segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Dr. Dre poderá responder processo por invasão de privacidade


Dr. Dre poderá voltar a uma corte para responder por um antigo caso de invasão de privacidade ocorrido a 7 anos atrás.

Três antigos empregados da cidade de Detroit estão processando o rapper e produtor, cujo nome verdadeiro é André Romell Young. Eles alegam que Dre gravou uma conversa com eles sem que eles soubessem.


A conversa, gravada em 2000, traz Greg Bowens, que era porta-voz da cidade de Detroit na ocasião, Gary Brown, que era o comandante de polícia e Paula Bridges, porta-voz da polícia. O trio aparece pedindo que os produtores não mostrem um vídeo contendo nudez em um show realizado na cidade de Detroit, pela turnê Up In Smoke.


Mais tarde, um DVD que incluía esta conversa foi lançado.

O advogado de Dr. Dre, Herschel Fink, disse ao juíz John A. Murphy que não houve invasão de privacidade, tendo em vista que a conversa aconteceu em uma sala onde as pessoas iam e vinham, e que contava com clara presença de câmeras.

Mas o advogado dos antigos oficiais, Glenn Oliver, disse que as câmeras estavam escondidas durante a conversa que foi exibida no DVD.

Embora os advogados de Dr. Dre tenham entrado com uma moção para o caso ser encerrado, o juíz Murphy disse que pretende deixar que o caso prossiga. O rapper já ganhou um caso contra os três oficiais em 2003.



Dr. Dre planeja lançar seu tão aguardado álbum Detox em Junho de 2008. O disco, que estava inicialmente previsto para 2004, tem sido adiado desde então. Detox é o sucessor de The Chronic 2001.

Um comentário:

  1. You should bear this mind if intend to get a primary deposit pay
    day loan payday loans always prewash and dry
    the slipcover fabric twice if possible before sewing.

    ResponderExcluir