quarta-feira, 19 de outubro de 2016

ORQUESTRA SINFÔNICA HELIÓPOLIS, SOB A REGÊNCIA DE ISAAC KARABTCHEVSKY, OCUPA O PARQUE DA VILA COM MÚSICA ERUDITA

Projeto “Baccarelli na Rua”, em parceria com o Catraca Livre, levará cerca de 65 músicos para as ruas da Vila Madalena para apresentar repertório de salas de concerto em evento gratuito





















Orquestra Sinfônica Heliópolis se apresenta no Armazém da Cidade

Em 29 de outubro, às 10h, a Orquestra Sinfônica Heliópolis, sob a regência de seu maestro titular, Isaac Karabtchevsky, se apresentará no Armazém da Cidade, na Vila Madalena. A ação faz parte do projeto “Baccarelli na Rua”, que, em parceria com o Catraca Livre, leva, desde agosto, novos grupos musicais para a Vila Madalena. O formato aproxima a música de concerto do grande público, além de ser um convite para as pessoas incluírem em suas agendas culturais visitas mais frequentes às salas de concerto da cidade. O repertório do concerto inclui abertura das óperas CavalleriaLeggera (Suppé), Guilherme Tell (Rossini), Fosca (Carlos Gomes), além do Prelúdio daBachianas Brasileiras nº4 de Villa-Lobos, da Valsa das Flores do Quebra Nozes de Tchaikovsky e o Bolero de Ravel. No dia seguinte (30), às 16h, a Sinfônica subirá ao palco da Sala São Paulo, com ingressos a R$ 40.
“É fundamental que uma orquestra deixe, por um momento, seu ambiente natural, que são os teatros e recintos fechados, e se mescle à população, num anseio de comunicação e interação. Muitos dos eventos acabam, pela sua força natural, atraindo outros jovens, que vão se identificar com a música e poderão se constituir nos profissionais do futuro. Já observei esse fenômeno repetidas vezes, e sempre me senti gratificado ao observar que há jovens que, para cruzar um obstáculo, necessitam do exemplo de outros jovens. Podem revelar-se, assim, novos talentos, figuras promissoras que se constituem no cerne de nossa atividade. A Orquestra Sinfônica Heliópolis, junto à Orquestra Juvenil Heliópolis e ao Coral da Gente do Instituto Baccarelli não poderiam circunscrever suas atividades apenas ao Instituto, à Sala São Paulo ou ao MASP. Esses grupos cumprem uma atividade mais ampla em que os concertos nas ruas e parques da cidade são fator determinante para motivar a integração dos nossos jovens com nosso público”, afirma Karabtchevsky.
O “Baccarelli na Rua” é uma nova experiência que traz o público e os músicos ao encontro da música popular e erudita em pontos de lazer da cidade, fazendo das ruas polos culturais. Gilberto Dimenstein, o idealizador e coordenador do Catraca Livre, revela que era uma ideia antiga: “Tenho uma extraordinária e imensa admiração pelo Instituto Baccarelli. Sempre estivemos muito próximos. Quando iniciou o projeto Parque da Vila, que fecha algumas ruas da Vila Madalena nos finais de semana, convidamos algumas vezes os grupos do Instituto para se apresentarem, e era sempre um sucesso. Então surgiu a ideia de tornar essas apresentações mais frequentes e montamos o projeto "Baccarelli na Rua". O Instituto já atua com inclusão social e cultural e, nesse contexto, nossa proposta é trabalhar agora a inclusão territorial, ocupando as ruas e chamando as pessoas para as apresentações gratuitas.”
Em dezembro, em clima natalino e marcando o encerramento do projeto, o coral e os alunos de instrumentos de cordas e sopros retomam o formato Flash Mob pela região conhecida como Parque da Vila e apresentarão, nos dias 3 e 10, o repertório de Natal.
“A música de concerto é vista como algo muito distante do público, quase inacessível e para poucos, quando, na verdade, deveria ser justamente o oposto. A música é uma produção da sociedade e tem de estar em todos os lugares, nas ruas, nos metrôs, nas salas de concerto, nos teatros - deve ser acessível a qualquer pessoa. O projeto “Baccarelli na Rua” nasceu de uma conversa com o Dimenstein justamente nesse sentido: de tornar a música de concerto acessível para quem quiser. Em parceria com o Catraca Livre, vamos colocar essa experiência no Parque da Vila, um espaço que tem se tornado um importante polo cultural de São Paulo. Essas apresentações ampliam o trabalho de inclusão do Instituto para além da questão social e cultural, trazendo,também, a inclusão territorial”, afirma o diretor de Relações Institucionais do Instituto Baccarelli, Edmilson Venturelli.
Calendário das apresentações

29/10, às 10h: Orquestra Sinfônica Heliópolis e Isaac Karabtchevsky
12/11, às 15h30: Quinteto de Metais do Instituto Baccarelli
26/11, às 15h30: Trio de Cordas do Instituto Baccarelli
3 e 10/12, às 15h30: encerramento do projeto com repertório natalino

SERVIÇO

Projeto Baccarelli na Rua
Local:Armazém da Cidade
Endereço:R. Medeiros de Albuquerque, 270
Data: 29 de outubro
Horário: às 10h
Ingressos: gratuito
Classificação etária: livre

Duração:40 minutos
Repertório:
FRANZ VON SUPPÉ
Cavalleria Leggera: Abertura
GIOACHINO ROSSINI
Guilherme Tell: Abertura
HEITOR VILLA-LOBOS
Bachianas Brasileiras nº4: Prelúdio
ANTÔNIO CARLOS GOMES
Fosca: Abertura
PIOTR ILITCH TCHAIKOVSKY
O Quebra Nozes, Op.71a: Valsa Das Flores
MAURICE RAVEL
Bolero

SOBRE O INSTITUTO BACCARELLI            
Em 1996, sensibilizado por um incêndio de grandes proporções em Heliópolis, o maestro Silvio Baccarelli prontificou-se a ensinar música para 36 crianças e jovens da comunidade, como forma de diminuir o sofrimento das famílias atingidas e contribuir para a autoestima e possibilidade de educação desses menores. Como o bairro da zona sul paulistana não dispunha de local apropriado para as atividades, o maestro cedeu o próprio imóvel, o Auditório Baccarelli (localizado na Vila Clementino), para dar início às aulas. Dos participantes desse estágio inicial, dois ex-integrantes do coral que o maestro regeu por várias décadas em São Paulo permaneceram à frente do Instituto: os irmãos Edmilson e Edilson Venturelli. Além da gestão executiva e da imagem institucional, eles foram os responsáveis pelo desenvolvimento  das diferentes atividades da entidade – como encontrar o atual regente da Orquestra Sinfônica Heliópolis, Isaac Karabtchevsky – e ampliar significativamente a dimensão da instituição de ensino. Hoje, 1.300 crianças e jovens são beneficiados pelos programas socioculturais, que abrangem 5 orquestras, 14 corais, 20 grupos de musicalização, 6 grupos de câmara e 2 cameratas.  Para a manutenção de suas atividades, o Instituto Baccarelli conta com os seguintes patrocinadores, distribuídos por categorias. Para a manutenção de suas atividades, o Instituto Baccarelli conta com os seguintes patrocinadores, distribuídos por categorias. Master: Petrobras; Ouro: BNDES, Vivo e Volkswagen; Prata: Banco Volkswagen e Grupo Segurador BB & Mapfre; Bronze: Bradesco,  Cielo, Instituto Votorantim, Magazine Luiza e Pernambucanas.

Informações Instituto Baccarelli

Endereço: Estrada das Lágrimas, 2.317 – Heliópolis, São Paulo/SP

Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 20h30; Sábados, das 8h30 às 15h30.
Contatos: (11) 3506-4646 ou pelo email comunicacao@institutobaccarelli.org.br
Share this article

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2014 Noticiário Periférico • All Rights Reserved.
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top