sábado, 31 de outubro de 2015



O novo álbum do Facção Central esta prestes a sair, o álbum intitulado de "A voz do periférico" tem 18 faixas e conta com participação do Crônica Mendes,Branco P9,Consciência Humana e outros, e vários nomes de peso que chegaram somando com depoimentos na faixa título do CD.

Antes de lançar o album, o rapper Dum Dum que agora esta a frente do Facção, divulgou a musica "Rio de Lagrimas" onde o rapper mostra o outro lado da chacina, o lado das mães que perderam seus filhos.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015



Após a saída do Eduardo, muitos fãs do rap e principalmente os faccionários ficaram pensando o que seria do facção, mas o Dum Dum deixou claro que o grupo não acabaria, e continuou fazendo show, e prometia um álbum novo.


No começo do ano, o Facção lançou a música ‘Cada Um Na Sua Função‘, que é primeiro single do album. O novo álbum chama ‘A Voz do Periférico‘. A arte da capa foi feita por Gud.



Em seu perfil no Youtube o DJ Pantera publicou um teaser dizendo que o álbum do facção central foi finalizado e já esta indo para a fabrica, neste teaser, mostra que na musica "A voz do periférico" conta com um salve de rappers como Bad,Gog,WGI e outros.


OUÇA O TRECHO DA MUSICA AQUI




Se muitos se chocaram com a violência proposta no vídeo de “Bitch Better Have My Money” lançado em julho, imagina se Rihanna e equipe não tivessem decidido excluir estas cenas fortes da cantora com uma roupa transparente de látex e de faca na mão esquartejando a vítima do clipe?
A gente já avisa: se tem aversão a sangue, nem dê o play!



As cenas de tortura pesada seguidas de esquartejamento de partes do corpo foram disponibilizadas por um aplicativo lançado pela Roc Nation na Google Play e rapidamente caíram nas redes sociais.
“Bitch Better Have My Money” é um dos singles do ainda não lançado “ANTI”, novo disco da Rihanna.



FONTE: POPLINE


Foi cinco anos desde que Eminem, Eminem, Bizarre, Kuniva, Swifty McVay, Fuzz Scoota and dEnAuN lançaram um trampo colaborativo juntos, Return of the Dozen Vol. 2. Esse hiato finalmente terminou, no entanto, como D12 se reuniram, reagrupada e ter lançado uma mixtape novinha em folha a tempo para o Dia das Bruxas, Noite do Diabo.

Com produção de Mr. Porter, e participações de Young Buck, Royce Da 5'9 ", Kidd Kidd 





"Pra Falar de Rap" apresenta os processos de produção do rap nacional independente. O documentário mostra as etapas percorridas por rappers, desde a ideia da música até a chegada ao público. Rappers, DJs e produtores musicais protagonistas do rap nacional revelam os bastidores de seus trabalhos e complementam com opiniões por meio de depoimentos exclusivos.

O filme surgiu como trabalho de conclusão de curso de Jornalismo da Universidade Positivo (Curitiba - PR).





Um documentário de VIVIANE MENOSSO

Entrevistados:

KL JAY - SANDRÃO RZO - SOMBRA - DJ CIA - KAMAU - BLACK ALIEN - OGI - DE LEVE - NAVE


Direção / Produção / Roteiro / Pesquisa / Edição / Finalização: Viviane Menosso
Orientação: Felipe Harmata Marinho
Arte: Wellington Fernandes


Contato:
Facebook: www.facebook.com/prafalarderap

Espaço em São Paulo construído especialmente para abrigar o projeto reunirá gastronomia, drinques, workshops, jogos de bar e shows nacionais e internacionais 

Entre os dias 7 e 29 de novembro, sempre aos finais de semana, o espírito irlandês volta a invadir as ruas da Vila Madalena, um dos bairros mais boêmios de São Paulo, com a segunda edição do Jameson Backyard. Com entrada gratuita para o público, o espaço de 900 m² ao ar livre foi construído exclusivamente para abrigar o projeto que traz um conjunto de experiências reunindo música, jogos, workshops, arte, drinques e gastronomia com o whiskey irlandês, propondo uma nova ocupação de points da Vila Madalena.
“Jameson Backyard é mais uma das iniciativas da marca que aproveitam diferentes locais de São Paulo, trazendo entretenimento gratuito e de qualidade para propor uma nova forma de o paulistano interagir com a metrópole. Recentemente, ocupamos o Mirante 9 de Julho com o Jameson Cinema Club, série de eventos com música, gastronomia e cinema ao ar livre”, explica Rafael Souza, grouper de Brown Spirits da Pernod Ricard Brasil.
O projeto conta com uma série de atividades interativas, como duelos de jogos de bar; um “pebolim humano”, em que os jogadores serão os próprios participantes; workshops de serigrafia e oficina de zines, organizados por artistas e designers convidados; além de preparação de drinques feita por mixologistas de Jameson.
A estrutura de um farmer’s market foi pensada para ser um dos destaques do evento, oferecendo insumos vindos de pequenos produtores selecionados pela dupla de chefs Helena Pasqual e Pedro Roxo, que também assinam o cardápio do Jameson Backyard. Algumas receitas são preparadas com o whiskey irlandês, assim como os drinques servidos no bar do espaço.
“Será um ambiente despretensioso, assim como o whiskey Jameson, onde qualquer um, maior de 18 anos, poderá entrar e curtir as tardes do fim de semana com boa música, comidas e drinques, além de interagir com o local em uma série de atividades”, reforça Rafael.

Programação musical
Em cada dia do projeto, DJs de estilos diferentes se revezam com bandas e músicos consagrados da cena nacional e internacional.
Para a abertura ao público, no dia 7 de novembro, as pick-ups ficam sob comando dos Djs Luisa Viscardi e Nepal. No final do dia, o rapper Emicida, um dos grandes nomes do hip hop nacional, apresenta músicas do seu mais novo CD "Sobre crianças, quadris, pesadelos e lições de casa", além de outros sucessos.
Com curadoria de Bruno Bocchese e André Bandim, do bar Mandíbula, a programação do domingo (8) começa com o projeto Ranch-o-Rama, com doses de blues, R&B, Rockabilly, country, surf e rock de garagem. O evento segue com shows da banda Roçabilly Brothers, e atrações internacionais. Pela primeira vez no Brasil, o multi-instrumentista Lone Wolf traz sua performance one man band, com muito blues e rock em apresentação exclusiva em São Paulo. Encerrando o dia, o Dj e produtor musical Peanut Butter Wolf, responsável por um dos selos de hip hop mais importante dos Estados Unidos, trará seu repertório com o melhor do estilo.
No dia 14, é a vez dos DJs Marcelo Botelho, Pathy de Jesus e Nuts animarem o público com set lists que vão do funk e soul ao rap. O show final do sábado traz o rapper Thaíde acompanhado de Tassia Reis e Pulse 011 em uma apresentação que promete ser inesquecível. No domingo (15), o projeto, sob curadoria do grupo Balsa, apresenta os Djs Renato Foster e Elohim, seguido do Dj Marky e um set list repleto de batidas de drum’n bass.
No último final de semana de novembro, o Jameson Backyard tem uma programação especial. Dia 28, a festa Selvagem, fenômeno paulistano de público e crítica, é seguida pela apresentação da banda paulista Holger, com seu som que mistura indie rock, axé e música eletrônica. No domingo (29), os Djs Nascii e Vitor Kurc ocupam o espaço seguido pela performance da Aldo The Band, com muito indie nacional.

Jameson Backyard
Projetos que visam novas formas de ocupar espaços da cidade fazem parte do histórico da marca de whiskey irlandês. Em 2013, Jameson lançou um Food Truck próprio comandado pelo chef André Mifano, um dos primeiros caminhões deste tipo oficiais a circular pelas ruas de São Paulo, quando a discussão sobre iniciativas como essa ainda estava no início. 
Depois, em 2014, a marca inaugurou o Jameson Parklet, pioneiro na Vila Madalena, que permitiu uma utilização mais democrática de espaços que antes eram destinados aos carros.  No mesmo ano, aconteceu à primeira edição do Jameson Backyard, projeto que ofereceu entretenimento gratuito, como shows, oficinas e palestras em espaços que costumam ser utilizados com outra finalidade.
Entre setembro e outubro desse ano, o Mirante 9 de Julho recebeu o “Jameson Cinema Club”, projeto que reuniu projeção de filmes ao ar livre, DJ sets com os líderes das melhores festas da cena paulistana e gastronomia, com drinques e pratos criados exclusivamente para o evento com o whiskey Jameson.

Serviço – Jameson Backyard
Endereço: Rua Girassol, 283 – Vila Madalena
Datas: 7 e 8; 14 e 15; 28 e 29 de novembro
Funcionamento: 14h às 22h

Sobre Jameson 
Presente em mais de 120 países, é o único whiskey irlandês vendido no Brasil e a maior marca de whiskey irlandês no mundo. Diferentemente dos whiskies escoceses, ele é destilado três vezes o que lhe confere um sabor muito mais suave, tendo uma baixíssima rejeição por parte dos consumidores. Por este motivo ele é apreciado por jovens, homens e mulheres, que procuram experiências únicas e diferenciadas.


Com direção de Vras77, videoclipe foi filmado em pontos turísticos de Poços de Caldas

Com cenas captadas na Praça Pedro Sanches, na rampa do Cristo Redentor e no Parque Municipal, o clipe ‘Lembrei’, do músico teen Lucas Jacon Jeremias, conhecido como Lucas de Rolé, de 16 anos, dá um passeio pela estância turística de Poços de Caldas (MG), ao mesmo tempo em que apresenta uma vertente romântica do próprio trabalho.

Sob a direção de Vras77, que também dirigiu o primeiro clipe do cantor, e contracenando com a modelo Ana Carol Ramos, de 16 anos, o músico, que fez o próprio instrumental da canção e a letra, em parceria com o irmão Jeferson MJ, quis apostar em uma história de amor no roteiro, tendo como cenário os pontos turísticos da cidade onde vive. A faixa é parte do disco “Não é questão de ostentar, mas de melhorar”, lançado neste ano.

“Eu mesmo escolhi a modelo. Já conhecia o trabalho dela e queria uma garota na mesma faixa etária que a minha. Depois do sucesso do primeiro clipe, o ‘Dance e Relaxe’, a ideia é mostrar meu lado mais romântico e também um pouco mais maduro”, disse o jovem.

Fã de artistas como Chris Brown, Trey Songz, Naldo Benny e Ludmilla, o adolescente Lucas de Rolé concilia a carreira com os estudos. No segundo ano do ensino médio, ele equilibra o dia a dia de adolescente com a carreira, em que já surgem os primeiros assédios.

“Eu ouvi a primeira vez, na internet, a música Dance e Relaxe e gostei muito. Achei o máximo depois saber que somos da mesma cidade. Agora faço questão de acompanhar”, disse a estudante Ana Laura Farias, de 17 anos.

A frase da jovem vai ao encontro do que pensa o músico, que sonha em viver do próprio trabalho artístico. “A maioria do pessoal que estuda comigo ou que tem a mesma idade se identifica com meu trabalho porque falo justamente do que passamos, que são os momentos, fases e desejos. O que eu escrevo e canto é o que eu vivo”, completou Lucas.

Após o lançamento do vídeo, o músico pretende divulgar o próprio trabalho pelo Sul de Minas e também atingir outros estados, por meio de shows e ações.




Depois de muita expectativa o rapper Pregador Luo se prepara para lançar “Governe!”, primeiro álbum pela Universal Music Christian Group. O novo projeto traz 20 faixas inéditas da sua própria autoria. O lançamento do CD será no dia 30 de outubro nas melhores lojas e nas plataformas digitais.

O primeiro single divulgado “Testemunhe”, conquistou as paradas de sucessos das rádios liderando as posições como a música mais tocada do Brasil. O álbum traz a mensagem simples: preste atenção nos caminhos que existem diante de você; não se deixe levar pela cultura a seu redor; não transfira para o diabo, para os políticos ou para os líderes religiosos as decisões que são suas: GOVERNE.
O novo projeto traz 21 faixas inéditas, que vão desde o pancadão santo na música “Blindadão”, o funk clássico de “Andei Vagando”, passando pelo reggae “Derrubando Muralhas” e R&B pop mais moderno “Em Tudo Está (Salmo 139)”, sem deixar de fora o rap marcante nas músicas “Tem Que Ser Mais Ousado”“Não Vou Deixar”, “Pai Nosso (Venha O Teu Reino)” e “Faça O Bem”.


O álbum “Governe!”, está disponível para compra via iTunes e GooglePlay.






quinta-feira, 29 de outubro de 2015


O projeto rendeu 5 faixas inéditas e cheias de criatividade e identidade, feitas a partir de batidas e efeitos de Arthur Joly. Nas músicas, cada artista colou suas particulares ideia/flow nas bases sintetizadas e formaram as belas canções. Tássia Reis fez a música “Ouça-me“, uma homenagem às mulheres negras. Já Rashid chega com “Minha Ode“, Haikaiss com “Não é Só Negócio“, Rico Dalasam com a faixa “Honestamente” e o cantor Desampa com “Lost“.
Todas as faixas tiveram algum toque do sintetizador “Jolymod III”, uma engenharia analógica gigante. “O ‘Jolymod III’ é um sintetizador analógico modular, onde cada módulo é responsável por um tipo de modulação de energia elétrica” explica Arthur, criador da engenhoca.

fonte: rapnacionaldownload.com.br



O comercial mostra a evolução dos aparelhos sonoros que os fãs do racionais ouviram e ouvem suas musicas, do Walckman ao Smatphone.

Um tributo a cada guerreiro de fé que faz essa história continuar. Dê o play. spoti.fi/racionais_


Racionais no SpotifyUm tributo a cada guerreiro de fé que faz essa história continuar. Dê o play.
Posted by Boogie Naipe on Quinta, 29 de outubro de 2015
LANÇAMENTO DO CLIPE “A CENA”


Depois de dois anos de produção, o músico e MC Buia Kalunga, vocalista da banda Ba-Boom, educador social e militante do grupo Kilombagem, lança no dia 2 de novembro o clipe de sua mais nova música: “A Cena”, com participação especial do rapper Ba Kimbuta e colagens de DJ Crick. O clipe, dirigido por Patrick Monteiro e fotografado por Ana Clara Marques (Gata Negra Produções), traz um cenário apocalíptico e afrofuturista, baseado nas mais diversas linguagens do cinema, pra falar de um tema que, infelizmente, é bem real: a Violência do Estado.

A escolha do dia 2 de novembro para o lançamento não foi por acaso. O Dia de Finados é também o dia de muitas vítimas desse tipo de violência no Brasil, especialmente no estado de São Paulo, onde a força polícial está entre as mais violentas do mundo, segundo relatório de organizações como a Anistia Internacional e a Human Rights Watch. Os índices revelam que a essa violência vem historicamente sendo direcionada a negros, pobres e moradores de periferia. E foi num bairro da periferia de Santo André chamado Vila Guarani, onde Buia mora, que foi gravada a maior parte do o clipe. O cenário de destruição é também real: escombros das moradias desocupadas pela prefeitura na Av. Pedro Américo, para a construção de uma alça viária para o Rodoanel. “A Violência do Estado está para além do uso da força, está também na omissão diante de direitos básicos como moradia, saneamento, saúde e educação”, diz Buia Kalunga, natural de São Bernardo do Campo.

A voz convidada na música é residente do Jardim Primavera, em Mauá: Ba Kimbuta, músico e militante que tem história no Grande ABC com sua participação em grupos como a Posse Negroatividades, a banda Uafro e o grupo Kilombagem. Atualmente, Ba segue nos projetos com a banda Makomba, com o Clã dos Encardidos e com o DJ Crick, no Studio Kasa. Crick atua como DJ há 13 anos e é um dos fundadores do Studio, que fica no Riacho Grande – SBC, onde “A Cena” foi produzida, mixada e masterizada, em parceria com Leleco San.

O clipe contém cenas reais de violência policial, porém numa linguagem cinematográfica. A Cena “parece de cinema” como diz Buia Kalunga, mas aponta pra uma realidade nada “hollywoodiana” vivida nas ruas de São Paulo. Nas palavras de Ba Kimbuta: “Não são as águas de março fechando o verão... Chuva rega a flor, mas arrasta barracão”.

O SHOW

Para as apresentações, essa dupla de MCs traz algumas possibilidades variadas de formação, como: DJ + baixo, DJ + percussão, ou ainda DJ + baixo + percussão. A formação depende também da estrutura do lugar e/ou do investimento financeiro envolvido.

O repertório contém músicas autorais de cada artista, além de músicas em parceria, como “Eles Não Sabem”, “O vilão”, além da própria musica-tema do show “A Cena”.

O projeto traz músicas de Buia Kalunga e Ba Kimbuta, tanto em parceria como em músicas “solo”. Também conta com a participação de convidados especiais, como Robson Dio, Rocha Miranda, Jefferson Santos, Rote e Lua Rodrigues.

Muitos destes convidados são educadores do projeto “Arte na Casa”, projeto no qual Buia também trabalha, que leva oficinas de arte e cultura para os adolescentes em regime fechado da Fundação Casa através da ONG Ação Educativa.

SERVIÇO:

02/11/2015 às 12h no canal “Buia Kalunga” do Youtube e na página com o mesmo nome no Facebook.

Música: “A Cena” de Buia Kalunga, Ba Kimbuta e DJ Crick. Videoclipe produzido por Gata Negra, sob a direção de Patrick Monteiro e fotografia de Ana Clara Marques.

Telefone para contato: 9 7111-8483

E-mail: buiakalunga@gmail.com



São Paulo, outubro de 2015 – O rapper Msário, ex-integrante do grupo Pentágono, é atração da primeira edição da festa La Vie x Advanced, que traz o melhor do trap music, hip hop, reggae funk e dubstep, no próximo dia 30,sexta-feira, a partir das 23h, no Pathernon Garden, localizado no Tatuapé. A festa é uma parceria entre os organizadores da festa La Vie e Gustavo Treze, produtor musical que atualmente trabalha com o Tropkillaz . Outras atrações são Don Cezão e seus convidados, Laudz (Tropkillaz), DJ Kefing, DJ Pãozinho (que também toca com MC Guimé) e DJ Nizz.
Msário apresentará seu primeiro álbum solo, intitulado “Sangue de Leão”, que traz dez faixas inéditas e constitui-se de diversas referências da musicalidade do artista, como o afrobeat, manguebeat, reggae, hip hop, soul music e R&B, por isso o show promete ser enérgico. 

La Vie X Advanced @ Parthenon Garden
Sexta-feira, 30 de outubro, às 23h
Endereço: Rua Acurui, 104 - Tatuapé
Capacidade: 600 pessoas
Área de Fumante: sim
Estacionamento: não
Censura: 18 anos
Ingressos: Lote promocional: R$40,00. Pontos de venda: An Urban Shop (Rua da Consolação,1031), Amostra Board Store (Rua Francisco Marengo, 829 – Tatuapé)

Sobre Msário
Msário é rapper da Zona Sul da selva paulistana, um leão que faz parte do universo hip hop há mais de 15 anos lutando para manter vivas as mensagens de respeito e papo reto simplesmente, mas não tão simples assim, por amor ao rap. Suas primeiras rimas começaram na escola, onde mais tarde se juntou com Rael, Apolo, Massao, Dodiman e DJ Kiko para formarem o grupo Pentágono, que esteve mais de uma década nas estradas espalhando hits de sucesso como “É o Moio”, “OQ”, “Multicultural”, entre outras. Msário lançou sua primeira mixtape e trabalho solo, em 2011, “PlaybeckMixtape”, que traz em 14 faixas sua essência ao reunir ritmos como samba, dubstep e ragga. A música “Só o Amor”, produzida em parceria com Bruno Dupre, tornou-se a faixa de maior sucesso do MC chegando a ter uma versão em vídeo clipe. Após o grande êxito da música, Msário e Bruno Dupre decidiram produzir um álbum completo. Em 2013 estenderam a parceria com o produtor Jeff Boto, membro fundador do Coletivo Dubatak. Para a divulgação do novo CD, “Sangue de Leão”, Msário já fez shows no Bourbon Street, Centro Cultural Rio Verde, Clube 33, Clube Da Leone, entre outros.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

terça-feira, 27 de outubro de 2015




SARAU DOS FILHOS DE URURAÍ – PROGRAMA VEIA E VENTANIA


A primeira edição do Sarau dos Filhos de Ururaí acontecerá sábado (31), às 13h, na Biblioteca Raimundo de Menezes, no bairro São Miguel Paulista. O evento é gratuito e está sendo realizado através do Programa Veia e Ventania do Sistema Municipal de Bibliotecas e Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. No local haverá espaço para intervenções artísticas, todos estão convidados a levar suas poesias, instrumentos e livros. Para aqueles que ainda não escrevem poesias, mas quer participar, a Biblioteca tem um acervo com várias opções livros que podem ser lidos no palco.


O 'rapper' e activista angolano Luaty Beirão, internado sob detenção numa clínica de Luanda, terminou a greve de fome de protesto contra a sua prisão preventiva ao fim de 36 dias, informou hoje o advogado.
Em declarações à agência Lusa, e remetendo mais informações para a família, o advogado Luís Nascimento confirmou que a decisão, agora revelada, já "era esperada"
"Ele quando falou comigo, na segunda-feira, já encarava essa possibilidade, de terminar a greve de fome. Era mais do que provável, de certo modo rendia-se aos apelos dos colegas e nomeadamente o último, que foi feito pela esposa, por causa da filha", disse o advogado à Lusa.
Até segunda-feira, Luaty Beirão cumpriu 36 dias em greve de fome, protestando contra o que dizia ser o excesso da prisão preventiva e exigindo aguardar julgamento em liberdade, como prevê a lei angolana.
O músico e activista, que também tem nacionalidade portuguesa, é um dos 15 activistas angolanos em prisão preventiva desde junho, sob acusação de actos preparatórios para uma rebelião em Angola e um atentado contra o Presidente da República.
O início do julgamento, que envolve outras duas arguidas em liberdade provisória, está agendado para 16 de Novembro, no Tribunal de Cacuaco, nos arredores de Luanda.

FONTE:Makaangola.org/


Após a saída do Eduardo, muitos fãs do rap e principalmente os faccionários ficaram pensando o que seria do facção, mas o Dum Dum deixou claro que o grupo não acabaria, e continuou fazendo show, e prometia um álbum novo.


No começo do ano, o Facção lançou a música ‘Cada Um Na Sua Função‘, que é primeiro single do album. O novo álbum chama ‘A Voz do Periférico‘. A arte da capa foi feita por Gud.



 Em seu perfil no Youtube o DJ Pantera publicou um teaser dizendo que o álbum do facção central foi finalizado e já esta indo para a fabrica, neste teaser, mostra que na musica "A voz do periférico" conta com um salve de rappers como Bad,Gog,WGI e outros.


OUÇA O TRECHO DA MUSICA AQUI

Follow Us