quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Encontradas evidências contra Suge na morte de Biggie




Um juiz federal permitiu que a familia de Notorious B.I.G. inclua o CEO da Death Row Suge Knight e várias autoridades como réus no processo que movem contra a cidade de Los Angeles.

Biggie foi assassinado no dia 9 de Março de 1997, após uma festa no Petersen Automotive Museum em Los Angeles...

O processo da familia Wallace acusa dois policiais, Raphael Perez e David Mack, de conspirar com Suge Knight e um antigo oficial da LAPD, Reggie Wright Jr., para matar B.I.G.

O processo também cita que a cidade de Los Angeles ajudou a encobrir o envolvimento dos policiais citados no assassinato de Biggie porque isso os tornaria responsáveis no caso.

A juiza Florence-Marie Copper disse que a familia Wallace pode refazer o processo porque novas evidências mostram que Raphael Perez estava de serviço na noite da morte de Biggie e talvez estivesse na cena do crime.

A juiza também disse que outras evidências demonstram que Knight, Reggie Wright e outros policiais de Los Angeles estão envolvidos na morte de Biggie.

Um advogado representando Los Angeles, Thomas Reichert, chamou as novas evidências de "vinho antigo, garrafa nova"

Os advogados de Suge não se manifestaram.

Fonte: SLUPMI

Nenhum comentário:

Postar um comentário