domingo, 23 de dezembro de 2007

Remy Ma é processada em $10 milhões

Remy MaMakeda Barnes-Joseph, a mulher que alega que Remy Ma a baleou no abdome em frente a uma pizzaria em Manhattan no mês de Julho entrou com um processo contra a rapper e contra Universal Records ontem (21 de Dezembro).

Segundo a Reuters, Makeda alega no processo que Remy a baleou "intencionalmente, arbitrariamente e maliciosamente," causando graves danos físicos e prejuízos mentais.

O processo também nomeia a Universal Records e a Sure Shot Recordings, as duas gravadoras de Remy ma, alegando que ambas encorajam a rapper a agir violentamente para reforçar sua imagem gangsta.

Barnes-Joseph está pedindo $10 milhões em danos.

Ainda ontem, um juíz negou o pedido de Remy Ma para sair dos Estados Unidos e excursionar pela Europa. Seu advogado argumentou, dizendo que sua cliente precisa desesperadamente dos $35-40.000 que a viagem lhe renderia.

Fonte::Central do rap

Nenhum comentário:

Postar um comentário