sábado, 15 de dezembro de 2007

Membro do Beatnuts preso por agressão


O membro da dupla Beatnuts, Ju-Ju, foi preso por agressão em Estocolmo, Suécia, na noite passada (13 de Dezembro).

Segundo o jornal sueco The Local, Juju e seu parceiro de rima, Psycho Les, terminaram uma performance no Debaser Medis quando uma briga tomou conta do backstage. A diretora administrativa do Debaser, Annelie Åkerstedt, disse ao The Local que Ju-Ju se meteu em uma briga com alguém conectado ao seu grupo.

O porta-voz da polícia, Bo Olsson, disse ao The Local que a agressão foi de pequena natureza, mas como Ju-Ju não é cidadão sueco o ministério público determinou que ele deveria ser detido.

Juju nega ter cometido um delito, disse Olson. Ele deverá ser solto em 36 horas.

Juju alega que os seguranças não fizeram seu trabalho corretamente, enquanto Åkerstedt nega a afirmação.

Isso é pura besteira, enfatizou Åkerstedt. A segurança fez o trabalho que deveria ter feito. Eles não deixaram no backstage quem não deveria estar lá. Eles interviram e chamaram a polícia rapidamente, exatamente como deveriam.

O Beatnuts despontou para a fama no começo dos anos 90 como parte da Native Tongue family, que também contava com os grupos A Tribe Called Quest e De La Soul. Além de seus raps, a dupla se tornou respeitada na comunidade hip hop por suas grandes produções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário