sexta-feira, 13 de maio de 2016

BNegão & Seletores de Frequência lançam "TransmutAção" em vinil, no Circo Voador (RJ)‏

BNegão & Seletores de Frequência apresentam TransmutAção no Circo Voador e celebram o lançamento do disco em vinil

O show será gravado e o material irá para o YouTube do grupo carioca.


foto: Felipe Diniz
 
O lançamento em vinil de TransmutAção (Natura Musical, 2015) - um dos discos mais festejados de 2015 - já começou. Ele estará à venda pela primeira vez no dia 20 de maio, quando BNegão & Seletores de Frequência se apresentam no palco que mais potencializa a energia do combo, o lendário Circo Voador, no Rio de Janeiro.
 
O diretor Emílio Domingos (da Batalha do Passinho e L.A.P.A.) aproveitará a ocasião para registrar o show. O material será captado e editado como um DVD, para ser lançado diretamente (e gratuitamente) na internet.
 
A noite se torna ainda mais especial com a presença das bandas Abayomy Afrobeat Orquestra (lançando seu novíssimo disco Abra Sua Cabeça) e Fanfarra Black Clube, que, somados aos BNSF, prometem um bailão fumegante daqueles, pra ninguém botar defeito.
 
Serviço BNegão & Seletores de Frequência, lançamento do vinil TransmutAção
20 de Maio (sexta-feira)
 
Rio de Janeiro (RJ)
Local: Circo Voador 
Endereço: Rua dos Arcos, s/n
Horário: 22h
 
Ingressos:
 
R$ 80,00 – Primeiro Lote
R$ 40,00 – Primeiro Lote – (Meia entrada para estudantes, menores de 21 anos e maiores de 60 anos. Cliente Odeon ou Clube Sou + Rio. Ingresso solidário válido com a entrega de 1kg de alimento)
 
Venda Online
 
Censura: 18 anos
 
 
TransmutAção, terceiro disco de BNegão & Seletores de Frequência
 
Àgò, a primeira palavra pronunciada por aqui, pede proteção e permissão de passagem ao som dos atabaques. Chegou o momento em que BNegão & Seletores de Frequência disparam suas novas visões e sonoridades em mais um capítulo da sua história.
 
O disco TransmutAção (2015, Natura Musical), o terceiro na carreira do grupo, vem cheio de força e apresenta o resultado das alquimias sonoras dos Seletores de Frequência. 
 
“Dias da Serpente”, um dub de terreiro anuncia: "enxergar amplamente, enxergar além, é vital pra sobrevivência da sua mente", entre palavras e cânticos em Iorubá, executados pelo percussionista Alexandre Garnizé (presença fundamental no conceito do disco). 
 
O crossover de funk 70 com rap (característica intrínseca ao trabalho de BNegão & Seletores de Frequência), está em “No Momento (100%)” -- esta, com uma batida que apresenta descendência direta do movimento Black Rio -- e em “Mundo Tela”, duas das candidatas a hits deste trabalho.
 
A inédita combinação do surf music com referências ao mestre etíope Mulatu Astatke - pai e lenda viva do ethio jazz  – chama-se auto-explicativamente “Surfin’ Astatke” e faz uma bela passagem instrumental para as duas faixas onde a influência do samba se faz presente. Os BNSF entram com tudo no samba-jazz em “No Amanhecer” e celebram Noel Rosa com uma versão "gafieira-fumegante" de "Fita Amarela"(faixas com destaque para a bateria swingada de Robson Riva).
 
Para transmutar, vem a faixa instrumental de Pedro Selector "Tema para Iemanjá".

Inspirado pelo afrofuturismo, BNegão (com a ajuda imprescindível de Maga Bo, Alexandre Garnizé e Pedro Selector) mixa samba de roda baiano com maracatu, ciranda e dancehall em "No Ar" (música selecionada para o coletânea "Real Rio" do selo inglês Mais Um Discos), botando à prova a ideia encampada pelo rapper de que a raiz universal da música negra é uma só: África.
 
Passado, presente e futuro.
 
Da convocação dos terreiros vem também "Giratória (Sua Direção)", que propõe um baile funk de vanguarda, versando sobre adestramento humano. 
 
Encerrando o álbum: “Nós (Ponto de Mutação)”, um dub poderoso que chama para a despressurização da mente, homenageia as influências do rapper: Milton Santos, Darcy Ribeiro e Tom Zé, entre outros grandes, considerados por ele como "mestres da mutação".
 
E assim se fecha mais um disco, mais um ciclo (e se abrem portas para outros, vindouros).
 
TransmutAção é a palavra chave.
 
 
TransmutAção (Natura Musical, 2015):

. Segundo melhor disco do ano pelo jornal O Estado de S. Paulo,
 
. Décimo primeiro melhor disco do ano, pela revista Rolling Stone Brasil,
 
. Segunda melhor música do ano, "Mundo Tela", pelo jornal O Estado de S. Paulo,
 
. Décima melhor música do ano, "Surfin Astatke", pela revista Rolling Stone Brasil,
 
 
Links Oficiais BNegão & Seletores de Frequência:
Site: http://bnsf.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/bnegaoseletores
Twitter: https://twitter.com/BNegaoOficial
Youtube: https://www.youtube.com/user/bnegaoeseletores
Instagram:  @bnegaoeseletoresdefrequencia
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top