terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Juíz encerra processo contra Dr. Dre


Um processo movido por três antigos oficiais da cidade de Detroit contra Dr. Dre, acusando o produtor de gravar uma conversa sem o conhecimento deles foi encerrado, a conversa foi gravada em 2000, antes da performance de Dr. Dre no Joe Louis Arena em Detroit.

O vídeo mostra os oficiais Greg Bowens, Paula Bridges e Gary Brown pedindo que os produtores não mostrem um vídeo contendo nudez em um show realizado pela turnê Up In Smoke.

Na época, Greg Bowens era porta-voz da cidade de Detroit, Gary Brown o comandante de polícia e Paula Bridges, porta-voz da polícia. A conversa foi exibida no DVD Up In Smoke Tour de Dr. Dre.

Os três oficiais da cidade alegaram que haviam câmeras escondidas durante a conversa.

Segundo o jornal Detroit Press, o juíz John A. Murphy determinou ontem (10 de Dezembro), que não existe razão para acreditar que a conversa foi privada, já que ocorreu em uma sala com a porta aberta, onde pelo menos um dos funcionários da cidade entrou e saiu sem dificuldades.

O advogado dos três oficiais, Glenn Oliver, afirmou ao Detroit Press que irá recorrer da decisão.

Herschel Fink, que é advogado de Dr. Dre, revelou que esta é a terceira vez que um juíz encerra um processo dos oficiais contra seu cliente.

Fonte::Central do Rap

Nenhum comentário:

Postar um comentário