quinta-feira, 31 de março de 2016



Pra quem ainda não sabia Evandro Fioti é irmão, produtor e empresario do Emicida (pela foto ja deu pra perceber..rsrs), o Fioti também é cantor e inclusive participa de umas 2 ou 3 musicas com o Emicida, por motivo de força maior pressão dos amigos e creio que vontade dele também, o Fioti vai lançar um trampo solo, pela Laboratório Fantasma Claro!.

Entre as informações essenciais que você precisa saber sobre o primeiro EP de Evandro Fióti, que está sendo gravado entre os meses de janeiro e fevereiro, está uma série de “nãos”: não, não é um disco de rap. Não, ele não vai deixar o business para se dedicar à carreira musical. Não, Emicida não canta no disco.
Agora, todo o resto é sim. E quantos “sins”, quantas boas sinalizações para a realização deste projeto! Eis a materialização de um planejamento de anos, resultado do malabarismo de quem consegue manter os pés no chão e a cabeça nas exclusivas nuvens dos que permanecem sonhando.

Nome já tem, mas isso contamos em uma outra oportunidade. O importante é saber que vem aí um EP com cinco faixas (talvez sete…), a ser lançado provavelmente em março deste ano – física e virtualmente. Das cinco músicas já certas, três são parcerias entre Fióti e Emicida. Em duas delas, eles assinam melodia e letra, respectivamente. Em uma terceira canção, Emicida complementou a letra escrita por Fióti, que ficou responsável pela melodia. A quarta faixa é uma nova versão para uma música de Emicida, Rael e NAVE. Por fim, a quinta canção do repertório é um samba inédito de Rodrigo Ogi.
O disco tem produção executiva de Raissa Fumagalli. A direção artística e a produção geral do disco são de Fióti, mas ele conta com o reforço de ouvidos mais do que sensíveis para a produção de algumas faixas: Rodrigo Campos e Maurício Fleury.

SAIBA MAIS SOBRE O EP E PROCESSO DE GRAVAÇÃO NO SITE LABORATÓRIO FANTASMA 

Confira a capa e mais informações abaixo


Saiuuuuuuuu a capa do bagulho ! Foto Ênio Cesar arte Marcelo Lima tiração de onda por nós todos! Kkkk #GenteBonita
Publicado por Evandro Fióti em Quinta, 31 de março de 2016


O clipe é um tributo, uma exaltação à potência e majestade das muitas mulheres negras frutos da diáspora africana pelo mundo. Uma pequena reverência em meio à brutalização e hipersexualização do corpo feminino, as vítimas doBoko Haram, as Claudias brutalmente assassinadas pela PMERJ, as mães e viúvas da Black Live Matters. As filmagens foram feitas no maior país negro fora da África, o Brasil. Confira uma entrevista com o diretor do clipe, Pedro Rajão e com a figurinista Tenka Dara.


Curiosidades: Seun aborda um problema gravíssimo no continente africano: o branqueamento de pele. O procedimento estético através de um creme (bleeching cream) que fere e queima a pele de muitas mulheres é uma questão de saúde pública na Nigéria. Fela já denunciava o problema no disco Yellow Fever e segundo Seun, usa­se mais hoje do que nos anos 70. Ao final da música, Seun cita seis mulheres negras: Olufunmilayo Anikulapo (sua avó), Maya Angelou (poetisa, escritora e militante americana), Angela Davis (filósofa e militante Black Panther americana), Zeina Badawi (jornalista e ativista sudanesa), Rainha Amina (notável rainha nigeriana do séc. XV) e Nina Simone (musicista e militante americana).


Hoje estreamos aqui na página do Curta! o videoclipe 'Black Woman' de Seun Anikulapo Kuti, filho mais novo do lendário músico e ativista nigeriano Fela Kuti. O clipe é um tributo, uma exaltação à potência e majestade das muitas mulheres negras frutos da diáspora africana pelo mundo. Uma pequena reverência em meio à brutalização e hipersexualização do corpo feminino, as vítimas do Boko Haram, as Claudias brutalmente assassinadas pela PMERJ, as mães e viúvas da Black Live Matters. As filmagens foram feitas no maior país negro fora da África, o Brasil. Confira uma entrevista com o diretor do clipe, Pedro Rajão e com a figurinista Tenka Dara. #canalcurta #seunkuti #felakuti #blackwoman>> Curiosidades: Seun aborda um problema gravíssimo no continente africano: o branqueamento de pele. O procedimento estético através de um creme (bleeching cream) que fere e queima a pele de muitas mulheres é uma questão de saúde pública na Nigéria. Fela já denunciava o problema no disco Yellow Fever e segundo Seun, usa­se mais hoje do que nos anos 70. Ao final da música, Seun cita seis mulheres negras: Olufunmilayo Anikulapo (sua avó), Maya Angelou (poetisa, escritora e militante americana), Angela Davis (filósofa e militante Black Panther americana), Zeina Badawi (jornalista e ativista sudanesa), Rainha Amina (notável rainha nigeriana do séc. XV) e Nina Simone (musicista e militante americana).
Publicado por Canal Curta em Segunda, 28 de março de 2016


Músicos e produtores de todo o país participam de projeto de residência no Centro de São Paulo
Segunda edição do Pulso reúne 30 artistas de diferentes estilos no Red Bull Station para criar novos sons e pesquisas

Créditos: Fabio Piva
São Paulo, março de 2016 – De 04 a 30 de abril, os ritmos de todo o Brasil vão se misturar no centro de São Paulo. A segunda edição da ocupação Pulso retorna ao prédio do Red Bull Station em 2016 com a criatividade e a sonoridade de 30 músicos e produtores de diversas partes do país.
Além de impulsionar a cena independente identificando suas oportunidades e desafios, o evento abre as suas portas ao público com uma intensa programação de palestras e dois dias de shows para celebrar a música.
As quatro semanas de Pulso são formadas por encontros para identificar as oportunidades e desafios da música independente no Brasil. Além disso, os músicos e produtores de diversas regiões trabalharão em conjunto para criar novos sons e pesquisas. Com diferentes trajetórias e estilos musicais, eles estarão divididos em grupos para ocupar os seis ateliês do edifício e gravar no Red Bull Studio, também no local. 
O objetivo é partir dos mais variados gêneros – do rock ao tecnobrega, do rap ao eletrônico – em busca de um horizonte novo para a música independente. Entre os participantes estão nomes como o DJ Nyack (Emicida), Keila Gentil (Gang do Eletro), Mahal Pita (BaianaSystem) e Lê Almeida.
Todos os artistas foram selecionados por seis curadores convidados: Chico Dub (responsável pelo festival Novas Frequências, no Rio de Janeiro), Felix Robatto (produtor e um dos principais responsáveis por projetar a música paraense Brasil afora), Filipe Cartaxo (artista visual de Salvador, assina a concepção e direção artística do grupo multidisciplinar BaianaSystem), Juliana Baldi (radialista e DJ de Porto Alegre), Kamau (MC paulistano) e Macloys Aquino (guitarrista e produtor da banda Carne Doce). 
"Quando você reúne artistas de várias partes com o objetivo de fazer música e criar junto, é gerada uma carga de criatividade muito boa. Essa é uma oportunidade de esses artistas crescerem e se colocarem de uma maneira mais profissional no mercado da música", diz Chico Dub, criador do festival Novas Frequências e um dos seis curadores do evento em 2016. "Este ano o Pulso se torna um evento nacional, que ganha o Brasil com artistas de várias regiões. Isso é muito bacana."
Da cultura maker à discussão sobre gênero na música, passando pelos desafios do uso da tecnologia para fazer o trabalho de artistas independentes circular, o Pulso traz uma série de conversas abertas. Ao longo do programa, haverá palestras como a de KL Jay, do grupo Racionais MC`s, e a do produtor Arthur Joly com o empresário Michel Nath, que falarão sobre o espírito "faça-você-mesmo" e a abertura da fábrica Vinil Brasil, na Barra Funda.
O Pulso inclui ainda shows gratuitos nos dias 16 e 30 de abril. A programação do evento está disponível no sitewww.redbullstation.com.br/pulso
DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO
07 ABRIL/ 20H - 22H
RÁDIOS ONLINE E A CIRCULAÇÃO DA MÚSICA INDEPENDENTE - Os convidados falam sobre como deixaram de ser consumidores para criar canais de conteúdo musical e discutem a importância, os desafios e conceitos deste tipo de iniciativa, além de abordar as alternativas para a circulação da música com a internet e o avanço da tecnologia. Com Cashu (Mamba Negra/Rádio Virus), Akin (Metanol), DJ Nyack (Frequência Modulada), Marcel Munir (Na Manteiga) e Monique Dardenne (Boiler Room). 

12 ABRIL / 20H - 22H
CULTURA MAKER NA MÚSICA - O produtor Arthur Joly (Reco-Head/Vinyl Lab) e o empresário Michel Nath (Vinil Brasil)falam sobre a cultura do faça-você-mesmo na música, comentando suas experiências na área. 

13 ABRIL / 20H - 22H
GUIA DE SOBREVIVÊNCIA PARA COMPRAR DISCOS - Os participantes compartilham histórias envolvendo a cultura "digging" - a busca por discos raros - e dão dicas sobre compra e coleção de vinis. Com DJ Nyack, Edson Carvalho,Kamau, Mayra Maldijan e Ramiro Z (Patuá Discos).

14 ABRIL / 20H - 22H
E AÍ, BELÉM? - O músico e produtor Felix Robatto (Gaby Amarantos, La Pupuña) e seus convidados traçam um panorama da cena musical atual na capital paraense, seus sons, desafios, gêneros, espaços e movimentos culturais.

19 ABRIL / 20H - 22H
MÚSICA E GÊNERO - A cantora Lay, o rapper Rico Dalasam e Liniker discutem o atual estado da música e da questão de gênero e como os dois assuntos se relacionam e são encarados pelo público. 

26 ABRIL / 20H - 22H
30 ANOS DE RAP - O produtor e DJ KL Jay (Racionais MC's/Cosa Nostra) fala sobre os principais acontecimentos, desafios e conquistas em seus 30 anos de carreira e faz um paralelo com o que pôde observar neste mesmo período no cenário musical (em especial, no hip hop) do país e do mundo. 

27 ABRIL / 20H - 22H
CONVERSA: SYNTH E GÊNERO - O papo comandado por Claudia Assef levanta questões e barreiras enfrentadas por mulheres no meio musical. A produtora e aluna da Red Bull Music Academy Érica Alves apresenta o projeto "Synth e gênero", no qual reúne mulheres para experimentar equipamentos usados na produção de música eletrônica. Com Leandra Lambert (Voz del Fuego), Rafaela Andrade (bad$ista) e Bibiana Graeff (anvilFX).

SHOWS
16 ABRIL / 17H - 00H
SHOWCASE PULSO 1 - Apresentação dos artistas selecionados para o Pulso 2016.

30 ABRIL / 17H - 00H
SHOWCASE PULSO 2 - Apresentação dos artistas selecionados para o Pulso 2016.


Pulso @ Red Bull Station
Data: 04 a 30 de abril de 2016
Horário: 20h (palestras) / 17h (shows)
Local: Red Bull Station
Endereço: Praça da Bandeira, 137 – Centro – São Paulo
Telefone: 11 3107-5065
Capacidade: 120 pessoas
Censura: Livre
Entrada: Gratuito. Algumas palestras fornecerão senha com uma hora de antecedência


Acaba de sair o clipe da música "Lugar de paz" do Jotaésse, que tem a produção do O Coletor e a participação do Sopro Inverso.

Essa música é o segundo single do EP "Sasideias" e foi lançada em formato compacto, lo-fi, quadrado, print (o disco do video) por nós em parceria com a Brasilis Grooves. Para adquiri-lo basta entrar em contato conosco através do nosso perfil do facebook. 

O EP "Sasideias" está previsto para ser lançado ainda nesse primeiro semestre de 2016.




BMA um rapper de 22 anos de idade que reside no bairro Zango/Viana anuncia que esta gravando seu EP intitulado (Maturidade[#MVNFM]) que esta a ser gravado pela protuctora Ag Music e sera masterisado pela Mafia Records, o mesmo EP conta com as Participações dos seguintes Musicos: Fabio Jockrs, EDA, Lil Boys e Troblobio Mc.
Enquanto esperas baixa o projecto #TodosManboAi 

quarta-feira, 30 de março de 2016



E ai estão preparados pra mais uma pedrada do Racionais..???

A ultima musica que virou clipe oficial de um álbum do Racionais Mcs como um grupo foi a "Vida Loka parte 2", lançado por volta de  2004, porem em 2012  o grupo gravou o clipe da musica " Marighella - Mil faces de um homem leal" que faz parte da trilha sonora do documentário do Carlos Marighella.
Mas não esqueçamos que em meio a este tempo Mano Brown e Edi Rock lançaram clipes solo.

No final de 2014 o grupo, lançou o álbum "Cores e Valores" que conta com 15 faixas.
Quase 2 anos após o lançamento deste álbum, o grupo vai lança o clipe da musica "Preto Zica", ontem dia 29 de março, ja havia começado um "burburinho" de que o diretor mega renomado Kondizilla iria ser o diretor do clipe, pois o diretor fez esta publicação, veja abaixo.


É HOJE!!! ❤️ #PorAmor #PelaArte #music #musicvideo #videoclipe #shortfilm #curtametragem #kondzillafilmes #kondzilla #tkzGOD #ObrigadoSENHOR #alexa #kowa #anamorphic #davinci #rap #rapnacional #racionais
Publicado por Kondzilla em Terça, 29 de março de 2016


Hoje a produtora Boogie Naipe publicou 2 fotos dos Bastidores das filmagens do clipe "Preto Zica", confirmando e deixando os fãs do grupo ainda mais ansiosos.
E o Kondizilla ja disse que alem deste vai fazer mais 2 clipes do racionais.


Família Racionais trabalhando!  #Kondzilla #BoogieNaipe2016
Publicado por Boogie Naipe em Quarta, 30 de março de 2016

OUÇA A MUSICA 

terça-feira, 29 de março de 2016



Royce 5'9 antes de lançar seu próximo álbum chamado LAYERS, o mc de detroit, traz para seus fãs um aperitivo e lança o EP Tabernacle: Trust The Shooter e mostra como vai ser seu novo álbum.

O EP conta com 12 faixas e tem participações de Styles P, Smoke DZA, Westside Gunn, and Conway e produção de DJ Premier, Nottz, DJ Pain 1, Jahlil Beats, Mr. Porter, araabMUZIK e outros.

O álbum Layers só sai em 15 de abril, enquanto isto, baixe ou só ouça o EP.





MJ, Nome artístico de Jefferson Eliotério (São Paulo 1981) poeta e compositor,
foi criado no jd. paranapanema, bairro simples da zona sul - Proximo ao jd. ângela.
seu interesse pela música começou a partir dos 15 anos de idade, quando começou a compor
seus primeiros poemas, sob influência de Racionais mc's, Visão de rua,
Sérgio vaz, Gog e Ferréz.
Passou pelas bandas Mente Local e Voz da periferia.

Em 2001 Lançou a música Fita dominada, gravada no estúdio trama e produzida por Dj Kljay
juntamente com o conjunto voz da periferia no cd KLJay na batida vol.3.

Em 2007 Lançam seu primeiro disco chamado A Flecha e o poeta
com destaque para a música Caro diário.

Em 2011 foi lançado o EP. Meninos e Monstros com destaque para a música
A Trajetória - com participação e Produção de Dj Kljay e Rael.

Em 2012 lançou sua primeira Mixtape solo chamada Ruas Luas e Poesias
com destaque para a música O Tempo.

Compositor e intérprete atualmente escreve canções para grupos de Rap novos
e já renomados, sem previsão de lançamento de um novo trabalho,
MJ disponibiliza uma poesia Intitulada Voando Só, escrita em parceria com a Rainha Dina Di, e gravada em outubro 2009, segundo o mesmo ''Essa é uma poesia que fala sobre paixão, Fé,
arrependimento e de como aprender a fazer dos dias menos sozinho, em um mundo
em constante transitoriedade e velocidade, onde nos sobra pouco ou quase nada,
para se dedicar as coisas simples da vida como um abraço ou até mesmo
um simples pássaro.''



Ficha Técnica:

Letra: Dina Di e MJ
Produção: Zinho beats.
Mixagem: Vander Carneiro (Atelier estúdios)
Arte: Felipe Primat.

Intérpretes: Dina Di/ MJ e jeremias.


FAMÍLIA ETERNA, 13 Anos de Irmandade


Aos 22 de Março de 2003, na cidade do Lobito, nascia a crew de Rappers denominada “FAMÍLIA ETERNA”. Na altura, o objectivo era reunir os Hip-Hoppers e debater vários assuntos incluindo políticas para a expansão da cultura Hip-Hop no Lobito e claro, fazer música. Apesar das dificuldades, e passados hoje 13 anos, a FAMÍLIA ETERNA continua a fazer jus ao seu nome tendo já deixado a sua marca principalmente no cenário do Rap Angolano, seja com obras de renome como as mixtapes “Eu Tive Que Vir” de Mac D. O Murmur-Yó, “Passos Pra Luz” de Prisão 17, “Ocorrências do Tempo” e recentemente o projecto colaborativo “Visionários” (com Decente Motivação e Xavi MC), ambos da autoria de Under P., ou ainda com concertos como o “Grande Show de 10 Anos da Família Eterna” com a participação de DJ Pelé e MCK e as famosas Tournées interprovinciais “versus” realizadas ao longo dos anos envolvendo grandes nomes do Rap Angolano assim como a Steiss MC, afiliada da produtora UR-YÓ PRODUÇÕES, a produtora oficial da FAMÍLIA ETERNA.
Para saudar o seu aniversário, a FAMÍLIA ETERNA decidiu assim lançar uma antologia das suas músicas (como grupo) e lançar com ela uma faixa inédita intitulada “É Mais Um Dia” que contou com a participação de Paulo Chaves tendo a produção ficado a cargo de Evanir BeHitz.
Bem-haja a Família Eterna!




Depois da Mixtape Glóbulos, Steevy Flow regressa com a primeira Mixtape do ano, titula Orixá. Que é supostamente a segunda mixtape lançada pela nova laber de Delcio Dollar "Khufu Vision"
Com as participações de Mendez, Eric 1000, Kapone, Edy Breezy, Bigger Gungz. E com 2 porosuções executivas de Chronics Kingbeatz e T-Box.






O grupo de rap Avante O Coletivo inicia as comemorações dos 10 anos de resistência com estreia do segundo álbum Destravante: A Chave Mestra dos Etiquetas de Rua. Formado por U-China, Jota B, DJ Ivonverine, Tiago 08ou80 e Xuvisco, o coletivo com sede em Heliópolis tem como principal intuito levar a arte e cultura avante, além das barreiras sociais e territoriais. A experiência nas ruas e os intercâmbios com o mundo a fora estão expressos em 10 faixas com participações especiais dos franceses Dajanem, Gringoo, Gonzo, Sir Samuel  do Saian Supa Crew e do grupo NouvelR, da americana Kata Jin e do uruguaio Pajaro Canzani. Entre os brasileiros Max B.O., Jamés Ventura, Arnaldo Tifu e a banda Mato Seco chegaram para somar!
Ouça em primeira mão: www.avanteocoletivo.com

+ Destravante - A Chave Mestra dos Etiquetas de Rua

Em 2014, na segunda turnê para Europa, iniciaram o processo de produção
de um novo álbum, o segundo da carreira. Na França, o grupo passou por Angers, onde em meio à troca cultural e a mistura de sonoridades escreveram “
Cria da Quebrada” e “Alchimie” que tem participações de Dajanem, Gringoo, Gonzo e o grupo Nouvel R. Na Suécia surgiu A Bussola, faixa produzida por Sono TWS, que viajou junto com o coletivo para a tour. Enquanto os outros integrantes do voltaram ao Brasil, U-China ficou para o estudo da língua francesa, conheceu, em um show do Criolo o músico uruguaio que reside em Paris, Pajaro Canzani. Criou-se um vínculo e no estúdio de Pajaro foram gravadas três músicas: uma Cumbia misturada com Rap chamada “Ponga Play”, a parceria com o beat maker Bolin em “Pedalada”(que teve clipe gravado em passagem por Londres), e “Atlantique”, uma diáspora cultural africana que teve participação de Sir Samuel, do grupo francês Saian Supa Crew. Enquanto isso as atividades também prosseguiam no Brasil, onde o coletivo registrava as músicas “Simples Giro” com Jamés Ventura e “Observar” com Max B.O no estúdio Estrondo. Para completar um álbum cheio de conexões que o respeito e a fé na arte permitiram, foram gravadas as músicas já compostas antes da segunda turnê, “Minha chance é correr” com o MC do ABC Arnaldo Tifu e “Tudo tem seu valor”, música feita com a banda de reggae brasileira Mato Seco. O novo trabalho leva o título de “DESTRAVANTE – A CHAVE MESTRA DOS ETIQUETA DE RUA”. Nome que sintetiza todo esse período de adaptação, amadurecimento, tanto de vida como musical de todos integrantes e mostra que existe uma postura, as atitudes que são chaves que abrem portas do mundo inteiro. As músicas foram mixadas por Luiz Vanzato e masterizadas por Carlos Freitas no estúdio Classic Master.

 




+ Avante o Coletivo
Avante O Coletivo teve sua formação, no ano 2007, com uma parceria entre os amigos U-China, Jota B e Tó, que buscavam, através da música, uma nova perspectiva para vida. Todos de alguma forma já executavam trabalhos relacionados ao Rap, através de oficinas e apresentações na região. Como o próprio nome do grupo já diz: o principal intuito dos três amigos era formar um coletivo de artistas com a filosofia de levar a arte e cultura avante, além das barreiras sociais e territoriais. Muitas parcerias de antes mesmo da formação aderiram à proposta e integraram o time como DJ Ivonverine, Tiago 08ou80 e, posteriormente, Xuvisco que há dois anos também integra o coletivo.
                Nesses quase dez anos de existência, Avante o Coletivo tem em seu currículo duas turnês pela Europa que proporcionaram ao grupo parcerias com grandes nomes da música mundial, como a dupla Les Nubians que, no ano de 2009, em turnê pelo Brasil, realizaram juntos um trabalho na comunidade de Heliópolis, além de apresentações no SESC Pinheiros e Teatro São Pedro (Sampa Jazz). Deste modo, o coletivo deu ênfase na fusão de culturas e pôde carimbar o passaporte pela primeira vez para França, com grandes experiências de shows e contatos com a cultura urbana francesa, retornando ao Brasil com uma grande força que resultou no seu primeiro álbum intitulado #VOAVANTE, lançado em 2011 no auditório do Ibirapuera e contou com participações de Fernandinho Beat-Box, DJ QAP e Izzy Gordon, trabalho este que além da linguagem sonora, ganhou dois videoclipes: das músicas “Sans Frontiéres” e “Demanda” que, em 2013, foi considerado pela critica Rap um dos dez melhores clipes do ano. 
                Com maior exposição e difusão dos trabalhos, o grupo emancipou-se musicalmente, levando suas mensagens para diversas cidades do país, as músicas “Futebol” e “Vitórias Acontecerão” ganharam espaços na programação da 105.1FM, rádio de forte expressão no segmento. Também proporcionaram o coletivo a participar do programa "Manos & Minas" da TV Cultura, Dividiram palco com nomes de grande expressão:  Racionais Mc's, Criolo, RZO, Mato Seco. Além dos internacionais Stomp e Jack Bugg.

segunda-feira, 28 de março de 2016



O rapper e apresentador MAX B.O após 7 anos, 6 temporadas e 200 programas, não é mais apresentador do programa Manos e Minas da TV Cultura.
O programa não vai ser extinto, a TV cultura ja disse que o programa vai mudar o cenário,vai ser mudado o formato e novo apresentador.

Veja a declaração do MAX.

Salve Manos e Minas,Quero agradecer à vocês por esses 7 anos, 6 temporadas e mais de 200 programas que estivemos...
Publicado por Max B.O. em Segunda, 28 de março de 2016


Follow Us