domingo, 9 de dezembro de 2007

50 Cent: Compartilhadores de arquivos não prejudicam os artistas


Trinta minutos antes de entrar no palco para se apresentar em um clube em Oslo, Noruega, 50 Cent deu uma entrevista onde negou ter sido pego usando cocaína por um repórter na Croácia.



O rapper também falou sobre os compartilhadores de arquivos, ferramentas que permitem a distribuição gratuita de álbuns e músicas.



Confira um trecho da entrevista abaixo:

Como está a gravadora G-Unit Records nesta era dos Compartilhadores de arquivos?

Não tão bem... Os avanços da tecnologia atingem a todos e teremos que nos adaptar. Principalmente o hip-hop, um estilo de música voltado ao público jovem. Esse mercado é constituído por pessoas que tem acesso mais rápido às inovações do que os fãs de jazz e música clássica.

O que é importante para a indústria da música é compreender que essa realidade não prejudica os artistas. Um jovem fã talvez seja devoto e dedicado, não importa se ele comprou ou roubou isso. Os shows estão lotados e a indústria têm que entender que precisa administrar todos os 360 graus em torno de um artista. Eles, (a indústria), tem que maximizar seus rendimentos provenientes de shows e merchandise. É a única maneira da indústria ter o dinheiro do investimento de volta.

O principal problema é que os artistas não estão recebendo tanta ajuda como antes dos Compartilhadores de arquivos. Eles agora estão aprendendo a vender ringtones, não discos... Eles não entendem o valor de uma perfeita obra de arte.

Fonte: Blog da G-Unit

Nenhum comentário:

Postar um comentário