quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Lembrando a História Negra: Evolução do Hip-Hop




2Pac Shakur

Sumário de uma discussão futura no Colégio Benedict

Os professor William Gunn e Julian Shabazz do colégio Benedict irão explorar a evolução do hip-hop em uma apresentação chamada "Hip-Hop: Uma Expressão da Cultura Afro Americana".

Desde os dias de Krush Groove e da novata Def Jam Recordings até o reinado de Jay-Z, os professores irão discutir a origem do Hip-Hop e as forças econômicas e sociais que fizeram que ele explodisse como uma arte das ruas.

Aqui vai um reflexo do que os professores irão discutir:


Julian Shabazz disse:

Sobre a origem do Hip-Hop: O Hip-Hop foi criado pelas crianças do gueto. Criaram algo tão grande do nada."

Sobre Russell Simmons: Ele foi o individuo responsável por transformar o Hip-Hop em mainstream."


William Gunn disse: A música, as batidas, não são diferentes do modo como o jazz evoluiu. As pessoas usam a música como meio de lidar com a vida. Nossos jovens não tinham um modo de se expressar na época."

Sobre Tupac Shakur e Martin Luther King: Ambos tinham aquele tom de discurso, espiritual. Tupac tinha o lado gangster, mas tinha um lado poeta muito simpático. Tinha coisas que ele dizia que eram horriveis. Algumas coisas eram lindas."

Sobre o Hip-Hop de hoje: Não é que costumava ser. Antes falavam sobre o que acontecia na comunidade. Agora se tornou essa coisa violenta, vejo um movimento de cobiça na sociedade. Isso não é ético e nem moral. O Hip-Hop está morrendo."


Gunn e Shabazz identificaram um número de rappers e artistas como peça chave no desenvolvimento do Hip-Hop de hoje.


Russell Simmons

Alguns dizem que Simmons é o homem de negócios mais importante na história da música Rap.

Como co-fundador da gravadora Def Jam, Simmons ajudou a trazer o Hip-Hop ao mainstream da cultura Americana. Ele é quase sempre comparado ao criador da Motown, Berry Gordy, mas enquanto Gordy lutou para fazer do R&B uma música respeitada pelas audiências pop, Simmons se assegurou de que seus artistas continuassem sendo rebeldes. Essa atitude fez do Hip-Hop uma escolha para uma geração de jovens que permaneceram leais a suas raizes.


Jay-Z

Jay trabalhou duro para sair da miséria e chegar a riqueza, e eventualmente se tornouo rapper dominante em New York City. Após uma curta aposentadoria ele se tornou um grande executivo na gravadora.

Em 1996 quando ele lançou "Reasonable Doubt, que vendeu milhões de cópias, e seu continuo lançamento de hits o tornaram uma presença constante nas rádios e programas de clipes.


Sean "Diddy" Combs

Quando Diddy tinha apenas seus 20 anos ele já tinha criado a sua gravadora, Bad Boy Records.

Nos anos seguintes, Combs não só moldou a carreira de artistas populares como Mary J. Blige e Jodeci, como também sua carreira como artista com albuns como "No Way Out" e "Forever".


Public Enemy

Public Enemy reescreveu as regras do Hip-Hop, se tornando o grupo mais influente e controverso dos anos 80, para muitos, o melhor grupo de todos os tempos.

O grupo foi pioneiro em fazer um Rap mais pesado que era musicalmente e politicamente revolucionário.

O lider do grupo Chuck D rimou sobre todos os tipos de problemas sociais, principalmente os que assolavam a comunidade negra, sempre falando sobre táticas revolucionárias e atividades sociais. Nesse processo ele direcionou o hip-hop á consciência negra que se tornou a assinatura do Hip-Hop na década seguinte.


Lauryn Hill

Alguns chamam Lauryn Hill, ex Fugees, a mãe do Hip-Hop.

Com o seu lançamento de 1998, o solo The Miseducation of Lauryn Hill, ela se mostrou capaz de integrar Rap, Soul, Reggae e R&B em seus sons.

(Eu amo as músicas dessa mulher)


Tupac Shakur

Se tornou o mártir do Gangsta Rap, e um trágico simbolo do preço a se pagar para quem leva esse estilo de vida na America.

Em 1991, ele lançou seu album de estréia 2Pacalypse Now, seguida por sua estréia nos cinemas em Juice.

Durante esse ano ele cresceu muito, muito disso foi pelo fato dele ter muitos problemas com a lei, além de sua música é claro. Tupac lançou "All Eyez On Me" em 1996, e o album, assim como o hit California Love, confirmou seu status como um super rapper.

O estilo gangsta que ele demonstrava em suas músicas tirou sua vida. Ele publicamente brigou com seu rival, Norotious B.I.G.

Em um atentado em Setembro de 1996 ele foi assassinado. Ele deixou um legado que se baseia em sua música, assim como no seu estilo de vida.


Nas

Por anos Nas foi o rapper lider de New York, expressando o que os criticos chamam de "um estilo correto."

Ele mesmo se entitulou o "Rei de New York", ele batalhou muitos adversários por essa posição, entre eles Jay-Z

Criticos dizem que Nas não para de amadurecer como artista, evoluindo de um jovem discipulo das ruas para um humilde professor. Tal crescimento, eles dizem, fazem de cada album um evento e prolonga sua vitoriosa carreira.


Master P

Master P em silêncio se tornou o maior milionário independente do Hip-Hop, conquistando um grande número de fãs e um império multi-milionário baseado no grande número de albuns-platinados que falavam sobre a dureza e a realidade da vida no Sul. Em 1999, a revista Fortune estimou sua fortuna em $361 milhões.

São todos merecedores de estar nessa lista, mas cadê Eazy, Notorious, DJ Screw???


Fonte:::slupmi

Nenhum comentário:

Postar um comentário