sábado, 28 de fevereiro de 2009


Entrevista do mano Flagelo Urbano ao hiphopmuangole.

Para os manos que não tiveram a oportunidade de ler ai está a entrevista que o mano Flagelo Urbano concedeu a já alguns dias ao hiphopmuangole.Vale apena ler!

Neste dia sentamos com o mano Flagelo Urbano e entramos no mundo dele para conhecê-lo melhor e aqui está a entrevista.

1- Quem é Flagelo Urbano?

Flagelo Urbano aka Mein sana in corpore sano aka Saint offici aka O eremita urbano aka Sawallia é um Mc e produtor que está no movimento desde a segunda metade 1994 na província de Benguela, aonde começou a dar os primeiros passos na dança (House,técnico e depois break Dance), e que mais tarde, isto em 1996 aventurou-se na elaboração dos primeiros versos que acabariam por ser gravados em Luanda, altura em que envolveu-se mais com o Rap underground.

2- Porque optaste pelo rap e não um outro estilo?

R:Eu não optei pelo Rap, o rap é que optou por mim mano,tal como a vida nos escolhe para sermos mensageiros da verdade e lutar pelos direitos dos mais fracos e oprimidos, aqueles que não têm voz, assim também foi com o rap. Nele eu sou capaz de dizer coisas que em nenhum outro estilo seria capaz o fazer. O Rap me escolheu porque sabia que eu era pobre como muitos milhões de Angolanos e como fazer rap não “custa caro” foi muito mais fácil.

3- Um dos elementos fundamentais da musica é o instrumental e na maior parte das vezes os produtores não recebem o crédito que na realidade merecem, no teu ponto de vista qual será o motivo?

O Motivo reside numa certa ausência de senso de profissionalismo e respeito pelo trabalho dos produtores. Há artistas que sequer falam dos produtores com os quais trabalham, acabando por deixa-los á leste de todo o processo por que passou o seu álbum. O instrumental é um dos elementos mais importantes na música rap, tens razão. Há álbuns que vendem muitas cópias devido aos beats que o compõe, há beats que fazem verdadeiros clássicos mesmo que o artista que sentou neles não seja tão bom assim. Mas a verdade é que muitos artistas e principalmente na banda o pessoal não tem noção destes factos e reduz o produtor num mero elaborador de beats que não merece promoção . Lamento que seja assim!

4- Quem são as tuas fontes de inspiração no que diz respeito a produção? E porque?

R: No que diz respeito a produção devo dizer que já gostei muito do RZA(Wu-tang), mas ultimamente tenho me decepcionado muito com as cenas dele. Mas para além do Rza gosto muito de ouvir e me inspirar em Kev Brown,IllMind,Nikolay,9th wonder,oddisee,M-Phases,e outros .Porque na minha opinião são produtores muito bons,fazem bons beats e acima de tudo reina nas cenas deles um groove sem igual capaz de transportar quem os ouve para uma outra dimensão. São produtores underground com um senso de responsabilidade e amor pelas cenas que fazem muito grande.Para mim são alguns dos melhores produtores do mundo.Já em angola admiro muito o meu irmão Boni(Diferencial) e o condutor.

5- Plágio e samplar que diferença existe?

R: Ao contrário do que alguns radialista da banda tentam fazer transparecer,existe sim uma diferença entre plágio e sample,apesar de algumas vezes criar alguma confusão ao ponto de levar os menos atentos a não saber exactamente qual é a diferença. A grande confusão reside no uso de qualquer música para com ela trazer um novo produto. Vamos primeiro definir os 2 conceitos:

Sample é uma frase do vocábulo Inglês que quer dizer “amostra”. Samples são arquivos de sons,vozes,batidas e instrumentos muito usados pelos Djs e Produtores na composição de músicas electrónicas,técnico,pop ,hiphop etc. Estes arquivos são na sua maioria pedaços de músicas de outros artistas que acabam por ganhar uma nova forma,é como que renascer em novos capítulos. A Razão de se usar apenas pedaços de música reside no facto de que os primeiros samplers terem pouquissima memória,de apenas alguns segundos, por isso os samples usados até mais ou menos 1990/91 tinham pouca duração porque naquela altura como bem sabemos a tecnologia não permitia muito mais.

Mas apartir mais ou menos de 1992/93 com a popularização e revolução da informática os samplers e computadores passaram a ser produzidos com maior espaço e capacidade de leitura fazendo desde modo com que se tornasse por exemplo possível que kanye west usasse da forma que usa os seus samples. Não é obrigatório usar pedaços, quem quiser pode usar grandes partes de uma música.

Plágio é o acto de assinar, fazer parecer ou apresentar uma obra intelectual de qualquer natureza em que contenha extractos,elementos ou outras situações que pertençam a uma qualquer outra pessoa sem com isso colocar os devidos créditos para o autor original da mesma obra. No plágio está implícita a ideia de alguém assumir, se apropriar indevidamente da obra de alguém,assumindo-a como sua. “Plágio”. A diferença está, primeiro no uso indevido da obra de alguém sem autorização e depois na falta de colocação dos devidos créditos para o autor original da obra. As vezes se torna difícil pedir permissão ao autor da obra mas nunca é difícil mencionar o dono da obra que é objecto de uso. As diferenças são pequenas mais existem.

6- Muitos dizem que samplar é falta de originalidade o que tem a dizer com relação a isto?

Acho burrice pensar que samplar é falta de originalidade.O rap é um movimento cultural e qualquer movimento cultural tem suas particularidades,características que o torna diferente de outros movimentos culturais. E o uso de samples (Extractos de outras músicas) é um uma dessas particularidades. Até os The roots que são o grupo de Rap que mais toca os seus próprios sons usam sempre que podem e assim o desejam samples, achas que é falta de originalidade? Como podes conceber o rap sem uso de samples? Consegues visualizar o rap sem sample? O rap nasceu assim com os sound sistem, repetições ininterruptas (loops) de outras músicas e isso é Rap. Agora o que não podemos, é estar limitados ao uso de samples, as vezes tocar é bom. Dr. dre, premier,ill mind e outros tidos como os melhores produtores do mundo usam sampre sample. E também tocam, É falta de originalidade? “Samplar não é roubar é homenagear” (G. O pensador).

7- Quando vais produzir como constróis o teu beat?

R: Normalmente começo por escolher um bom sample. Ouço o sample e defino as partes que tenciono usar.logo que saber o que vou usar abro o sample com um editor de áudio e corto em pedaços,que serão usados no beat. Depois mando para uma pasta que criei num outro programa e começo a construir o beat. Como cortei em pedaços o sample, sempre posso escolher se quero usar a parte do fim, do meio ou ainda do principio, depende muito. E assim vou, até determinar um loop que me agrade e depois é só escolher o tempo do beat. Quando tudo estiver certo colocas os pratos,tarolas,bumbos e outras coisas que serão postas em função do tipo de beat.esta é um explicação superficial mas existem outros passos dependendo do beat e do produtor.

8- O que usas para produção?

Para produção uso o Fruityloop 7 em Rewire com o Reason,um teclado mid Raduim 49. Alguns sintetizadores em software.

9- Que músico sonhas um dia produzir? E porque?

R:Na banda já realizei o meu sonho que é de trabalhar com os melhores Mcs do circuito underground. Agora fora do país gostaria de ver o common sentar num beat meu. Um dia quem sabe!

10- Das produções que já fizeste qual deles e o teu melhor beat?

R:Mano para ser sincero não sei. porque nunca pensei nisso, todos os meus beats são meus filhos e são tratados de forma igual. Mas há 2 músicas que muito me marcaram devido ao reconhecimento que tiveram. são as músicas “vitima do sensacionalismo e Atrás do prejuízo” que fizeram parte do álbum do Mc K.

9-O que tens a dizer a respeito do rap Angolano?

R:O Rap angolano cresceu muito em quantidade e perdeu bastante em qualidade.Hoje os Mcs estão mais preocupados com noites,fama,mulheres e dinheiro.A maior parte só deseja aparecer no Chilar,Flash e hora quente. Artistas que ontem defendiam ideais de mudança,de igualdade e do discurso consciente,hoje são os maiores representantes da moda,bling bling. Poucos Mcs conseguem surpreender pela positiva com seus versos e skills. Mas apesar de todos estes factos negativos devo dizer que os produtores melhoraram muito. Hoje não podemos nos queixar das produções nem dos produtores, esses têm feito um trabalho digno de aplausos.

11-É sabido que existe também muitos conflitos no rap (rap angolano em particular),
a)-Já alguma vez foste rompido ou já alguma vez rompeste alguém, descreve o que sucedeu.

R: Rompido, acho que nunca fui mano, nunca ouvi uma cena em que tal facto se evidencia. talvez seja devido a minha postura um pouco passiva em relação a estas cenas. Presto atenção á coisas muito mais construtivas, a cenas que me ajudem a crescer como homem, como artista e não a rompimentos. Mas se alguém me romper ou beefar podes ter a certeza que não hei-de de responder ( Seria perder muito tempo ).Nunca rompi ninguém em concreto, falo sempre de uma maneira generalizada.

b)-O que tens a dizer com relação os beefs?

R:Acho perda de energia,mas acho bom para dar mais vida ao movimento, desde que não saltemos para questões familiares como as que temos vindo a presenciar nos últimos meses aqui em Angola. Mas cuidado! Alguns radialistas usam os beefs e os que dele fazem parte para ganhar audiência. É preciso ter consciência de que não somos instrumentos, mas temos um instrumento (Rap) que quando bem usado abala as estruturas do sistema. (pympi de sistem).

12-Há rumores de que te encontras a trabalhar no teu álbum.
a)-será isto verdade?

R:Finalmente! Depois de quase 13 anos nesta cena, em alguma altura teria que tirar o álbum. sim ! è verdade estou nesse momento a trabalhar no meu álbum que vai se chamar “ O Ermo”.

b)-para quando no mercado?

R: O álbum estava para sair em Setembro deste ano, mas as eleições vieram atrapalhar a cena. Sabes como é, nessa altura o pessoal vai estar preocupado em votar e outras cenas ligadas ás eleições e para não causar danos irreversíveis eu e o Mc k decidimos lança-lo na primeira metade de 2009.

c)-como será chamado o mesmo?

R: Como Já referi a bocado o álbum vai se chamar “ O Ermo”.

d)-Em termos de participações e produções quem são os músicos com quem estas a trabalhar?

R: Em termos de participações posso lhe adiantar que teremos o Brigadeiro matafrakuxz, Mc K, Keita Mayanda,Leonardo Wuawuti,Celso Mambo, e outras pessoas com as quais ainda não conversei. No que diz respeito a produções teremos beats do condutor(andro), Leonardo wuawuti, Mário Pinho, Flagelo Urbano , e outros produtores que com os quais também ainda não falei.

13-Quem é Flagelo Urbano fora do rap?

R: Flagelo urbano fora do movimento é um jovem calmo, introvertido, muito observador, finalista do curso de ciências Jurídicas,e que tem a consciência de que o conhecimento é fruto de muita leitura.Detentor de um discurso político de esquerda, defensor dos pobres , marginalizados e das minorias ,possuidor de alguma Antipatia às autoridades. Defende que há desigualdades injustificadas que devem ser reduzidas ou abolidas (há desigualdades desnecessárias e indesejáveis.)

14-As tuas ultimas dicas para o pessoal?

R:É Preciso levar o hiphop a sério.Para que os que nos ouvem nos levem a sério. A sobrevivência dele depende de nós. Nós somos informadores e formadores de consciências e temos de ter noção de que os nossos actos podem se reflectir em alguém de forma positiva ou negativa. Só depende de nós.


Fonte::http://www.alternativorap.blogspot.com/




Analógicos é uma dupla formada por Hostil e Viruz nos fins de 2008 membros do colectivo alkimiztaz(Hostil+Manda Jc+Viruz+Korpuz+13 Discipulo) uniram-se para fazer a mixtape efeitos especiais,radicais e xtremistas assumidos dentro do rap amantes da essência pura do rap longe da podridão transmitida e emitida pelos mcs da nova era,não dispensamos a colisão porque achamos que o sangue gera mudanças dentro de qualquer movimento,a mixtape foi gravada na Prosonik e no X10(D.H) Tem participações de Jang Nomada e de Sun Wen.Para mais informações adicionem o Hostil no email hostil666@hotmail.com Por agora fiquem com a mixtape Efeitos Especiais!!!!!!!!!Peace One Love.......

Autor-Analógicos
Título-Efeitos Especiais
Ano-2009
Label-Pro Sonik

1-Analógicos-Analógicos
2-Analógicos-Speed life
3-Analógicos-Atrofio
4-Analógicos-Gueto part. Jang Nómada
5-Analógicos-Freestyle 1
6-Analógicos-Vai com calma
7-Analógicos-Hip Hop part. Sun wen
8-Analógicos-Viruz Skitt
9-Analógicos-Hostil Skitt
10-Analógicos-Atrofio pt 2 part. Sun Wen
11-Analógicos-Quem tá por traz do mic.

Download

http://grilledsteeze.files.wordpress.com/2008/07/9thwonder.jpg

Cidade Natal: Raleigh-Durham, NC

Ja produziu: Jay-Z, Little Brother, Mary J. Blige...


Equipamento: Fruity Loops, AKAI MPC 4500 e Pro Tools.


Muito pode se aprender com 9th Wonder, nos seus 10 anos de carreria ele trabalhou com os melhores da indústria e se tornou um talento respeitado no jogo.


Abaixo, segue uma entrevista que o site All Hip Hop fez com o produtor:


All Hip Hop: Como você começou a produzir?

9th Wonder: Eu costumava a fazer fitas com um amigo meu da Noth Carolina State University, e discutir sobre quem era o melhor, DJ Premier ou Pete Rock. Em seguida, ele corre para o computador expermentar os Beats, ai começamos a fazer beats diariamente e estou aqui agora. Eu estava sempre na musica quando era pequeno

All Hip Hop: Cite alguns produtores que você respeitou durante seu crescimento como produtor?

9th Wonder: Pete Rock, Premier, Diamond D., Bomb Squad, Organized Noize, Marley Marl, Jimmy Jam & Terry Lewis & Teddy Riley fizeram músicas ótimas.

All Hip Hop: Qual é a diferença da cena músical do lugar de onde você veio para as grandes cidades?

9th Wonder: Eu vim de Raleigh, a música não era diferente de nenhuma outra cidade. Mas Yo! MTV tem em todo lugar, a única diferença é que depois do programa vocês podiam ver o "Grand Puba" lá fora, e a gente não.

All Hip Hop: Qual albúm te trouxe seu primeiro Grammy?

9th Wonder: " The Breakout" da Mary J. Blige. A faixa que eu produzi foi a " Good woman down ", e a Mary me colocou pela primeira vez no "American Music Awards", "Billboard Awards" e "Grammy".

All Hip Hop: Como você descreveria seu estilo de produzir?

9th Wonder: A maioria é Soul, eu gosto de música Soul. Você pode achar música Soul em qualquer lugar. Por muito tempo me diziam "Você faz beats undergrounds", mas é dificil dizer isso agora, eu ja produzi MOP, Destiny Child's, Erykah Badu & Mary J Blige.Você realmente não pode chamá-los de Underground, tanta faz o que isso significa. Quando o um artista como Soulja Boy vende 40.000 na primeira semana oq ue é Underground? trata-se de um espécie de coisa dificil de se definir.

All Hip Hop: Qual foi o albúm mais difícil que você ja trabalhou?

9th Wonder: Murs' Murs 3:16: A nona edição. Muitas pessoas acham que é meu melhor trabalho. Mas a gente tinha muita opiniões diferentes. Murs veio de um trabalho em capos diferentes. É dificil você estar trabalhando com um produtor, e depois com outro, isso deixa as coisas dificeis. No fim ficou ótimo, mas foi o meu trabalho mais dificil.

All Hip Hop: Qual equipamento você usa?

9th Wonder: Eu continuo usando Fruity Loops, Pro Tools, mas agora também mexo com uma MPC 4500, no albúm "I Did with buckshot" tem 5 beats que eu fiz na MPC 4500. E eu peço pras pessoas me dizerem qual é qual, e ninguém acertou até agora.


Para ler o resto da entrevista (em inglês), entre no All Hip Hop.


Matheus A.K.A. Oppitz


Traduzido pelo Blog Doc Recordz



O rapper de Chicago, Twista, assinou contrato com a EMI, a mesma gravadora que lançará o nono álbum solo de Fat Joe, intitulado J.O.S.E. 2.

Através da parceria, Twista lançará o selo Get Money Gang Entertainment/EMI Music. O primeiro fruto da aliança é o quarto álbum de Twista, Category F5. De acordo com o rapper, a parceria com a EMI é ideal para assegurar o sucesso de seu futuro projeto.

Nós estamos muito satisfeitos em fazer negócios com a EMI e a Capitol, disse Twista via comunicado. Estou empolgado por ser independente novamente e ter os recursos de uma grande gravadora. Ao longo dos útimos dois anos, eu estive pensando sobre o que os fãs querem de mim. Esta foi a motivação para trazer outro álbum clássico.

Category F5 está previsto para 16 de junho.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Um site Americano divulgou...em seu site...50 melhores...do Rap Mainstream...e as 50 melhores da cena Underground. o The Game Fica no Topo da Lista Com single My Life quem conta com participaçao de Weezy (Lil Wayne)

http://1.bp.blogspot.com/_qqc1V4I4JkY/SGFxPXRcPlI/AAAAAAAAFs8/lvyZlNHNMWw/S1600-R/The-Game.jpg

O Site de lançamentos de Hip-Hop/R&B Hear-It-First.Net divulgou nessa sexta-feira a lista das 100 melhores músicas de 2008
-
A Lista é a seguinte :
1. The Game Feat Lil Wayne - My Life
2. Chamillionaire Feat Ludacris - Creepin (Solo)
3. Crooked I Feat Akon - Dream Big
4. Wiz Khalifa - Say Yeah
5. The Game - LAX Files
6. Common Feat Pharrell - Announcement
7. John Legend Feat Andre 3000 - Green Light
8. Jessica Mauboy Feat Flo-Rida - Running Back
9. 2 Pistols Feat T-Pain - She Got It
10. Common Feat Pharrell - Universal Mind Control (UMC)
11. Young Jeezy Feat Nas - My President
12. DJ Khaled Feat Kanye West & T-Pain - Go Hard
13. Ludacris Feat Nas & Jay-Z - I Do It For Hip-Hop
14. Bun B - Keep It 100
15. Busta Rhymes Feat Lil Wayne & Ludacris - Throw It Up
16. Kanye West Feat Young Jeezy - Amazin’
17. Rocko - Karma
18. Tech N9ne - Like Yeah
19. Madonna Feat Kanye West - Beat Goes On
20. Lil Wayne - Lollipop
21. Flo-Rida Feat Timbaland - Elevator
22. Devin The Dude - I Can’t Make It Home
23. Akon Feat Lil Wayne & Young Jeezy - I’m So Paid
24. Rock City - Losin’ It
25. Royce Da 5′9″ - Live Your Life Freestyle (I’m Nice Pt. 2)
26. Lil’ Wayne Feat Jay-Z - Mr. Carter
27. Ne-Yo - Over My Head
28. Ice Cube Feat Young Jeezy - I Got My Locs On
29. Nas Feat Keri Hilson - Hero
30. Young Jeezy Feat Kanye West - Put On
31. Estelle Feat Kanye West - American Boy
32. DJ Wich Feat Glasses Malone & Lil’ Wayne - What We Need
33. Kid CuDi - Day ‘n’ Nite
34. The-Dream - I Luv Your Girl
35. T.I. Feat Rihanna - Live Your Life
36. Blood Raw Feat Mannie Fresh - Almost There
37. Ace Hood - Top Of The World
38. DJ Felli Fel Feat Kanye West, JD, Fabolous & Ne-Yo - Finer Things
39. Cassidy Feat Cory Gunz - Body Bagz
40. Nas - America
41. Freeway Feat Gillie Da Kid - Livin’ My Life
42. A.B.N. - Umm Hmm
43. Nipsey Hussle Feat The Game - They Roll (Tagged Version)
44. Ice Cube Feat Musiq Soulchild - Why Me
45. Trae - My Life
46. T.I. - Whatever You Like
47. Wyclef Jean Feat Akon, Lil Wayne & Nia - Sweetest Girl
48. Prozak Feat Tech N9ne & Twista - Why???
49. Nas Feat Busta Rhymes - Fried Chicken
50. T-Pain - Silver & Gold

Part Two: Top 50 Underground songs of 2008

1. White Shadow Of Norway Feat Eddie Cane, King Crayon, Knuxx & Enot - The East Coast
2. Outerspace - Hail Mary
3. Murs - Everything
4. Tito Lopez Feat Coldplay - Clocks (Remix)
5. Slaughterhouse - Onslaught
6. Reef The Lost Cauze - Thug Fantasy
7. White Shadow Of Norway Feat Reef The Lost Cauze & Mr. Malchau - Sick Rhymes
8. Pacewon & Mr. Green - Children Sing
9. Royce Da 5′9″ Feat Talib Kweli - Give Up Your Guns
10. Fab Nickel Feat Lupe Fiasco - Genius
11. Common Market - Tobacco Road
12. 8thw1 - Life
13. Double A.B. - Cuban Cigars
14. The Loyalists Feat Melinda Wiggins - Denora Hill
15. Atmosphere - In Her Music Box
16. Snowgoons Feat Reef The Lost Cauze - This Is Where The Fun Stops
17. Yak Ballz Feat Slow Suicide Stimulus - Future Deluxe
18. Jedi Mind Tricks Feat Block McCloud & King Magnetic - Godflesh
19. U.N.I. Feat Evidence, Big Pooh, Aloe Blacc, Fashawn, Mickey Factz, Theo & Kes Kaos - Beautiful Day (Remix)
20. Sha Stimuli Feat Mickey Factz - Say Something
21. Viro The Virus - The Sharpest Blade
22. The Returners Feat El Da Sensei, Skyzoo & King Magnetic - Do You
23. East Coast Avengers Feat Termanology & Apathy - Vengeance
24. Jedi Mind Tricks - Death Messiah
25. Sabac - As Children Cry
26. Statik Selektah Feat Reks, Ea$y Money, Royce Da 5′9″ & Paula Campbell - Take It All Back
27. Reks - Rise
28. Reef The Lost Cauze Feat King Magnetic & Termanology - Gone
29. Jake One Feat Freeway & Brother Ali - The Truth
30. East Coast Avengers Feat Freddie Foxx - Prison Planet
31. Crew54 Feat Harlems Ca$h, Lexikon, Omega Blaze, GC, St Laz, Yung $tet (Of DreamTeam), Tito Lopez, J Pich, BC, BK Cyph & Lil Flip - Hear-It-First All-Stars
32. Reks Feat Termanology & Consequence - Premonition
33. Mister K.A. Feat Royce Da 5′9″ - Verbal Murder
34. Doap Nixon Feat Cynthia Holliday - Heaven Is Calling
35. Snowgoons Feat Respect Tha God, Block McCloud & Doap Nixon - Lost
36. Atmosphere - Yesterday
37. King Syze - Pain
38. Randam Luck - 1,2 Hit ‘Em
39. The Grouch - Breath
40. Termanology Feat Sheek Louch & Freeway - Drugs, Crime, & Gorillaz
41. Royce Da 5′9″ - A Part Of Me
42. TradeMarc - 21 Grams
43. Ill Bill - This Is Who I Am
44. DJ K.O. Feat Royce Da 5′9″, Elzhi & Supastition - Best To Do It
45. Emirc Feat Apathy - Own The World
46. Termanology - So Amazing
47. Fakts One Feat Rasco, Planet Asia & Shakes Da Mayor - Longivity
48. Statik Selektah Feat Termanology - Church
49. Kool G Rap Feat Hailie Duff - On The Rise Again
50. Mr. Hyde Feat Q-Unique, Ill Bill & DJ Eclipse - Killer Collage
-
Download das músicas - http://www.megaupload.com/?d=I6WXE1JW

A polêmica que envolve o casal de cantoras Rihanna e Chris Brown parece estar longe do fim.

A revista americana In Touch informou que até o momento Rihanna não prestou queixa contra o músico e que a polícia trabalha no levantamento de pistas sobre o caso. "Ainda não temos provas suficientes e não houve nenhuma queixa registrada no caso de Chris Brown", disse a porta-voz da promotoria de Los Angeles, responsável pelo caso.

Independente da falta de depoimento de Rihanna, a polícia seguirá com o caso, segundo a publicação. "Se nós juntarmos provas suficientes vamos prestar queixa até sem o depoimento dela. Não é o caso para a vítima. Ela não precisa nem aparecer no tribunal", completou.

Toda a história começou no dia 8 de fevereiro, momentos antes da premiação do Grammy. Chris foi acusado de agredir uma mulher, e na mesma noite se entregou à polícia e prestou depoimento. Por causa do ocorrido, ambos faltaram à cerimônia, e Rihanna cancelou uma apresentação que faria na última semana, na Malásia.

Tracklist:
01. Mo City Don (Prod. By Z-Ro)
02. Z-Ro (Prod. By Mike Dean)
03. From The South (Feat. Paul Wall And Lil Flip) (Prod. By Mr. Lee)
04. I Hate U (Prod. By Mike Dean)
05. Top Notch (Prod. By Mr. Lee)
06. The Mule (Feat. Devin The Dude And Juvenile) (Prod. By Dani Kartel)
07. These Niggaz (Feat. Scarface) (Prod. By Leroy Williams)
08. That’s Who I Am (Prod. By Mr. Lee)
09. Respect My Mind (Prod. By Mike Dean)
10. Help Me Please (Prod. By Mr. Lee)
11. II Many Niggaz (Prod. By Solo)
12. One Deep (Prod. By Mike Dean)
13. M-16 (Feat. Trae And P.O.P.) (Prod. By Enigma)
14. 25 Lighters (Prod. By Z-Ro)

Tracklist:
01. Crank It Up (Feat. Pooh Baby)
02. Gettin Money (Feat. Young Vet)
03. Cell Phone Watch (Feat. Young Vet & Pooh Baby)
04. That Ain't It (Feat. Young Vet & Pooh Baby)
05. Hangtime (Feat. Young Vet)
06. Damn (Feat. Pooh Baby)
07. Big Rubberbands (Feat. Young Vet & Pooh Baby)
08. Gas
09. Shawty Hell (Feat. Young Vet)
10. Lick Gone Bad (Feat. Young Vet)
11. Yummy Yum (Feat. Pooh Baby)
12. Grustle Or Not (Feat. Young Vet)

Tracklist:
01. 8Ball - Welcome 01:06
02. 8Ball - Gangsta Luv (Feat. Tela, MJG & Gino)
03. 8Ball - Gettin It In (Feat. MJG & Yo Gotti)
04. Kaz - Smoke Somethin (Feat. 8Ball, Lord T & Eloise)
05. 8Ball - My Whole Life (Feat. Gangsta Blak)
06. Criminal Manne - Set Up Shop (Feat. 8Ball & Nasty Nardo)
07. Gangsta Boo - Good (Feat. 8Ball & La Chat)
08. Criminal Manne - Set Up Shop (Feat. 8Ball & Nasty Nardo)
09. 8Ball - Get Gone (Feat. Devius & Da Volunteers)
10. MJG - This Aint (Feat. 8Ball, Three 6 Mafia, Project Pat & Yung D))
11. 8Ball - Soo Thick (Feat. Kinfolk Thugs)
12. MJG - Stickin2MyFingaz (Feat. Al Kapone, Sir Vince & 8Ball)
13. Big Ammo - In The Town (Feat. Mac E & 8Ball)
14. Yung Key - 100% (Feat. 8Ball)
15. 8Ball - Dont Worry (Feat. Devius & MJG)
16. El Hakim The Poet - Love Spoken

Tracklist:
01. 2Pac & Snoop Doggy Dogg - 2 Of Amerikaz Most Wanted
02. 2Pac & Dr Dre - California Love (RMX)
03. Snoop Doggy Dogg - Gin & Juice
04. Makaveli - Toss It Up
05. Dr Dre & Snoop Doggy Dogg - Nuthin' But A G Thang
06. Daz Dillinger - In California
07. Dr Dre - Keep Their Heads Ringin
08. 2Pac - How Do U Want It
09. Jay-Z - Hovy Baby (RMX)
10. Tha Dogg Pound - Gangsta Rap
11. Ashanti - All My
12. Snoop Doggy Dogg - Who Am I (What's My Name)
13. Dr Dre - Let Me Ride
14. Nate Dogg & Warren G - Regulate
15. Eastwood & Crooked I - We Ballin
16. Snoop Doggy Dogg - Snoops Upside Ya Head

(São Paulo, BR Press) - Formado no final da década de 90, cheio de lirismo e rimas fortes nas letras potencialmente conscientizadoras, o grupo Mamelo Sound System se mantém firme no cenário hip hop, demonstrando que seu discurso e sua música ainda vão transformar muitos lugares por onde quer que os vocalistas Rodrigo Brandão e Lurdez Da Luz e os instrumentistas Prof. M. Stereo e DJ PG passem. Por enquanto, a banda está um pouco afastada dos palcos, fazendo apenas participações especiais. Isso porque Lurdez Da Luz está finalizando a produção de um CD solo, com a contribuição de Brandão. Além disso, o grupo trabalha em canções avulsas para projetos diferentes, sem a preocupação de lançar álbuns completos.

Apesar das fortes rimas do hip hop, o som original do grupo também passeia pelo dub jamaicano e flerta com o jazz, construindo melodias complexas e sedutoras. O nome do grupo é uma referência aos grupos que animavam festas e bailes na Jamaica, e o primeiro disco, Mamelo Sound System, foi lançado em 2000 com participações de músicos do Nação Zumbi, do Mundo Livre S/A, Paula Lima, DJ Marky, a dupla Thaíde & DJ Hum e o MC Rappin' Hood. Em 2006, a banda lançou o mais recente álbum, Velha-Guarda 22.

Na entrevista abaixo, Rodrigo Brandão fala sobre o papel do grupo no cenário musical brasileiro, letras conscientizadoras, parcerias, entre outros assuntos. Confira:


Para ler a Entrevista Clique Aqui:>>Mamelo Sound System: lirismo Freela


Fat Joe lançará seu nono álbum solo, intitulado Jealous Ones Still Envy 2 (J.O.S.E. 2), no dia 7 de abril. O registro contará com participações de Ron Browz, Fabolous, Lil' Kim, T-Pain, Lil' Wayne e Akon.

O primeiro single do trabalho é One, que conta com participação de Akon. Joe está planejando lançar o videoclipe do som nas próximas semanas.

J.O.S.E. 2 sucederá Elephant in the Room, que foi lançado em 2008 e vendeu 107.450 cópias, de acordo com a Nielsen SoundScan. O álbum será uma sequência do platinado Jealous Ones Still Envy de 2002.




O rapper e produtor musical Dr. Dre, a Monster Cable e o designer Robert Brunner estão lançando os fones de ouvido “Beats by Dr. Dre”, que conseguem reproduzir graves como nenhum outro. Eles foram criados especialmente para quem quer ouvir música com qualidade de estúdio, e estão sendo desenvolvidos há mais de 2 anos.

Os fones de ouvido “Beats by Dr. Dre” representam a qualidade e tecnologia da Monster Cable, mas definitivamente não são para qualquer um, já que o preço sugerido é de 400 Dólares.

Clique e acesse o site da Beats by Dr. Dre

Fontes: Digital Drops e Radar Urbano

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

A produtora do rapper americano Eminem, FBT, conseguiu que o processo movido contra a gravadora Universal chegasse a tribunal. O cantor acusa a maior empresa de música do mundo de não pagar os devidos royalties pela venda de suas músicas via download na internet. Se ganhar, Eminem vai arrancar da gravadora nada menos que 1,6 milhão de dólares e abrir precedente para que outros músicos façam o mesmo.

A definição de direitos autorais é o que está em jogo por trás dessa história. Hoje, apenas 30% ou menos das vendas digitais são direcionadas aos artistas, porque as gravadoras interpretam esta ação como acordos de distribuição. No caso de Eminem, os advogados dele vão tentar mudar esta compreensão, afirmando que a venda de músicas na internet deve ser incluída na categoria de contratos de licença autoral, o que daria direito a metade do dinheiro conseguido pelas gravadoras com estas transações.

Como testemunhas do processo movido pelo rapper estão Jimmy Iovine, fundador da Universal, e Steve Jobs, presidente da Apple. Os dois serão peças-chave para a discussão sobre os direitos autorais nas vendas de músicas digitais. É a indústria fonográfica passando por mais um revés. Vamos ficar de olho nesse processo.

(*) Com informações do jornal The Independent.

By Uescouste

O cantor Chris Brown, 19 anos, teria sido aconselhado a fazer terapia para controlar a raiva, para melhorar sua imagem pública após agredir a namorada, a cantora Rihanna, 20.

Segundo testemunhas, Rihanna teria sido agredida com socos e mordidas proferidas pelo cantor dentro de seu carro, na manhã que antecedeu a cerimônia do Grammy, no dia 8 de fevereiro.

O caso ainda está sendo investigado pela polícia. Além das agressões, Brown é também acusado de ameaçar a vida de Rihanna. O cantor teria começado a freqüentar a terapia no início da semana.


Veja Tambem:>>Rihanna e Chris Brown teriam brigado por suposta gravidez

Acusado de agredir sua namorada, a cantora Rihanna, Chris Brown será julgado por violência doméstica. No entanto, a promotoria que cuida do caso afirmou que a audiência para solucionar o caso deve adiada.

"Ainda não temos as provas. Os detetives estão investigando. Caso eles decidam que precisam de mais tempo, vamos remarcar a data", disse Jae Robison, porta-voz da promotoria. Até o momento, a audiência está marcada para acontecer no dia 5 de março.

No dia 8 de fevereiro, antes da cerimônia de entrega Grammy, Brown foi acusado de agredir uma mulher. Segundo o site TMZ, Rihanna teria dado entrada em um hospital de Los Angeles com o rosto ferido e marcas de mordidas. No entanto, a polícia local preferiu não divulgar a identidade da vítima.

Na mesma noite, o cantor se entregou à polícia e prestou depoimento. O rapper foi liberado após pagar fiança de US$ 50 mil (cerca de R$ 110 mil). Ambos não compareceram à cerimônia do Grammy e Rihanna cancelou um show que faria na última sexta-feira, 13 de fevereiro, na Malásia.

http://www.hypetrak.com/image/2009/01/50-cent.jpeg

Aparentemente, o "monstro de três cabeças" da Interscope Records mudou seus planos novamente. Enquanto promovia seu game Blood in the Sand, 50 Cent revelou que seu álbum Before I Self Destruct não sairá antes de Relapse de Eminem.

'Crack a Bottle'... Este som foi gravado para o meu álbum e deve ir para o álbum do Em, porque seu álbum está vindo primeiro. Nós devemos gravar algo novo, revelou 50 nesta quarta-feira.

Em uma entrevista postada ontem pela Associated Press, 50 disse que Dr. Dre está concentrado em terminar o álbum de Eminem antes de se dedicar ao seu LP. Before I Self Destruct estava originalmente previsto para 3 de fevereiro.


quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009




Segundo o site Oficial do Rapper no Brasil...O vídeo clipe de "Crack A Bottle" está sendo filmado e estará pronto para lançamento mundial dentro de algumas semanas. A música já virou um estouro nas rádios do mundo todo. O vídeo foi dirigido pelo Syndrome e garante ser muito bom. Confira aqui uma foto inédita de uma parte do vídeo clipe, que foi postado no blog do Paul Rosenberg, gerente do Eminem.


Pra quem ainda nao ouviu a Musica ouça abaixo:

Eminem- Crack A Bottle ft. Dr.Dre & 50 Cent [Final Version]



O Rapper The Game, CEO da BWS, estava em um show de sua turnê, tirando sarro com a treta entre Ross e 50, quando noticiou seu proximo album.
"Amo tudo isso, eu juro por deus, eu amo tudo isso" disse The Game aos Fãs que estavam em seu ultimo show. "Eu não vou mentir, eu estou no estudio trabalhando em meu Quarto album."."Eu tenho ficado na porra da minha casa, tentando ficar fora da porra dos problemas, mantendo minha condicional. Eu dexei crescer uma barba tipo a do Rick Ross. Eu disse Rick Ross? meu desculpe 50, não queria dizer. Não queria dizer "Rick Ross". 50 pode ter raiva de min..."
Enquanto um nome oficial ainda não foi confirmado pelo rapper da Costa Oeste, Blogs ja noticiam informações sobre o começo da produção.
Parece que o rapper mudou sua mentalidade, e está trabalhando em um album intitulado "Global Warming" inteiramente produzido por Cool & Dre. A dupla de produtores tem sido responsavel por varios dos ultimos hits de The Game, incluindo os Hits do L.A.X, como o "Big Dreams".
O álbum está programado para o verão de 2009.
Na treta entre Ross e 50, Game não saiu em defesa de Ross na batalha com seu ex-chefe.
"Pela primeira vez em quatro anos, cara, eu to correndo com o 50 nessa" Game disse em entrevista."Estou de cara com isso, é uma loucura, não sei o que vai acontecer, mas ai, Ross, me liga mano ...me liga pra min te tira dessa... 5o levo a mãe do teu filho para fazer compras. Ela estava com uns casaco de peles... é Rick Ross, cara, me manda um salve! 50 ta comendo você cara!". Game está atualmente em uma turnê nacional do seu ultimo albun, L.A.X.
Ele ira percorrer de uma Costa a outra para promover seu albun. O tour irá visitar cerca de 30 cidades, começando com varias performance pela California em meados de Fevereiro. Iniciando dia 18 de fevereiro e terminando em 29 de Março, passando por: Los Angeles, Phoenix, Sacramento, Portland, Seattle, Boise, Denver, Tulsa, Dallas, Houston, New Orleans, New Haven, Providence, Norfolk, Nova Iorque e mais.


Christina Milian está de volta em sua primeira capa de revista desde que se despediu da gravadora Island Def Jam em 2006. A cantora de 27 anos quebrou o silêncio e falou ao Rap-Up sobre seus últimos dois anos, sua reação ao casamento de seu ex-namorado Nick Cannon com Mariah Carey e sobre seu desligamento da Def Jam.obre a razão pela qual foi desligada da ex-gravadora, ela disse:"Foi um corte orçamentário, creio eu. A Def Jam provavelmente livrou-se de projetos como o meu para gastar o dinheiro com a Rihanna."

Veja Tambem..Os Bastidores Da Christina Milian Na King Magazine

Christina Milian King Magazine photoshoot

http://www.enraizados.com.br/Imagens/Entrevistas/gog_2412200701.jpg

"Dia 7 de março foi a data escolhida para o lançamento do DVD de hip hop mais esperado do País. Falo isso sem a mínima vaidade, muito concentrado e antenado nos termômetros da periferia e do movimento social brasileiro e mundial.

Admito que esse momento é um dos mais importantes da minha vida. E que eu só poderia receber um presente de maior quilate que este, no dia 09/03, data do meu aniversário:

A restauração da saúde da minha amada mãe.

Agora, depois de um longo trabalho e apoiado pelo QG da Revolução, o desafio é o de proporcionar 10 apresentações, como se fossem presentes, na qualidade que nosso povo merece.

A princípio acontecem em Brasília. Várias delas ao ar livre, sem cobrança de ingressos e a intenção é viajar por todo território nacional. A falta de teatros e locais direcionados ao lazer e entretenimento nas cidades satélites foi logo percebida, mas a resistência continua e a vontade de reunir amigos nesta grande confraternização é insuperável!

Mais do que nunca sua contribuição é importante: adquirindo ingressos antecipados, comprando o DVD na pré-venda do site, fazendo sua doação, simplesmente baixando as músicas, divulgando as boas novas aos amigos e amigas...

É isso... Deveras emocionado, só tenho a dizer mais uma frase:

Foi feito com muito amor e para vocês!

Com o respeito de sempre, GOG!"

Clique e acesse ao site oficial de GOG

Fonte::> Gramática da Ira
Na próxima terça-feira, dia 3 de março, o leitor vai conferir uma entrevista exclusiva com o grupo Duck Jam (na foto com DJ Cortecertu). Nela, os integrantes de um dos grupos pioneiros do Rap Nacional falam sobre o cenário do Hip-Hop, música, política e sobre o seu retorno na cena.

"Pensamos em voltar. No final dos anos 90, tínhamos um CD praticamente cheio e o grupo estava com uma formação reduzida, mas resolvemos parar. O Neno estava meio injuriado com a cena, em determinado momento da produção, ele nos disse que pra ele não daria mais. Mesmo assim, a gente fez um trampo, os integrantes eram DJ Pato, Nidas e o Nego Jam. Fizemos um trampo independente, no entanto acabou não dando certo.

Foram vários os motivos que nos fizeram desanimar, a mesmice da cena, a falta de criatividade e um mesmo estilo dominando a produção do Rap em São Paulo. Isso tudo aconteceu entre 2000 e 2001, quando a gente lançou “Colarinho Branco – Versão 2000”, um remix de um grande sucesso do grupo.

Foi uma época conturbada, nós dividíamos o tempo entre o trabalho e a música. A cena nos incomodava, o grupo fez um trabalho de qualidade, com uma proposta diferente, mas não houve abertura. A tecnologia proporcionou a entrada de muita coisa ruim no cenário Rap, ficou muito fácil fazer música, no entanto, faltou qualidade.

Com o passar do tempo O DJ Pato e o Nego Jam montaram uma banda chamada "D. Jam" e tocaram em alguns picos de São Paulo, sempre misturando Rap. Numa dessas apresentações, Neno foi convidado para cantar “Coisas de Brasil”, outro hit nosso, creio que isso reacendeu a chama do Duck Jam.

O que nos fez voltar foi o amor pelo música. Em 2004, entre as idas e voltas do MC Neno, produzimos um CD chamado “Revolução Social Silenciosa”, que não foi lançado, poucas pessoas conhecem, o DJ Hum e o Rappin’ Hood estão entre as que ouviram esse trabalho..."

Não percam, no dia 3 de marçoNo Site BocadaForte, a íntegra da entrevista com Duck Jam.

Acesse o Myspace oficial do grupo


BocadaForte


01. T.I.A
02. ABC’s (feat. Chubb Rock)
03. Dreamer
04. I Come Prepared (feat. Damian Marley)
05. Bang Bang (feat. Adam Levine)
06. If Rap Gets Jealous (feat. Kirk Hammett)
07. Wavin’ Flag
08. Somalia
09. America (feat. Mos Def and Chali 2NA)
10. Fatima
11. Fire in Freetown
12. Take a Minute
13. 15 Minutes Away
14. People Like Me

Follow Us