domingo, 7 de janeiro de 2018

Conheça o trampo do cantor paulistano Guilherme Mendonça


Guilherme Mendonça é um cantor de soul paulistano de 31 anos. Começou sua carreira aos 14 anos junto ao também cantor Raffa Soul e seu irmão mais novo o rapper Rodrigo Mendonça a.k.a Sidarta, quando criaram o grupo de R&B gospel "The Grace", onde se apresentaram em diversos eventos, festivais e cultos por toda São Paulo no princípio dos anos 2000. Em 2002 o rapper Zero Fox passou a integrar o grupo que passou a se chamar "Evolução", onde gravaram o primeiro EP de duas faixas no home stúdio do hoje rapper Ogi.
Em 2004 foi convidado junto ao cantor Raffa Soul a integrar a banda gospel Território D, onde gravaram o álbum "Mudando a História", com diversas composições e arranjos vocais dele, o álbum teve tiragem de mil cópias apenas, que foram esgotadas na primeira semana, a banda se apresentou em diversos eventos por todo Brasil até sua saída em 2006.
Paralelo a tudo isso, guilherme compunha e gravava suas músicas no estúdio "Quarto dos Monstros" de seu amigo Zero Fox, todavia, sem divulgar, até que lançou sua primeira mixtape no antigo site myspace.
Em 2006, junto ao baixista e jazzista maestro Dan Levadas (Negra Li, RZO, Marcelo D2, Ron Kenoly, Marion K), criou a banda de R&B gospel M. Black, com referência à igreja batista que frequentava a Igreja Batista do Jardim Maggi na zona oeste de São Paulo, o grupo se apresentou em diversos eventos, todavia, não durou muito pela agenda apertada do Guilherme e do Dan. 
Em 2009 Guilherme junto aos amigos Thock Kurt, Felipe Silva, Zero Fox, Jean Pierre e seu irmão Rodrigo, criaram o grupo OKomboio, onde gravaram um EP produzido pelo Cilho da Track Cheio, gravado no Set Stúdio Digital do DJ Duck Jam e com arte do Alexandre de Maio (Revista Raça, Catraca Livre entre outros), todavia o grupo acabou se desfazendo e o disco não foi divulgado.
Em 2010 Guilherme, o rapper Galle, Zero Fox e Rodrigo Mendonça A.K.A Sidarta, criaram o coletivo Taipas Bagdad, onde gravaram diversas músicas e que ficou muito conhecido em Taipas na zona oeste de São Paulo, o coletivo uniu diversos outros grupos e rappers da região onde faziam diversos eventos beneficentes. Taipas Bagdad ainda existe, agora como uma marca de roupas, pois sua venda de camisetas e encomendas ainda hoje são muito requisitadas.
Em 2015 o programa VAI da prefeitura de São Paulo contemplou o projeto Taipas Soul Band do Guilherme, então junto aos músicos Rafa Soul (Voz e teclado), Thomas Anthony (Bateria), Minduca (Baixo) e Bruno (Guitarra), formou a banda que se lançou em um evento no Jaraguá Zona Oeste de São Paulo, com participações do grupo de Rap Omnira e da cantora Vanessa Jackson. O disco do Taipas Soul Band foi produzido pelo produtor Diego Dee e ainda não está completamente pronto, em breve estará em todas as plataformas digitais.
Em 2017, junto ao seu irmão Sidarta e aos amigos de infância e Rappers Felipe Silva A.K.A Covil, Zero Fox, Thock Kurt e Benigno, criaram o grupo de rap A Boca que lançou recentemente o single "Lojinha" que já está sendo divulgado em diversas plataformas também com diversos shows feitos e marcados por toda São Paulo e outros lugares do Brasil.


Guilherme está lançando agora sua mixtape "Funk, Soul & Anexos", que já está em diversas plataformas digitais. O album é o resultado de todos estes anos de trabalho, foi produzido pelo trio de produtores americanos So Fo Real, inteiramente gravado no estúdio Quarto dos Monstros com direção de gravação de seu amigo Zero Fox. O Disco vem sendo gravado desde 2010, tendo agora, aos olhos do seu criador, a qualidade que espera para poder se exposto ao público se lançando como cantor solo independente. "

OUÇA - Funk, Soul & Anexos: Mixtape, Vol. III - ITUNES