sábado, 31 de agosto de 2013



Militantes daunderground um projecto publicado em 2002-2003
por 3 MC'S Kapitao Mc, Intelektu, e Pastor Alemao
Na Africa do Sul (Cape Town) os 3 Mc's sao oriundos de Angola.
um projecto de Rap Politico e  caracter Revolucionario teve muito airplay nas Radios Bush Radio,UCT Radio e YFM na Africa do sul e Angola na Radio Lac( Poetica Artes de Rua)
e Radio ecclesia. e musicas como Karta para o chefe do estado acabarao por serem hinos na pirataria em Luanda 2003.
hoje publicamos este projecto como um classico do Rap Angolano no cenario underground
espalhem a palavra!



Esta semana alguma pessoa com péssimas intenções ou com uma péssima interpretação, publicou uma musica do grupo de brasília Código Penal, dizendo e induzindo a achar que a musica era contra o mano brown, só que na verdade é elogiando o brown. o que uma virgula mau colocada num faz, eu ja havia publica uma nota relatando o fato. porem o mano do grupo me enviou um email relatando sobre o ocorrido explicando melhor.. veja a declaração do mano!

Palavras do Dj Dourado.

Meu irmão sou DJ Dourado - Código Penal e a música Zé Povinho é minha e quem criou toda essa confusão foi quem postou o vídeo no youtube no dia 28/08/2013 e alterou o nome da música onde acrescentando o nome do Mano Brown e ainda mais, colocou como se a música fosse lançamento de 2013, sendo que a música é de 2008/2009 no próprio youtube existe um outro vídeo que foi postado assim que eu lancei a música a uns 4 anos atrás, torno a dizer que de forma alguma a música foi feita para o Mano Brown o cara merece todo respeito, quem montou o tal vídeo sabe que haverá um show dos RACIONAIS aqui no DF e está tentando dessa forma prejudicar, particularmente MANO BROWN, KL JAY, EDY ROCK E ICE BLUE são bem mais que isso e creio eu que se quer vão dar atenção a toda essa m...da que o vídeo manipulado criou, tomei as devidas precauções e um dos vídeos já foi retirado do youtube restando ainda um que espero que tenha o mesmo destino.
"AO CONTRÁRIO DO MANO BROWN, O ZÉ POVINHO PARECE UMA PUTA"  essa é a frase que foi manipulada no vídeo onde se tirou AO CONTRÁRIO, quem fez essa ca...da postando esse vídeo mentiroso, com certeza não vai mostrar a cara pois fez de caso pensado. Fiquem com Deus, sucesso e paz.
Ouça a musica atentamente ...esta musica foi posta no youtube a 4 anos atras!

Zé Povinho

DJ Dourado
Atitude de cabrito 
Zé Povinho e pé de pano 
Falava pra caralho usando gíria de malandro 
Então vai Zé Povinho, então vai Pé de pano 
Sicuito desandou. Vacilou.

Zé povinho lá na quebrada 
Colou com pe de pano 
Falava pra caralho 
Usando gíria de malandro 
Cicuito desandou 
Os maluco cobra mesmo 
O crime não e brinquedo 
E a malandragem senta o dedo 
Cada um com seus B.O 
Então da minha vida cuido eu O 
Tira o zoi me esquece vê se me erra 
Não te devo porra nenhuma sai fora o seu comédia 
Não gosto de potoquei paga pau tira o zoi 
DJ D velha escola Código Penal é nois 
A vida é um jogo mas eu jogo sem trapaça 
Não vou ficar no sapatinha Ra fazendo graça ae 
Ao contrario do Mano Brown Zé Povinho parece uma puta 
Mentiroso salafrário que me descupem as prostitutas 
Tudo ia bem mas veja o monstro que surgiu 
Toda merda que eu vejo ele ta no meio 
Assina aí cusão é tudo no seu 
Não pago de bandido mas sou sugeito homem 
Maior respeito eu tenho pelas quebras 
Zé Povinho não, não passa de um comédia

Atitude de cabrito 
Zé Povinho e pé de pano 
Falava pra caralho usando gíria de malandro 
Então vai Zé Povinho, então vai Pé de pano 
Sicuito desandou. Vacilou. 

Articulador Zé Povinho é o cão 
Não respeita a favela ainda tira os irmãos 
Sai por ai falando mau de todo mundo 
Mora na quebrada mas não passa de um bicudo 
Ele dizia aí ele falava 
Que não cantava mas pra favela 
Que não fazia mas som pros mala 
Pois agora ajoelha e paga um pau 
Pede benção pros maluca se não vai passar mau 
Nas quebradas sempre é pedido 
Zé Povinho e pé de pano na mira dos bandido 
Respeito é bom e todo mundo gosta 
Ninguém que ser tirado 
Ainda mais por um bosta.

Atitude de cabrito 
Zé Povinho e pé de pano 
Falava pra caralho usando gíria de malandro 
Então vai Zé Povinho, então vai Pé de pano 
Sicuito desandou. Vacilou.

Rap sem compromisso 
É o estilo dos potoca 
Só comediagem, fuleragem e fofoca 
Lá vai Zé Povinho com seu 3 em um 
Se moscar de quebrada vai levar é de dum dum 
Pé de pano sumiu ninguém sabe ninguém viu 
Fiquei sabem de qual foi aí... 
O bagulho aqui é sério não é pra qualquer um 
Se liga Zé Povinho pois você é só mais um 
Que tirar onda de gringo mau fala o português 
Quis tirar as quebradas agora é a sua vez 
Na lista dos pilantra você é o 1ª 
Tirado de Mané se liga aí o Zé 
Sei quem sou de onde vim pra onde vou 
Seliga Zé Povinho se liga aí o Jhow 
Deixa a minha vida e vê se cuida da sua 
Se liga vei, não se iluda.

Atitude de cabrito 
Zé Povinho e pé de pano 
Falava pra caralho usando gíria de malandro 
Então vai Zé Povinho, então vai Pé de pano 
Sicuito desandou. Vacilou.

Autor: DJ Dourado

sexta-feira, 30 de agosto de 2013


"Top Billin" foi o hit  da dupla Audio Two , apesar de ter sido lançada como lado B de "Make It Funky", em 1987, do álbum What More Can I Say?  Foi lançado antes de Primeira Música quer era prioridade e fecharam um acordo de distribuição com a Atlantic Records . A música teve um impacto cultural profunda no hip hop. A canção foi eleita como 8 em About.com 's Top 100 canções de rap. Ela também foi selecionado como uma das muitas músicas que você deve ouvir e baixar no musical de referência livro 1001 músicas que você precisa ouvir antes de morrer: E 10001 musicas que Você deve baixar.
Um remake de "Top Billin" foi lançado em 1998, desta vez um dueto entre Milk Dee e irmã mais nova, MC Lyte , que apareceu em seu álbum 7&7

Versão Clássica do LP




Versão Clipe da musica



50 Cent - I Get Money


"I Get Money" é o terceiro single do 50 Cent 's terceiro álbum, Curtis . [1] Esta canção foi # 14 na Rolling Stone 's lista das 100 melhores músicas de 2007. A canção alcançou a posição # 20 na Billboard Hot 100 e foi certificado Ouro pela RIAA .

"I Get Money" contém Samples da musica Top Billin do Audio Two. Foi gravado no estúdio Connecticut mansão de 50 Cent pelo engenheiro Alonzo Vargas. Embora a pista estava um single promocional, foi também o remix oficial para single de 50 Cent anterior, " Direto ao Banco ". A canção foi produzida pela Apex . [4] Inicialmente, Scott Boogie foi creditado como produtor de a música: [4] No entanto, foi descoberto mais tarde que Scott Boogie realmente roubou a batida da Apex.



Remix

Diddy afirmou que há um remix com ele, e Jay-Z .  No entanto, em 12 de setembro de 2007 50 Cent confirmou em entrevista à Hot 97 que o remix foi lançado e recursos Diddy e Jay-Z, com a pista sendo conhecida como a "Forbes 1-2-3 Billion Dollar Remix". A faixa foi lançada em 17 de setembro de 2007. [18] A carne com o rapper Ja Rule voltou-se quando Ja Rule fez uma Diss estilo livre sobre a batida desta canção. 50 Cent ainda está para responder.





"Amores vem e vão" já diria qualquer indireta de facebook/twitter por aí, mas o que isso significa na prática ? Tudo que começa naturalmente tende a encontrar um fim, com relacionamentos porque seria diferente ? Quando não há entrega de uma das partes, quando não há o "equilibrio" o que ficam são pontas soltas. 

Antecedendo a mixtape #Delokopraloko3 que tem previsão de lançamento para o final de Setembro, a música "Pontas Soltas" acompanha um web vídeo, ambos produzidos de forma independente. 

Guilherme "Lloco" de Oliveira é natural de Uberaba - MG, tendo como base a tradicional Batalha do Calçadão (citada pelo rapper Emicida em algumas ocasiões). Compondo suas próprias letras desde os 15 anos, com 17 já buscava meios e recursos para gravar suas composições, sendo em 2011 com o surgimento da Batalha do Calçadão resolve lançar seu primeiro CD em parceria com o amigo de longa data Marco Antônio "Capanga". Sob a alcunha de "Alkateia Rap" a dupla conseguiu vender na base do boca boca 200 cópias, fora os mais de 300 downloads na internet. Atualmente com a Alkatéia Rap de lado, Lloco dedica-se ao seu projeto antigo "Delokopraloko", já em fase final de lapidação.

CONTATOS


Depois de passar por diversos grupos, coletivos e da divulgação da música ‘Chapa Primo’, que atiçou a curiosidade do público quanto ao seu álbum de estréia, Hadee divulga o single ‘AMarvada’ que também faz parte de seu disco solo, ‘Por Vida’.
‘A Marvada’ tem participação de Jamés Ventura e Théo SomSujo e fala sobre festa, bebida e diversão. Com scratchs do DJ Jeff Jay, a música foi produzida, gravada, mixada e masterizada, pelo próprio Hadee no Estúdio RuaXIII.
O disco ‘Por Vida’, quê está em processo de finalização, é o primeiro trabalho solo do músico, está sendo preparado desde 2011. A escolha foi trabalhar com calma, para ter um trabalho de muita qualidade.
Integrante do coletivo SomSujo, Hadee é uma das peças fundamentais para a cena atual do HipHop, detentor da criação da batalha do Santa Cruz e um dos organizadores durante os primeiros anos da batalha, de onde saíram grandes nomes do rap nacional. Também organizou a primeira Battle Beats, importante passo para a profissionalização dos beatmakers e fortificação desse mercado.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013


Isso aqui é uma Guerra é um single do grupo de rap brasileiro Facção Central, lançado em 1999, no álbum Versos Sangrentos, na faixa nº 4. É considerada como uma das mais fortes letras de rap em português.

Polêmicas

O videoclipe da música dirigido pelo premiado diretor Dino Dragone e produzido pela FIRMA FILMES foi lançado em 2000 e desde esta data vem trazendo polêmicas.1 Ele mostrava como era arquitetado um sequestro, desde a invasão na casa de um "playboy" até a morte da mulher na frente do marido e do filho.2 Foi veiculado pela primeira vez na rede de televisão MTV3 e logo em seguida, foi proibido com a alegação de tentativa de apologia ao crime. Provocou investigações mas no final do inquérito ninguém foi preso.3 O Clipe contém uma forte crítica social, contrapondo a condição social e econômica que motiva o crime, por exemplo a falta de escolaridade, quando no clipe ele afirma que com apenas a 5ª série concluída não se consegue emprego, e a solução encontrada para não morrer de fome é agir como a sociedade espera que marginalizados atuem.


Pra variar mais uma confusão com nome do mano brown, desta vez o grupo do distrito federal Código Penal tem uma musica chamado Zé Povinho, e um pedaço da letra cita o mano brown e muita gente interpretou como sendo uma critica ao Brown.. e a musica virou um Viral, geral compartilhando e a maioria concordando que a letra realmente falava mal do brown e muitos até concordaram com a musica do Código Penal,porem o grupo soltou uma nota dizendo que a musica não é uma critica o mano brown, pois depende da interpretação..

confira a declaração do grupo.

"No repertório do grupo não temos nenhuma música que ofenda o Mano Brown nem ao Racionais MC's, na musica ZÉ POVINHO (http://palcomp3.com/codigopenal/ze-povinho/),
temos um trecho aonde citamos: "Ao contrario do Mano Brown Zé Povinho
parece uma puta " é só questão de interpretação, na época do lançamento
muitas pessoas disseram que estávamos criticando o mesmo, mas tudo não
passou de como disse, INTERPRETAÇÃO.


Como
Filho de um dos Integrantes do grupo, e Administrador do Grupo
conhecedor do fato supracitado, posso confirmar o que foi dito. TEREI
PRAZER EM ACESSAR SEU SITE, E RECOMENDA-LO, aqui na Página.


PAZ!"



Confira este teaser!!!



Teaser Vídeo (pt.02/04) do DVD #SOMBRA de Kid MC.

Facebook: https://www.facebook.com/KidmcOfficial
Instagram: http://instagram.com/kidmc7

Kid MC - "Sombra" [Prod. Boni Diferencial] 
Download: http://www.mediafire.com/download/oy3...

Kid MC - "O Patrão Vem Já" [Prod. Ricardo 2R] 
Download: http://www.mediafire.com/download/zs6...

Realização Vídeo: BMWORKZ

2013 © Mad Tapes Entertainment (Luanda - Angola - Africa)
http://madtapes.blogspot.com/
https://www.facebook.com/pages/Mad-Ta...

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

KANHANGA - O PRETO DO BAIRRO II
O Preto do Bairro II é o meu novo disco, que trás em suma músicas de 
minha própria vivência relatando a vida dura com minha família em 
Angola e as principais dificuldades que passei nesses 8 anos que moro 
no Brasil, na cidade de Porto Alegre. Temas como preconceito, 
descriminação, desigualdade social dentro de um contexto motivacional, 
constroem um pensamento ideológico desse trabalho discográfico que é o 
?O Preto do Bairro II?.
O disco tem como subtítulo ?filho de pais falecido? justamente porque 
faço homenagem aos meus pais. A primeira música do CD é ?Pai (O 
Adeus)? e a última é ?Mãe? isso porque dentro de uma ordem cronológica 
primeiramente perdi meu pai e depois de alguns anos a minha querida 
mãe. Depositei toda minha emoção em cada música desse disco e acredito 
que as pessoas que ouvirem vão poder sentir tudo aquilo que eu quero 
passar, são mensagem emocionais e de certa forma motivacionais. Por 
exemplo; a música ?Libertação? traduz bem tudo isso que eu estou 
dizendo.
?Já vivi quase tudo nessa vida
Ví minha mãe comendo cada vez menos, pra nos dar um prato de comida
Meus irmãos saindo de casa, procurando uma vida melhor
Atrás de um futuro, um pouco inseguro, tentando encontrar o menos pior.?
A música que dá título ao disco ?O Preto do Bairro II? contextualiza a 
vivência de um jovem preto, emigrante africano, dentro de uma 
sociedade onde os traços raciais ainda são bem visíveis e por mais que 
a gente tenta buscar mecanismo de driblar esse fenômeno, somos 
afetados de outras formas. Então essa música pra mim vai ditar o rumo 
do disco, e acredito que através muitos jovens vão raciocinar sobre 
esse fato social.
Vivemos numa sociedade que infelizmente a desigualdade é alarmante 
onde uns vivem com tudo e outros sobrevivem com tão pouco, é tanta a 
disparidade que nos levar a crer que nossas as vidas estão jogadas ao 
nada. E se tem feito tão pouco para mudarmos essa realidade, por isso 
escrevi a música ?Chora favela? pra despertar o povo de que ainda tem 
gente sem comida no prato nesse país, que tem gente necessitada 
esperando que algo melhore. Ao mergulhar nesse mar de sentimento, cada 
um vai absorver um pouco da minha história e se identificar com a 
realidade que estiver mais perto de si.
O disco conta com as participações dos rappers conceituado como Bira 
Mattos, Spaw, Deko, Big Mc Tche, Nego Gui, Nega Fyah, Tchano 
Novaments, Mike, dos rappers Guido e Glauco da Banca CNR de Pelotas e 
também dos rappers paulistas Rincon Sapiencia e Terra Preta. A 
produção dos beat ficaram a cargo dos produtores Niclas Leman e Mac D. 
O Murmur-yó (Angola), Augusto Guss, DuckBeatz, Babau e algumas são 
bases de referência. A mixagem e masterização ficaram nas mãos do meu 
irmão Dj Alex Fernandes, MonstroBeats e Divox e a masterização final 
foi feita por Dj Alex Fernandes nos estúdio da AudioDesign Produtora 
de Som, onde as mesmas foram gravadas com exceção as faixas () que 
foram gravadas no estúdio MKSounds.
É realmente pra mim uma obra poética ?O Preto do Bairro II?, as letras 
são parcialmente contundentes, e despertam uma verdade ofuscada na 
nossa sociedade.
COMPARTILHE o link e faça já o DOWNLOAD do novo álbum:


Slash, membro dos Magikz, disponibiliza a música "Gildo 8 Anos De Saudades" que conta a participação de Ricardo e instrumental produzido por Fábio Gama. A mesma é uma homenagem de Slash ao seu primo Gildo, falecido a 25 de Agosto de 2005. Esta é a segunda música promocional da sua Mixtape - Ingombotano Vol.2: Retrato Rimado.