido de forma totalmente alternativa, independente e colaborativa, utilizando apenas um celular Moto G.
As cenas desse videoclipe, gravadas inclusive no OcupaBrasília de 24 de Maio de 2017, manifestação que sofreu forte repressão policial, retratam o caos político no qual o Brasil se encontra.
Acreditamos que apesar da produção alternativa até o "osso", trata-se de um "trampo" muito verdadeiro e crítico.

read more...

Alkin lança o som "cupido..."


A ideia de Alkin é produzir todos os gêneros do Hip-Hop aumentando a cultura e quebrando preconceitos dos estilos do RAP;
A musica produzida em apenas dois dias, contando com o beat do Hoffmxn, e produção integral do Chiocki, conta com uma Independência e teste do gênero.
Alkin tem projetos de lançamentos toda semana, mas sempre abordando um tema diferente.





read more...

GREG lança o som "44 VERSOS"


"Gregory AKA GREG, integrante do grupo de rap Manada Crew, está trabalhando em um projeto solo, o qual se chama AHGREG (por enquanto sem data pra lançamento). O som intitulado 44 versos, vem com a proposta de apresentar as ideias do MC, antes do seu trabalho solo e apresentar o dígito 044 pro rap nacional. Com flow diferenciado, referências e analogias 44 versos vem para impactar e fomentar a cena local e nacional. A track foi gravada no Maringuetho Records em Maringá e foi finalizada em Quilombo Records, onde também se originou o instrumental, na cidade de Toledo. COM VOCÊS 44 VERSOS!!!"

read more...

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Batalha do Palace retorna após 2 anos. 24/06 (sábado)



A primeira edição da Batalha do Palace de 2017 já tem data e hora marcada, dia 24/06 (sábado) a partir das 19h, acontecerá muita rima de improviso (freestyle), discotecagem com DJ Mancha e pocket show com o rapper poçoscaldense Semeador.

Depois de dois anos inativa, a Batalha retorna com grande força, as edições serão mensais previstas até o final do ano. O projeto tem como objetivo difundir uma das vertentes da cultura hip hop na cidade de Poços de Caldas.

No próximo dia 24/06 (sábado), acontece a primeira edição de 2017, a partir das 19h. Os Mc’s que desejam participar das batalhas de rima, deverão estar presentes no local do evento (praça Pedro Sanches) 30 minutos antes do início.
Além de muita rima improvisada, haverá pocket show com o rapper Semeador, apresentando seu recente disco lançado “Preço de Sangue”. A trilha sonora da noite fica por conta do DJ Mancha.

“Me sinto honrado em participar e de alguma forma poder contribuir com a cultura hip hop da minha cidade. Conduzir os toca discos é ter a sensação de voar, me sinto livre, é o momento que mais sinto a sintonia da minha alma com a música. Isso é amar o que se faz!”, comenta DJ Mancha, Dj a mais de 20 anos.

Anderson Sgrilli, proponente do projeto este ano, defende a volta da Batalha do Palace, enxergando o movimento como oportunidade para os Mc’s e constante troca de conhecimento.

“É ótima a troca de energia entre o público e o artista durante as batalhas, o rap proporciona um amplo conhecimento, conseguindo se comunicar em vários tipos de público. A volta da Batalha é importante para fortalecer a cultura hip hop na cidade, isso alimenta a cena do rap cultivando novos públicos e artistas”, completa Anderson.


A Batalha do Palace em 2017 tem patrocínio do grupo DME e apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

Acompanhe a programação e novidades na página e Instagram da Batalha do Palace - www.fb.com/batalhadopalace

Serviço:

Batalha do Palace
Quando? 24 de Junho (sábado)
Que horas? 19h
Onde? Praça Pedro Sanches, em frente a rua São Paulo
Poços de Caldas - MG
read more...

Espetáculo da Cia. Diversidança ocupa espaços urbanos e quebra rotina da cidade


Dançar na rua é um ato político. Mostra para a sociedade o coração da dança e que ela pode ser potência política e reflexiva. É com esta verdade em mente que a Cia. Diversidança, do diretor e bailarino Rodrigo Cândido, traz ao público de São Paulo seu mais recente trabalho contemplado pela 21ª Edição do Programa Municipal de Fomento à Dança : “Manifesto Poético: Ensaios Cartográficos”. Com estréia prevista para Outubro de 2017, o espetáculo será apresentado em diversos cantos da cidade. Antes da temporada, dois ensaios abertos poderão ser conferidos pelo público em duas sextas-feiras, dias 14 de julho e 11 de agosto, às 20h, no Metrô Capão Redondo (avenida Carlos Caldeira Filho, 13.500), zona sul de São Paulo. Apresentação gratuita.

O objetivo é ocupar espaços com apresentações de dança. A ideia é tornar esta arte mais acessível à população e, ao mesmo tempo, proporcionar reflexões. Em meio ao caos urbano, à pressa das pessoas, ao estresse do trabalho, do trânsito, a dança da Cia surge como ponto de fuga para o olhar do transeunte/espectador constantemente embebido pela rotina da cidade.

O trabalho quer provocar uma reflexão também para os próprios bailarinos, que se questionam sobre seu ofício a partir da pergunta “Por que você dança?” “Quais as conquistas, lutas e perdas da dança?” “O que temos contribuído pra dança na cidade?” “A dança pode mudar o seu mundo?”, “Qual é o papel do artista da dança na sociedade?”. O projeto problematiza o desenvolvimento dessa arte, suas conquistas e perdas, os direitos trabalhistas para a categoria, a aquisição de recursos, as fronteiras entre territórios e as diferentes linguagens.

Outra característica do projeto é seu intuito de manifestar a importância que a dança exerce no cotidiano dos artistas e espectadores. O enredo foi construído a partir de diversos depoimentos entrelaçados com uma trilha sonora e coreografia. “O público

pode esperar, além de uma experiência estética, uma vivência simbólica, na qual transeuntes e apreciadores também podem ser artistas”, define Rodrigo Cândido. O espetáculo nasceu a partir de uma apresentação do grupo na Mostra de Artes Cênicas - Estéticas das Periferias. Nesta oportunidade a companhia resolveu colocar em prática o desejo de criar algo para espaços urbanos e aprofundar diálogos em cena que refletissem questões pertinentes aos profissionais da dança e também para o próprio público. Os bailarinos passaram quase dois anos em pesquisa, entendendo o universo do espaço público, como poderiam tornar o trabalho mais potente.

Entre os dias 14 de Junho e 11 de Agosto de 2017 a Cia Diversidança utiliza a área externa, acesso a Estação Capão Redondo da Linha Lilás do Metrô, para realizar ensaios abertos, uma mostra do processo criativo e coreográfico pautados pela Dramaturgia da Memoria, pesquisa que a Cia desenvolve desde 2013. O ensaio aberto é uma ponte para a Cia experimentar diretamente com os transeuntes/espectadores o que estão desenvolvendo ao longo desses anos, afim de amadurecer o seu processo criativo e coreográfico.



Ficha Técnica

Direção Geral e Artística: Rodrigo Cândido Interpretes-Pesquisadores: Alessandro Saldanha, Cintia Rocha, Felipe Santana, Iliandra Peluso, Márcio Vitorino, Rodrigo Cândido, Rosângela Alves e Vinicius Borges Assistência Artística/Ensaiadora: Daniele Santos Preparação Corporal: Daniele Santos e Rodrigo Cândido Produção Executiva: Junior Cecon Assistente de Produção: Valéria Ribeiro Preparação Corporal/Convidados: Begson Queiróz, Érika Moura e Luciana Bortoletto Trilha Sonora: Vitor Gonçalves

Operador de Som: Rivaldo Ferreira Figurino e Customização: A Cia Fotografia: Gabriel Gomes Assistente de Fotografia: Mariana Rodrigues

Captação e Edição de Vídeo: Leandro Caproni Assessoria de Imprensa: 7 Fronteiras Comunicação Arte de Divulgação: Rodrigo Cândido e Willian Santana

Depoimentos: Ana Bottosso, Andrea Soares, Andrey Alves, Cléia Varges, Cleber Vieira, Daniele Santos, Danilo Nonato, Felippe Peneluc, Lucimeire Monteiro, Ivan Bernardelli, Pedro Costa, Priscila Maria Magalhães, Nany Oliveira, Natália Siufi, Roni

Diniz, Sandro Borelli, Silvana de Jesus Santos, Valeria Ribeiro, Vaneri Oliveira e Vinicius Francês

Serviço

Dias: 14 de julho, sexta-feira, às 20h e 11 de agosto, sexta-feira, às 20h, no Metrô Capão Redondo (avenida Carlos Caldeira Filho, 13.500), zona sul de São Paulo.

GRÁTIS

Classificação: Livre

Duração: 60 minutos aproximadamente

Realização: Cia Diversidança, Cooperativa Paulista de Dança, Programa Municipal de Fomento à Dança e Secretaria Municipal de Cultura.
read more...
 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top