quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Bruno Rico diz: A PM quando entra, quando o tapa vai na cara do cidadão trabalhador, aquele tapa ta dizendo que ele não faz parte da cidade




A policia quando entra, quando o tapa vai na cara do cidadão trabalhador, aquele tapa ta dizendo que ele não faz parte da cidade (...) é o estado dizendo que aquele cidadão não faz parte da cidade.

Bruno Rico é um jovem negro morador de madureira.
Bruno Rico é escritor e morador de favela, ele escreveu um livro inspirado na musica "O Menino do Morro" do Facção Central, o livro leva o mesmo nome da musica.

Recentemente o Bruno foi entrevistado pelo pessoal do "Midia Ninja", para falar sobre o genocídio praticado pela PM do Rio de Janeiro, para com o morador preto de favela.






Baseado na letra O menino do morro, do grupo de rap Facção Central, este livro narra a trajetória de um mito invisível do narcotráfico brasileiro. Cansado de passar humilhações e dificuldades na infância, Julinho Faixa entra com tudo no mundo do crime e se transforma em um grande talento do tráfico de drogas de sua região. Em poucos anos, Julinho Faixa já era um dos maiores narcotraficantes do Brasil, e o mais curioso: ninguém o conhecia como tal, pois ele
vivia sob um esquema que o blindava e o fazia andar imune pelas ruas. Mas isso não foi fácil. Adquirir poder, influência política e a onipotência de um Deus, não foi tarefa simples para o menino mirrado, que na infância era tratado como um nada. Todas essas dificuldades moldaram um homem invisível e extremamente poderoso, que manda e desmanda neste país.


SAIBA COMO ADQUIRIR O LIVRO AQUI 
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top