sexta-feira, 25 de abril de 2008

Universal é processada por promover estilo de vida criminoso


O cantor de hip hop 50 Cent, o grupo Universal Music e diversos de seus selos musicais foram processados nesta quarta-feira por promover o estilo "gangsta", relacionado a rappers que normalmente participam de gangues e têm problemas com a lei.


Criticos musicais dizem que o grupo Universal Music e seus selos Interscope, G-Unit e Shady, são responsáveis pela agressões e mortes, já que encorajam artistas a perseguir um estilo de vida violento e criminoso.

O processo ainda cita 50 Cent --cujo nome real é Curtis Jackson--, Tony Yayo, Lowell Fletcher, Jay-Z e outros profissionais relacionados aos selos de rap da Universal Music.




Fonte: Folha de Sao Paulo

3 comentários:

  1. Manda esses caras q processaram o 50 cent , Tony Yayo, Lowell Fletcher, Jay-Z, o Shady . manda eles procura uma coisa pa eles fazeram véi ! os cara num pod lança nada q vem esses pau no cu e q mete processo em cima dos cara véi !
    deixa o barato rolá !
    q sako !

    ResponderExcluir
  2. GUI (santo andre)28 de junho de 2008 22:02

    e fifty manda um blusao da g- unit pra min cara!

    ResponderExcluir
  3. mandem eles tomarem no cu pq eles querem seu estilo q e de se axar rico mas naum sao bosta nenhuma

    By : Estilo Breack

    ResponderExcluir