sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

MC Gaspar (Z’África Brasil) aterriza com Ilícito pela primeira vez no Sarajevo, dia 21 de dezembro


“Dando perdido nos PM e na Interpol”, Ilícito aterriza no Sarajevo (SP) no dia 21 de dezembro próximo, quando o clube da Rua Augusta abre suas portas para a primeira apresentação do projeto solo do MC Gaspar, do Z’África Brasil, em noite da festa Dubplate, dos DJs Bola 8 e Akilez.

Por volta de 23h, Ilícito sobe ao palco acompanhado de DJ Tano (Z’África Brasil) e dos MCs Shariff Shabazz e Quênia, ambos do grupo Denegri.

O roteiro da noite traz faixas do EP “Ilícito Procurado”, previsto para o primeiro semestre do ano que vem. A proposta é lançar uma “prévia” do álbum “Ilícito Proibido pela Lei - Musicologia não Autorizada ‘Contra-indicada para as crianças’”, ainda sem data de lançamento.

Antes do EP chegar às lojas (e às bancas dos camelôs…), algo do que o Ilícito tem pra dizer estará em sua página no myspace – www.myspace.com/ilicito.

Nas palavras do próprio, Ilícito é um autista que vem de outro planeta. “É um cara ilegal e tem o seu mundo particular. Ele não se enquadra nas leis ‘da redoma de vidro’ e, por essa razão, está sendo ‘Procurado’” – esse é o nome da faixa que narra essa saga, produzida por Lou Piensa, do coletivo Canadense Nomadic Massive e que fala exatamente dessa “perseguição” ao Ilícito. Uma sirene aparentemente saída de um desenho animado convida a todos a “captar a freqüência” do Ilícito. Nessa mesma faixa, ele nos introduz a outros “personagens” do roteiro musical do EP e da festa no Sarajevo. “Altas Apostas” e “Mente Blindada,” ambas mencionadas em “Procurado”, também integram o disco. A primeira é um Rap com produção de Kl Jay e participação de Amanda Miscível; a segunda, um Crônico (ritmo criado por Gaspar, em que usa batida acima de 120 BPM e, ao cantar na batida dobrada, desdobra o verso do refrão), com produção de Ilícito, Zé Nigro e Evaldo Santana.

Além dos gêneros já anunciados (Rap e Crônico), Ilícito apresenta Reggaes, variações do funk carioca – como o funk neurótico produzido pelo DJ Edgar (Rio de Janeiro) – e um Ragga, em produção de Lou Piensa (Nomadic Massive), presentes nos remixes de “Mente blindada”, além de versos de improviso, presentes em pelo menos um freestyle já anunciado por Ilícito.

Ao lado de faixas do EP “Ilícito Procurado”, a apresentação do dia 21/12 vai contar ainda com versões para “Brasileiros”, registrada no documentário “Zumbi Somos Nós”, da Frente 3 de Fevereiro, e para o poema-rap “Periafricania” (inicialmente gravado no álbum “A peste negra”, do Clã Nordestino, como parte da faixa “Coração feito de África”).

Nas feiras, nos camelôs, de mão em mão, pros antenados. Ilícito procurado. Daqui a alguns dias, no Sarajevo – fritando mais neurônios que lança perfume e formol.

Em tempo: “Procurado” é um lançamento Selo Elemental/Facção Fuzil Atômico, produzido no estúdio “Ladrão de Sampler”.

ILÍCITO PROCURADO – PRIMEIRA AUDIÇÃO DO EP

Sarajevo Club – Festa Dubplate
Domingo, 21/12, a partir das 20h
Rua Augusta, 1397
Telefone: 3253-4292
Ingressos: Com flyer: R$ 5,00 / Sem flyer: R$ 10,00 (entrada) ou R$ 20 (consumo) /
Primeiras 50 mulheres: FREE

RAPEVOLUSOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário