segunda-feira, 31 de outubro de 2016


Evento que marca oficialmente o Lançamento do DVD Japão (Viela 17) 26 anos de Rap Nacional.


Programação:
•17h às 19h Consultoria Jurídica Gratuita aberta a comunidade 
(Se tem alguma dúvida jurídica e precisa esclarecimentos, estaremos com a equipe de advogados do escritório FGAS prontos para atender/esclarecer)



•DJ Manomix 
•DJ LM
•DJ Kazuza



•21h | Exibição DVD 

Vendas do material @viela17shop 

Bar no local (cerveja, água, refrigerante)

Praça de Alimentação


Local: Casa do Cantador (QNN Quadra 32 Área Especial G - Ceilândia Sul)
À partir das 19h DJs e Exibição do DVD 


Evento comemora os 30 anos da editora Trip e 14 da festa Chocolate; show de De La Soul é parte da turnê de lançamento do álbum “And The Anonymous Nobody”


São Paulo, outubro de 2016 – Nesse sábado, 05 de novembro acontece na Audio, em São Paulo, a festa de 30 anos da editora Trip em conjunto com o evento de 14 anos da festa Chocolate. Para a comemoração, ambos prepararam uma atração imperdível: show do grupo americano de hip hop De La Soul, que apresenta o novo álbum, nomeado "And The Anonymous Nobody". Os ingressos já estão à venda pelo site da Ticket360 e na bilheteria da casa.     
Para a abertura da festa, a banda Projetonave faz o show especial “Mixtape”, com participação dos rappers Black Alien, MC Marechal, Síntese e a cantora Tássia Reis. Completam a noite os DJs Dubstrong, Jeff Bass, PG e Tamenpi.  

O De La Soul, grupo americano de hip hop formado em 1987 em Long Island, New York, é conhecido pelo uso eclético dos samples, letras bem-humoradas, e sua contribuição na evolução e fusão entre hip-hop e jazz. Com inovador uso de samples, o álbum de estreia da banda, “3 Feet High and Rising”, foi classificado como uma obra-prima do hip-hop. 

“And the Anonymous Nobody”, por sua vez, é o nono álbum de estúdio do grupo, e conta com participações especiais de peso como os rappers Snoop Dogg e 2 Chainz, a banda Little Dragon, e os cantores Estelle e Damon Albarn (Blur/Gorillaz). Depois de 12 anos do último disco de inéditas, este é o primeiro trabalho, e foi financiado por meio de crowdfounding, sistema de financiamento coletivo no qual os fãs do mundo inteiro contribuíram.

Line up:
De La Soul (Estados Unidos) 
Projetonave & Convidados com: Black Alien, MC Marechal, Síntese e Tássia Reis 
Dubstrong
Jeff Bass
PG
Tamenpi   

Data: 05 de novembro de 2016
Horário: às 22h
Endereço: Av. Francisco Matarazzo, 694 – Água Branca - São Paulo – SP
Telefone: 11 3862-8279
Capacidade: 3.000 pessoas
Censura: 18 anos
Valor: 
Pista inteira: R$ 120,00 - 2º lote (meia-entrada disponível) 
Venda online: 
Não tem estacionamento no local
Chapelaria
Ar-condicionado
Acesso para PNE
Wi-fi grátis mediante cadastro online
Pioneiro no gênero, quarteto faz apresentação gratuita na Praça da Unidade
5 de novembro




Em 5 de novembro, o Sesc Pinheiros recebe os rappers do Bro Mc’s para o show Os Guarani Convidam na Praça da unidade. Comentrada gratuita, a apresentação tem início às 16h.

Primeiro grupo de rap indígena do Brasil, os integrantes Bruno Veron, Kelvin Peixoto, Clemersom Batista e Charlie Peixoto são originários da Aldeia Jaguapirú Bororó em Dourados, Mato Grosso do Sul.

Formado em 2009, o Brô MC´s tem como objetivo não apenas difundir o lado musical, mas explicitar com suas rimas temas relevantes do universo indígena para a parcela do público não familiarizada com suas lutas, anseios, conquistas e vitórias.

Com letras cantadas mesclando o guarani – sua língua nativa – e o português, o grupo possui os clipes oficiais Eju Orendive eKoangagua, além de diversas outras canções lançadas nas redes sociais.

A apresentação integra o Ciclo Resistências Contemporâneas: Encontros de povos indígenas, com curadoria de Cristina Flória e do Sesc Pinheiros, programação paralela à exposição Adornos do Brasil Indígena: Resistências Contemporâneas, em cartaz no Sesc Pinheiros até Janeiro de 2017. O ciclo também traz palestras, oficinas e contações de histórias e visa contribuir para uma reflexão sobre as diversidades das culturas indígenas e suas ações de resistência.

SERVIÇO    
BRO MC’s – Os Guarani convidam
Dia: 5 de novembro de 2016. sábado, às 16h
Local: Praça da unidade
Duração: 60 minutos
Livre para todos os públicos
Grátis
________________________
SESC PINHEIROS
Endereço: Rua Paes Leme, 195. 
Bilheteria: Terça a sábado das 10h às 21h. Domingos e feriados das 10h às 18h.
Tel.: 11 3095.9400.
Estacionamento com manobrista: Terça a sexta, das 7h às 22h; Sábado, domingo, feriado, das 10h às 19h. Taxas / veículos e motos: Credenciados plenos: R$ 7,50 nas três primeiras horas e R$ 1,50 a cada hora adicional. Não credenciados no Sesc: R$ 10,00 nas três primeiras horas e R$ 2,50 a cada hora adicional. Para atividades no Teatro Paulo Autran, preço único: R$ 7,50 (credenciados plenos) e R$10,00 (não credenciados).
Transporte Público: Metrô Faria Lima – 500m / Estação Pinheiros – 800m

Com letras realistas e motivadoras, o rapper Queizi Rpc lança seu primeiro EP, intitulado "A Sombra da Morte"

O rapper Queizi Rpc, natural da cidade de Campinas/SP, está completando 2 anos de carreira. Para comemorar essa marca ele acaba de lançar seu primeiro trabalho com o nome "A Sombra da Morte", uma EP com 6 faixas falando da realidade das periferias da forma mais explícita possível, e também colocando algumas partes motivacionais para os ouvintes







Artista: Síntese
Letra: Neto
Produção: TH
Co-Produção: Neto
Gravação e mixagem: TH
Masterização: Rafael Gomes
Direção: Jean Furquim
_
To remind my soul
Jah Jah chamou

Killah bee soul
So let the brains blow
With the love and hope stones I throw
Babylon will fall down and I know
In the battle zone, universe
God's son, break the bone

The raggamuffin power and the conscious rap
To all the little boys here's the real trap
You're not alone, in the streets i've been
Keppin' the real since '93, you seen
C.R.E.A.M, check it
So follow me my team
Better must come, feel me
You must come in

Na arca do sentir
Na ala do saber
Na sala do servir
Eis-me aqui
Solto na amplidão
Mente aberta, liberta
Sintoniza lá
Faça a coisa certa
Que amanhã pode não ser mais
Mas esteja no agora
Só no agora mora a paz
O mundo jaz, o vento traz
A sabedoria pra entender o que o tempo faz

Estranhos se tornam melhores amigos
Saúdo e cumprimento
Percebo o movimento
De coração, mas sem moscar
Tenho uma intenção, muita disposição
Muita idéia pra trocar

Se Deus me fez assim, fechô
1 por amor, demoro, dorobô
Só o amor, negô
Que o resto vem
E dessa vez por bem, só progresso
Termino o que começo, então anota
Chega memo se me sente
Aqui a caneta não mente de uma cota
Entra xota e nota eu quero beat e mic
Sente a track é o baque, contra-ataque letal

To remind my soul
Jah Jah chamou

Babylon will fall
_
Síntese 2016
FAMÍLIA MATRERO | VALE DAS PALAVRAS

Ministro do grupo Syndicate (Cúpula12) lança Remix da faixa “Normal
do Rapper Nga do grupo Força Suprema. Ouça agora no Youtube!

Player Youtube




Em Breve Mixtape Guetto Infamous Syndicate
______________________________________________________

Artista: Ministro
Música: Normal (Remix NGA)
Gravação: Studio Cúpula12
Legenda: Selo Verde

Page Oficial Cúpula12:
Canal Youtube Cúpula Records:
Instagram Ministro Montana:
SoundClould Ministro/Syndicate:
No mês em que comemora-se o Dia Nacional da Consciência Negra, Unidade recebe shows, vivências, oficinas e outras atividades relacionadas à cultura negra diaspórica


Em novembro, o Sesc Vila Mariana apresenta uma programação especial que celebra as contribuições do continente africano para a cultura brasileira e para o universo da cultura negra diaspórica. O Projeto Sankofa – Memórias de Mão Duplatraz à Unidade shows do Grupo Mbeji e de BNegão & Seletores de Frequência, exibição do longa-metragem Kiriku e a Feiticeira com trilha sonora ao vivo, contação de histórias com Repertório de Histórias Africanas com a Cia. Chaveiroeiro, oficina de confecção de Bonecas Abayomi, Roda de Capoeira, um Baile Black com Nelson Triunfo e uma seleção de curtas com a temática “Olhar Feminino no Cinema Negro Baiano”. 

Projeto Sankofa – Memórias de Mão Dupla chega à sua terceira edição a partir de novembro de 2016. As primeiras atividades foram realizadas em 2014 e 2015. No cerne das ações e atividades programadas para este mês, a revitalização e revalorização das contribuições do continente africano para a cultura brasileira e para o universo da cultura negra diaspórica, a partir da ideia de memórias de mão dupla. O próprio nome do projeto já enuncia suas intenções, ao utilizar um termo que remete a um ideograma adinkra, da arte tradicional do povo Akan do Golfo da Guiné: Sankofa associa-se às ideias de retornar ao passado para resgatar algo. Na simbologia do ideograma, encontramos os três períodos temporais: olhamos para o passado para entender o presente e construir um novo futuro, um futuro diferente. 

Música

No domingo6 de novembro, o Grupo Mbeji apresenta a vivência Corpo, Voz e Rítmica – Tambores Femininos, seguida de um show com músicas de culturas tradicionais encontradas nas religiões de matriz afro-brasileira, músicas de magia, feitiçaria, encantarias e cantigas de ritos que em sua maioria são conduzidas por mulheres. O Mbeji é um coletivo intercultural de mulheres pesquisadoras de músicas de origem brasileira, afro-ameríndia e afro-latina, que aportam a reconexão com a ancestralidade através de diálogos rítmicos, corporalidades traduzidas em partituras corporais e performances. Formam o Mbeji, Ariane MolinaTâmara David e Victória do Santos. A vivência começa às 14h30 e o show às16h, ambos de forma gratuita na Praça de Eventos.

Nos dias 18 e 19, sexta e sábado, às 21h, o Teatro do Sesc Vila Mariana recebe shows de BNegão & Seletores de Frequência, para o lançamento do LP TransmutAção. Este terceiro álbum da banda traz uma mistura de dub, surf rock, funk, rap e - pela primeira vez na carreira do grupo – samba. TransmutAção foi aclamado pela crítica nacional como um dos melhores discos de 2015 e o show ao vivo é um verdadeiro representante da música negra universal.

Cinema

Atrium do Sesc Vila Mariana (1º Andar – Torre A) recebe, entre 15 de novembro e 16 de dezembro a instalação “Olhar Feminino no Cinema Negro Baiano”, onde serão exibidos de forma contínua os curta-metragens “O Dia de Jerusa” (Viviane Ferraz), “Cinzas” (Larissa Fulana de Tal), “O Tempo dos Orixás” (Eliciana Nascimento) e “O Dia que Ele Decidiu Sair” (Thamires Vieira), que trazem um panorama da produção cinematográfica nacional focada na temática negra. O espaço fica disponível para visitação de terça a sexta, das 13h às 21h e aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h, gratuitamente.

No Dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro), no Teatro, será exibido o longa de animação “Kiriku e a Feiticeira”, de Michel Ocelot, em uma edição especial do CineConcertinho. O filme conta a história de Kiriku, um menino minúsculo. Mas seu tamanho não o impede de enfrentar a poderosa e malvada feiticeira Karabá, que secou a fonte d'água de sua aldeia. A exibição contará com trilha sonora executada ao vivo pelo percussionista Ari Colares, criada especialmente para acompanhar a animação franco-belga de 1998. Ari estará acompanhado de Décio Gioielli (kalimba e percussão), Gustavo Surian (percussão), Lena Bahule (voz) e Luiz Fidalgo (cordas dedilhadas). A sessão acontece às 17h e os ingressos poderão ser adquiridos nas bilheterias do Sesc SPCrianças menores de 12 anos têm entrada gratuita.

Contação de Histórias

De 12 a 27 de novembro (exceto 13/11), aos sábados e domingos, a Cia. Chaveiroeiro apresenta a contação de histórias “Repertório de Histórias Africanas”, com contos de Gana, São Tomé e Príncipe, Zimbábue e Nigéria e também um repertório que apresenta instrumentos de origem africana com contos tradicionais bantos e iorubás. As apresentações serão permeadas de canções tradicionais e composições originais inspiradas na musicalidade de cada cultura. A entrada é gratuita.

Artes Manuais

As bonecas Abayomi são o tema de duas oficinas, que serão oferecidas em 19 e 20/11 (sábado, às 15h e domingo, às 14h) no Foyer do Teatro. As bonecas Abayomi são confeccionadas com a arte dos nós em retalhos de tecido, sem costura alguma. Não possuem demarcação de olho, nariz nem boca para favorecer o reconhecimento das múltiplas etnias africanas. Com uma forte simbologia na cultura afro-brasileira, a boneca transformou-se num símbolo de carinho, proteção e ao mesmo tempo de resistência. A palavra Abayomi em iorubá significa meu presente e encontro precioso. O objetivo desta oficina é proporcionar um encontro com este símbolo a partir do aprendizado da confecção da Abayomi e sua história. As oficinas são gratuitas e as inscrições serão realizadas no local, no horário da atividade.

Esporte e Atividade Física

Completam a programação do Projeto Sankofa – Memórias de Mão Dupla duas vivências: o Baile Black, organizado porNelson Triunfo (dia 19, às 16h), e uma Roda de Capoeira com a Associação Casa Grande e Senzala (dia 20, às 12h), ambas gratuitamente na Praça de Eventos da Unidade.

Representante da cultura afro-brasileira, a capoeira mistura arte marcial, esporte, ritmo e dança, formando um rico repertório de movimento cheio de simbolismo. Nesta atividade, o público terá a oportunidade de assistir uma apresentação, bem como experimentar os seus golpes e movimentos.

Baile Black, com Nelson Triunfo e seus convidados Jean B, Fabinho, Jurandir, Jack, B.Boy Danzinho e Lisandra, mostra a evolução do hip hop, focando na dança, desde os tempos do soul funk até os dias atuais, com o que chamamos de B.boy, Poppingm,Loking, House e Waacking. Serão apresentadas coreografias solo e em grupo, e ao mesmo tempo o DJ e o MC interagem com o público. Após a apresentação haverá um Baile Black, em que o público será convidado a dançar com os passos que os integrantes do grupo irão demonstrar e ensinar aos participantes.

Acesse o Portal Sesc SP para mais informações sobre a programação do Projeto Sankofabit.ly/Sankofa2016

Serviço:

Projeto Sankofa – Memórias de Mão Dupla

Música

Mbeji
Dia 6 de novembro, domingo, das 14h30 às 17h
“Música Voz e Ritmo” (vivência), às 14h30 e show às 16h
Local: Praça de Eventos (capacidade: 250 pessoas)
Duração: 2h30
Livre
Grátis

BNegão & Seletores de Frequência
Dias 18 e 19 de novembro, sexta e sábado, às 21h
Local: Teatro (capacidade: 620 pessoas)
Duração: 90 minutos
Classificação indicativa: 12 anos
 
Venda de ingresso online a partir de 08/11, às 19h30 e nas bilheterias a partir de 09/11, às 17h30.  Limitado a quatro ingressos por pessoa.

IngressoR$ 25,00 (inteira) l R$ 12,50 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante) l R$ 7,50 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes/Credencial Plena).

Cinema

Olhar Feminino no Cinema Negro Baiano
De 15 de novembro a 16 de dezembro
Terça a sexta, das 13h às 21h
Sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h
Local: Atrium (capacidade: 50 pessoas)
Livre
Grátis

CineConcertinho
Kiriku e a Feiticeira, com trilha sonora ao vivo
(Dir. Michel Ocelot, FRA/BEL/LUX/SEN, 1998)
Trilha executada por Ari Colares, Décio Gioielli, Gustavo Surlan, Lena Bahule e Luiz Fidalgo.
Dia 20 de novembro, domingo, às 17h
Local: Teatro (capacidade: 620 pessoas)
Livre

Venda de ingresso nas bilheterias a partir de 09/11, às 17h30.  Limitado a quatro ingressos por pessoa.

IngressoR$ 17,00 (inteira) l R$ 8,50 (aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante) l R$ 5,00 (trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes/Credencial Plena). Grátis para crianças até 12 anos.

Contação de Histórias

Repertório de Histórias Africanas
Com a Cia. Chaveiroeiro
Dia 12 de novembro, sábado, às 14h (Espaço de Brincar – 7º Andar – Torre B)
Dia 19 de novembro, sábado, às 14h (Foyer)
Dia 20 de novembro, domingo, às 13h (Foyer)
Dia 26 de novembro, sábado, às 17h (Atrium)
Dia 27 de novembro, domingo, às 16h (Atrium)
Capacidade: 50 pessoas
Livre
Grátis

Artes Manuais

Bonecas Abayomi
Oficina
Dias 19 e 20 de novembro, sábado, às 15h e domingo, às 14h
Local: Foyer (capacidade: 50 pessoas)
Duração: 90 minutos
Livre
Grátis
Inscrições no local e dia da atividade

Esporte e Atividade Física

Baile Black
Com Nelson Triunfo
Dia 19 de novembro, sábado, às 16h
Local: Praça de Eventos (capacidade: 250 pessoas)
Duração: 90 minutos
Livre
Grátis

Roda de Capoeira
Com Associação Casa Grande e Senzala
Dia 20 de novembro, domingo, às 12h
Local: Praça de Eventos (capacidade: 250 pessoas)
Duração: 120 minutos
Livre
Grátis

Bilheteria: Terça a sexta-feira, das 9h às 21h30; sábado, das 10h às 21h; domingo e feriado, das 10h às 18h30 (ingressos à venda em todas as unidades do Sesc).

Horário de funcionamento da Unidade: Terça a sexta, das 7h às 21h30; sábado, das 9h às 21h; e domingo e feriado, das 9h às 18h30.

Central de Atendimento (Piso Superior – Torre A): Terça a sexta-feira, das 9h às 21h30; sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h30.

Estacionamento: R$ 4,50 a primeira hora + R$ 1,50 a hora adicional (Credencial Plena: trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). R$ 10 a primeira hora + R$ 2,50 a hora adicional (outros). 200 vagas.

Sesc Vila Mariana
Rua Pelotas, 141, São Paulo - SP
Informações: 5080-3000
sescsp.org.br
Facebook, Twitter e Instagram: /sescvilamariana

Diego Ricardo da Silva vulgo Diego’C é um Rapper gaúcho natural da cidade de Santa Cruz do Sul (RS), citada na região central do estado. Hoje com os seus 26 anos de idade, Diego’C já trás certa bagagem musical em sua trajetória, músicas que retratam desde a diversidade nos temas quanto na versatilidade em suas composições.
Com um discurso bastante relevante e afiado, o Rapper utiliza elementos musicais nos mais variados estilos, partindo desde o Soul, R&B e o Rock, passando também por diferentes ramificações dentro da música Rap, como o Boom bap, Hardcore, Alternativo e o Trap. Originalidade, vocais fortes, letras bem formuladas, tudo isso somado com uma pegada “Golden Era” característica do Rapper é nitidamente notado em suas canções.
Com dez anos praticamente inserido na música Rap, Diego’C já lançou um EP intitulado “Minha Terra, Meu Chão” e uma Mixtape denominada “A Arte da Rima”, onde também já contribuiu em diversos trabalhos paralelos dentro do cenário Underground gaúcho. Assim, para o ano de 2017, o Rapper já começa a projetar novos desafios, projetos esses que já vêm sendo tirado do papel e executado em estúdio, produzindo músicas inéditas, lyrics, clipes e material físico.


Ficha Técnica 

Artista: Diego'C
Música: Respeito
Participação Especial: DJ Felix "Scratchs e Colagens"
Letra e Intérprete: Diego R. da Silva
Produção Musical: Themunir 
Coprodução: Mestre Gu Beats
Edição: Diego'C
Gravação: Estúdio Azul - Rio Pardo (RS) por Robson Bitencourt
Mix/Master: Estúdio Saunespro Records - Porto Alegre (RS) por Rafael Singh

----------------------------------------­----------------------------------------­-------------------------

Lyric Video

Filmagem: Jonathan J. da Silveira
Edição e Motion Design: Gabriel Badzinski (Trinca Records)

----------------------------------------­----------------------------------------­-------------------------

Contatos p/ Shows:

Fones: (51) 8191-9752 / (51) 9221-7788 / Wpp: (51) 9615-7731
Facebook: DiegocOficialPage
E-mail: diegoc_rsp@hotmail.com / diegocoficial@outlook.com



Clipe dirigido por: https://www.facebook.com/DuduClavelin
Direção: dudu clavelin
Roteiro: Premunição
Direção de fotografia: dudu clavelin
Assistente de Camera: Erick nunes Fontes
Figurino: Hustlin Brazil.
Contatos:
Facebook do Artista :https://www.facebook.com/Pre-Muni%C3%...
PRE MUNIÇÃO E-P download: http://goo.gl/hLNYmA
Sound clound: https://soundcloud.com/premunicao
Produção: ClasseBaixaProd.2016
Edição e captação de vídeo: ClasseBaixaprod.2016

A música "desigualdade" é o primeiro single do grupo RapdaMente XXI, tem como maior intuito passar a mensagem sobre a desigualdade recorrente hoje no mundo em que vivemos.
Tivemos como inspiração os trabalhadores que lutam todo dia para se manterem vivos dentro dentro de uma sociedade que só valoriza o "bonito" e ignoram essas pessoas que tanto fazem pelo país.
Observando desde o princípio da humanidade podemos ver o preconceito e a desigualdade entre classes. 
Essa faixa estará no "Ep. Um Mundo de Ilusões" que será lançado em breve.



Acompanhe nas redes sociais:Facebook: https://www.facebook.com/RapdaMenteXXI
Instagram: @rapdamentexxi
Twitter: @RapdaMenteXXI