segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Balumukenuhiphop -Entrevista‏ o PIPOKHAZ aka TRIBO SUL


Mantivemos uma pequena conversa com o rapper João Pipokhaz, sobre a sua música Karta Ritmika. Numa altura em que o artista apresenta a segunda parte deste som (A Resposta)

Saibam o que foi dito:

J.I:
Fala-nos um bocado do seu estado de espírito quando escreveste A Karta.
Kombaniklotiko:
Epah, foi tudu 100 qrer, na epoka vinha da South, i komu abitual na epoka, pasava 100pre para dar um beiju au DH na X10, enkontrei u bró a produzir i logu me apaixonei pelu beat i fui logu improvizandu, u DH adorou i pidiu-me para kaptar, tipu nada fui diskutindu kom u beat.
J.I:
Em q ano foi isso?
Kombaniklotiko:
Akreditu q xtavamuz nu kuartu ou kintu dia du primeiru mez d doiz mil i sinku
olha i u beat nem era esti
purki na realidad u beat em q kuzpi u DH, tivera produzidu para um outru bró.
J.I:
E Tavas a espera desta repercursão toda que a música teve?
Kombaniklotiko:
Nem nu sonhu, na realidad nem akreditu q tv reperkusaum du tipu q t referz.
J.I
Como assim?
Não é verdade que até foste detido por causa desta música?
Kombaniklotiko:
E vrdad.
J.I:
Queres falar um bocado sobre isso?
Kombaniklotiko:
Na boa:
Axu q eram 4 ou 5 i tal d uma cgunda feira, apoiz um show d dumingu nu Elinga Teatru, quandu xtranhuz invadiram u meu kubiku, prokurandu pur mim. i sabz qual foi a boa uz feiuz nem cqr me konheciam. Mez logu me idntifiquei i karinhozament diseram para akompanhar
levaram-me para a vlha DNIC 100 sabr u q c passava, ond fui rcbidu kom bwe d puretz, at me apercbr q era dvidu a KARTA
J.I:
E nesta altura sentiu-se arrependido por ter feito música?
Kombaniklotiko:
Epah arepndidu d konkretu naum, mez e vrdad q tivi tmpu d maiz para reflexaum.

J.I:
Em algum momento passou-te pela cabeça que exageraste um bocado na letra?
Kombaniklotiko:
naum, at rcbr a vizita d uma intidad politika, q c fez fingir d meu advogadu, ond tv u prazr d me fazr reflektir em kada uma daz frazs du track.

J.I:
E quem era este sujeito?
Kombaniklotiko:
E melhor nem mencionar. Mais u drad agoara e dputadu i xta konstantment na TV, kom u seu nariz em alta tubagm.

J.I:
Voltando a música, o q o levou a fazer uma parte II?

Kombaniklotiko:
Na realidad naum c trata d part 2, e a respozta
ja era 100 tmpu tivi para fazr logu q fui soltu mas na epoka u DH xtava 100 time, tentei kom outuz broz, mas naum deu certu. Tambm nem qm cquiz c arrizkar numa cna d kadeia
Sabiaz q quandu fui soltu tivi q fazr uma dklarasaum, c komprimetndu a naum fazr cna du generu.
J.I:
Assinaste alguma coisa?
Kombaniklotiko:
Bm asinadu.
J.I:
Foste coagido a assinar?
Kombaniklotiko:
Bm akonclhadu pelu bro q c fez pasar d meu advogadu.

J.I:
E esta música que fizeste agora, pelo seu conteúdo, não entra em conflito com a declaração que assinaste?

Kombaniklotiko:
Dla para ka fiz sonz piorez (risos)
tambm c kalhar a tal dklarasaum ja nem cqr ezizt. Sabiaz q u prediu da DNIC 10abou (risos).

J.I:
Manda então uma dica pro pessoal que sentiu A Karta e espera ansiosa pel' A Resposta.
Kombaniklotiko:
Avisem o kota Tribo Sul esta de volta, renascemos dos escombros com a originalidade e pureza da essência.
Viagem eclética, sejam bem-vindos ao underground ceia

Curtam então o som:

Titulo: Karta Ritmika (Rezpozta)

Letra e voz: Kombaniklotiko aka PIPOKAHZ tcc FIRST PAGE

Musica de: TRIBO SUL

Produção e captação: Dj Cavera C
 
Baixe aqui .

Nenhum comentário:

Postar um comentário