quinta-feira, 31 de março de 2016

Novo clipe do Seun Anikulapo Kuti filho do Fela Kuti, homenageia a luta da mulher preta



O clipe é um tributo, uma exaltação à potência e majestade das muitas mulheres negras frutos da diáspora africana pelo mundo. Uma pequena reverência em meio à brutalização e hipersexualização do corpo feminino, as vítimas doBoko Haram, as Claudias brutalmente assassinadas pela PMERJ, as mães e viúvas da Black Live Matters. As filmagens foram feitas no maior país negro fora da África, o Brasil. Confira uma entrevista com o diretor do clipe, Pedro Rajão e com a figurinista Tenka Dara.


Curiosidades: Seun aborda um problema gravíssimo no continente africano: o branqueamento de pele. O procedimento estético através de um creme (bleeching cream) que fere e queima a pele de muitas mulheres é uma questão de saúde pública na Nigéria. Fela já denunciava o problema no disco Yellow Fever e segundo Seun, usa­se mais hoje do que nos anos 70. Ao final da música, Seun cita seis mulheres negras: Olufunmilayo Anikulapo (sua avó), Maya Angelou (poetisa, escritora e militante americana), Angela Davis (filósofa e militante Black Panther americana), Zeina Badawi (jornalista e ativista sudanesa), Rainha Amina (notável rainha nigeriana do séc. XV) e Nina Simone (musicista e militante americana).


Hoje estreamos aqui na página do Curta! o videoclipe 'Black Woman' de Seun Anikulapo Kuti, filho mais novo do lendário músico e ativista nigeriano Fela Kuti. O clipe é um tributo, uma exaltação à potência e majestade das muitas mulheres negras frutos da diáspora africana pelo mundo. Uma pequena reverência em meio à brutalização e hipersexualização do corpo feminino, as vítimas do Boko Haram, as Claudias brutalmente assassinadas pela PMERJ, as mães e viúvas da Black Live Matters. As filmagens foram feitas no maior país negro fora da África, o Brasil. Confira uma entrevista com o diretor do clipe, Pedro Rajão e com a figurinista Tenka Dara. #canalcurta #seunkuti #felakuti #blackwoman>> Curiosidades: Seun aborda um problema gravíssimo no continente africano: o branqueamento de pele. O procedimento estético através de um creme (bleeching cream) que fere e queima a pele de muitas mulheres é uma questão de saúde pública na Nigéria. Fela já denunciava o problema no disco Yellow Fever e segundo Seun, usa­se mais hoje do que nos anos 70. Ao final da música, Seun cita seis mulheres negras: Olufunmilayo Anikulapo (sua avó), Maya Angelou (poetisa, escritora e militante americana), Angela Davis (filósofa e militante Black Panther americana), Zeina Badawi (jornalista e ativista sudanesa), Rainha Amina (notável rainha nigeriana do séc. XV) e Nina Simone (musicista e militante americana).
Publicado por Canal Curta em Segunda, 28 de março de 2016
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top